Governador explica polêmica da ‘Carreta do Câncer’ em Papo Reto

0
Belivaldo Chagas no Papo Reto: respostas a internautas (Foto: Marco Vieira/ASN)

O governador Belivaldo Chagas (PSD) quer ter a garantia de que os aparelhos disponíveis na ‘Carreta do Câncer’ têm assistência técnica no Brasil. A declaração foi feita no Papo Reto, no Facebook Live, em que o governador interage com a comunidade respondendo perguntas enviadas por internautas. O governador informou que está aguardando os laudos que comprovarão as especificações técnicas dos equipamentos instalados no veículo para então se posicionar quanto à compra daquela carreta, que está sendo alvo de muita polêmica. “Eu não vou deixar de pagar a carreta”, disse o governador. “Não paguei porque não vou comprar gato por lebre”, ressaltou.

O governador informou que nos próximos dias terá o detalhamento das especificações técnicas desta carreta e todos os detalhes serão fornecidos ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e também ao Ministério Público Estadual. “Encaminharei para o Tribunal de Contas de Sergipe e para o Ministério Público Estadual as informações técnicas que terei nos próximos dias. Se todas forem verdadeiras, de imediato irei pagar os R$ 2,7 milhões da carreta. Se as especificações técnicas não baterem com a realidade, mandarei devolver a carreta, para que seja trocado o mamógrafo. Estou dedicado a fazer o maior programa de prevenção do câncer de colo do útero, de mama e de próstata da história do Estado de Sergipe”

Segundo o governador, o mamógrafo instalado nesta polêmica carreta é de fabricante desconhecido e a assistência técnica somente estaria disponibilizada nos Estados Unidos. Ele questionou, durante a exibição ao vivo do Papo Reto, como a empresa poderia oferecer assistência em caso do equipamento apresentar problema. Belivaldo Chagas também questiona a necessidade de se disponibilizar aparelho de ultrassonografia na carreta, cujo uso está associado à presença física de um médico, e assegurou que todas estes quesitos estão sendo analisados no âmbito do Governo do Estado.

O governador assegurou que já determinou à Secretaria de Estado da Saúde abertura de processo licitatório para aquisição de uma carreta semelhante. O governador relembrou a visita que a equipe do governo fez ao Hospital do Câncer em Barretos e disse que estaria tentando parceria com aquela instituição, que também tem estrutura para construir carretas deste porte, com custo inferior ao proposto pela empresa que atualmente cobra o pagamento do bem e aguarda o desfecho da polêmica.

Belivaldo Chagas aplaudiu a iniciativa do Ministério Público Estadual (MPE) em ajuizar ação pedindo a intervenção do Poder Judiciário para conceder prazo de 30 dias ao Governo para colocar em funcionamento a Carreta do Câncer, que já disponibilizada para realizar ações preventivas contra o câncer em mulheres. E enalteceu que mantém uma relação cordial com a instituição.

por Cassia Santana

Comentários