Cardiologista alerta que prevenção é o melhor caminho para o coração

0
Uma dieta saudável evitará futuramente doenças cardiovasculares (Foto: SES)

No Dia Mundial do Coração, celebrado em 29 de setembro, a saúde integral do corpo é fundamental para o bom funcionamento desse órgão essencial para a vida. É por isso que se deve levar em conta os tipos de alimentos consumidos diariamente e que vão determinar a qualidade da saúde.

Uma dieta saudável evitará futuramente doenças cardiovasculares. Para diminuir esse risco é necessário controlar o consumo de certos tipos de alimentos, dando preferência aos nutrientes necessários para corpo e mente saudáveis. O cardiologista do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Renato Mesquita, alerta que a prevenção é o melhor caminho para cuidar bem do coração.

“Em geral as pessoas só lembram de cuidar do coração quando ele está doente, fato que causa muita preocupação entre nós, cardiologistas, por isso temos feito um trabalho muito grande de educação com a geração que ainda não está doente, que é essa geração saúde que cuida do corpo, o que está muito na moda hoje. Portanto, exercício físico, dormir e comer bem é o aconselhável para ter boa saúde”, explicou.

Evitar bebida alcoólica, fumo e alimentos gordurosos é outra recomendação, pois estes hábitos potencializam as doenças cardiovasculares. A pressão alta, diabetes e colesterol alterados são fatores de risco e promovem a obstrução das artérias. O cardiologista explica também que o sedentarismo e a obesidade andam juntas e são vilões.

“Todos, em qualquer idade e lugar, necessitam dos serviços oferecidos pelo médico cardiologista, independentemente do seu tipo de vida, seja atleta ou sedentário, é importante ir ao cardiologista regularmente. As doenças que acometem o coração são desde arritmia cardíaca até insuficiência cardíaca. Deste modo, o cardiologista é o médico profissional responsável por se ocupar do diagnóstico e do tratamento de doenças e disfunções relacionadas com o sistema cardiovascular”, concluiu o profissional.

Fonte: SES

Comentários