Coronavírus: sergipanos que vieram da China não são mais monitorados

0
SMS garante que exames e monitoramento não são mais necessários para esse grupo que estava na China (Foto: Warley de Andrade/TV Brasil/Agência Brasil)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) suspendeu o monitoramento dos oito sergipanos que residiam na China e que recentemente retornaram ao estado de Sergipe. De acordo com informações da assessoria de imprensa da secretaria, já está completamente descartada a possibilidade do grupo estar infestado com o coronavírus.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o grupo já completou o período de quarentena domiciliar e nesta sexta-feira, 28, o monitoramento foi suspenso. O período de quarentena domiciliar, conforme as medidas recomendadas pela Organização Municipal de Saúde, é de 14 dias, completados na quinta-feira, 27.

Nesse período, segundo a assessoria de imprensa, a SMS acompanhou os oito sergipanos e também os familiares deles, sem a necessidade de realizar internamentos em unidades de saúde. Com isso, em Sergipe há apenas um caso monitorado: a sergipana que chegou recentemente da Itália, com resfriado e sintomas semelhantes ao desencadeado em pacientes infectados com o coronavírus.

Os exames dessa paciente ainda não foram concluídos em Sergipe e amostras também foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, que já implantou uma espécie de central de diagnóstico para identificar a presença do agente no organismo humano no Brasil.

 

por Cassia Santana

 

 

Comentários