Covid-19: senador negocia parceria para acelerar vacinação em SE

0
Senador Alessandro negocia parceria para acelerar a vacinação contra Covid-19 em Sergipe (Foto: Assessoria Parlamentar)

Durante reunião da bancada federal de Sergipe com o governador Belivaldo Chagas na manhã desta segunda-feira, (07), no Palácio dos Despachos, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou iniciativa que busca a vacinação urgente dos sergipanos contra a Covid-19, através da parceria com fornecedores disponíveis, como o Instituto Butantã.

No encontro, o senador Alessandro Vieira informou que está negociando com o Governo de São Paulo para conseguir para Sergipe a quantidade de doses necessárias para imunizar o público acima de 65 anos e profissionais da Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança Pública. A vacinação desses grupos seria imediata.

“A vacina é essencial e urgente. Só com um processo de vacinação acelerado vamos salvar vidas e resgatar a economia. O objetivo é garantir para os sergipanos acesso imediato ao imunizante, de modo que logo após a liberação pela Anvisa seja possível iniciar a vacinação”, destaca Alessandro Vieira.

De acordo com o senador sergipano, os contatos estão em andamento com o Instituto Butantã, que terá disponibilidade de vacinas produzidas em território nacional no mês de janeiro, e com outros fornecedores. “O projeto foi apresentado ao governador Belivaldo, que deu sinal verde para a continuidade das negociações”, pontua o senador Alessandro.

Plano de Vacinação

O governo de São Paulo divulgou hoje seu plano de vacinação contra a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. O plano mostra como funcionará a vacinação no estado, caso a CoronaVac, que vem sendo desenvolvida pelo Instituto Butantã e a farmacêutica chinesa Sinovac, seja aprovada nos testes de eficácia, cujos resultados devem ser divulgados ainda na primeira quinzena deste mês.

Caso o teste de eficácia da vacina tenha resultado positivo, a aplicação das doses começará no dia 25 de janeiro, data do aniversário da capital paulista. Para que a vacinação no estado seja feita de forma segura, o governo pretende ampliar o total de postos de vacinação, que hoje somam 5,2 mil espaços. A intenção é que a imunização ocorra também em quartéis, escolas, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e drive-thrus, o que pode somar até 10 mil locais de vacinação.

Fonte: Assessoria Parlamentar

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais