Gripe: Aracaju já vacinou cerca de 70% dos idosos

0
Campanha prossegue até maio (Foto: ASN)

Cerca de 70% dos idosos residentes na capital sergipana já estão imunizados contra a gripe. De acordo com informações da Coordenadoria de Imunização da Prefeitura de Aracaju, 37.391 idosos já receberam a vacina, de um universo de 53 mil previstos pela Secretaria Municipal de Saúde. Em Aracaju, conforme orientações da coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Ilziney Simões, os idosos devem seguir aos postos de saúde, classificados como unidades básicas de saúde, para receber a dose da vacina ofertada anualmente pelo Ministério da Saúde.

As filas são inevitáveis, mas as equipes, conforme a coordenadora, estão orientadas a fazer o monitoramento e criar meios para manter uma distância mínima entre os idosos que aguardam o atendimento nos postos de saúde.  A Prefeitura de Aracaju não dispõe de estrutura suficiente para atender toda a população idosa em suas respectivas residências. Mas está oferecendo o serviço em domicílio aos idosos acamados, com alguma enfermidade. Para o atendimento, a família deve fazer o agendamento diretamente na unidade básica de saúde localizada no bairro onde o idoso reside, conforme orienta a coordenadora do programa social.

Através do telefone 156, os familiares poderão obter o número do telefone do posto de saúde do bairro para que recebam as orientações pertinentes quanto ao agendamento para o atendimento em domicílio. De acordo com informações da coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Ilziney Simões, as equipes de saúde da família que atuam nos bairros da capital sergipana já estão fazendo o acompanhamento dessa situação e cada unidade estabelece os critérios para o agendamento destinado ao atendimento ao idoso enfermo.

Fases

A campanha de vacinação está dividida em três fases. A coordenadora do Programa de Imunização da Prefeitura de Aracaju faz um apelo à população para obedecer essas fases para o atendimento à população prioritária e orienta que as pessoas apresentem à unidade básica, quando for receber a vacina, documento que comprove a priodade.

No dia 16 de abril, o Ministério da Saúde inicia a segunda fase da vacinação para atender professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pacientes com doenças crônicas. Essas pessoas devem apresentar documento que comprovem a inclusão nesses grupos. Conforme a coordenadora, não é necessário um documento atualizado.

O Dia D de mobilização nacional acontecerá em 9 de maio, um sábado, destinado à imunização de toda a população do país.

A partir do dia 11 de maio, a campanha tem como público-alvo de vacinação crianças de seis meses com até seis anos incompletos, pessoas entre 55 e 59 anos de idade, gestantes, puérperas e indígenas.

por Cassia Santana 

 

Comentários