Centro de Atendimento a Síndrome Gripal é inaugurado em Aracaju

0
(Foto: Ana Lícia Menezes/PMA)

O Centro de Atendimento e Triagem a Síndrome Gripal  foi inaugurado nesta quarta-feira, 26, no bairro Coroa do Meio, zona Sul, pela Prefeitura de Aracaju. O novo espaço amplia a oferta de atendimento a casos gripais na rede pública de saúde de Aracaju. O Centro funcionará todos os dias, das 7h às 19h.  O Gripário se une aos dois hospitais municipais (Fernando Franco e Nestor Piva) e às 22 Unidades Básicas de Saúde que estão voltadas ao atendimento dos casos de covid-19, gripes e resfriados.

“O Centro de Atendimento e Triagem a Síndrome Gripal é um instrumento importante no enfrentamento da covid-19 e do surto de gripe que temos vivido no país. Oferecerá um atendimento personalizado, mais dirigido a estes pacientes e vai diminuir as filas dos outros locais. O paciente que chegar será testado para covid-19, será medicado, poderá ficar em repouso e observação, e, se precisar, se estiver em situação grave, será encaminhado para outra unidade”, afirmou o prefeito.

O Centro

O novo espaço funcionará diariamente, incluindo finais de semana e feriados, das 7h às 19h, com os serviços de triagem de enfermagem e consultas médicas, testagem para detecção da covid-19, dispensação de medicamentos e leitos de observação. Para os casos mais graves que procurarem o novo Centro, será providenciada transferência de forma prioritária para uma das unidades de urgência da rede municipal de saúde.

A unidade conta com uma sala de recepção com capacidade de espera de 30 pacientes simultâneos, um consultório de triagem, um consultório médico, uma farmácia, uma sala de coleta, uma sala de administração e uma de observação com sete vagas (dois leitos e cinco poltronas).

Para criação do Centro de Atendimento e Triagem a Síndrome Gripal foram realizados serviços de estruturação da rede elétrica para suportar instalações de splits e demais equipamentos necessários. Também foram feitas adequações de hidrossanitários para uma unidade de saúde, pintura geral, revisão de telhado, substituição de forro PVC, demolição de muro, instalação de gradil, instalação de películas, execução de projeto de combate a incêndio (sinalização e extintores), entre outros.

“A instalação deste Centro foi mais um desafio, que conseguimos realizar. Identificamos este espaço e concentramos esforços para transformar neste Centro, visto o momento que temos passado de elevação de casos e sobrecarga na rede. O momento é difícil, até o setor privado tem nos procurado, temos um número elevado de servidores adoecendo, mas estamos trabalhando para atender a nossa população da melhor maneira possível”, afirmou a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza.

Atualmente, Aracaju encontra-se na terceira fase do Plano de Contingência da H3N2 na capital, com taxa de transmissão de 15,11%. Somente neste mês de janeiro, foram realizados 21.401 atendimentos de síndromes gripais na rede de saúde da capital, o que equivale a uma média de 800 atendimentos/dia.

Com informações da PMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais