Covid-19: Zé Franco afasta 35 funcionários e mantém pediatria fechada

0
Hospital registrou 36 funcionários com Covid-19 (Foto: arquivo Portal Infonet)

O Hospital Regional José Franco Sobrinho (Zé Franco), em Nossa Senhora do Socorro, informou nesta sexta-feira, 8, que 35 funcionários estão afastados porque contraíram a Covid-19. Os atendimentos pediátricos continuam suspensos e os pacientes estão sendo redirecionados para o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), que tem setor exclusivo para as crianças.

De acordo com a superintendente do hospital, Iza Prado,116 funcionários foram testados e 36 tiveram o diagnóstico confirmados para a Covid-19. Dentre o grupo que testou positivo, 35 pessoas seguem em isolamento domiciliar (e afastadas do trabalho) e uma pessoa se recuperou e voltou a trabalhar.

Os dados do Hospital Zé Franco apontam que 34 pessoas testaram negativo e que 46 ainda funcionários ainda aguardam resultado dos exames.

Pediatria

O atendimento médico pediátrico, que foi suspenso para evitar a disseminação do novo coronavírus e por causa da procura reduzida, continua indisponível na unidade. Para não haver desassistência, os profissionais do Zé Franco foram cedidos para o Huse, que tem setor exclusivo para pediatria.

Iza Prado explica que o Zé Franco faz atendimentos a adultos e gestantes e precisava, neste momento de pandemia, separar as crianças. Ela ainda destaca que o espaço que era de observação pediátrica será usado para melhor reorganizar os espaços no pronto socorro.

“Nós não temos internamento pediátrico, era só o atendimento na porta, que já apresentava procura reduzida. Considerando a estrutura do hospital, bem como o grau de positividade na contaminação dos funcionários, estamos tomando algumas medidas na contenção para preservar as crianças”, destaca Iza.

Por Verlane Estácio com informações da SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais