Gripe: municípios articulam vacinação de idosos em domicílio

0
Profissionais de saúde visitam e vacinam idosos em casa (Foto: Ascom/Prefeitura de Estância)

Pelo menos dez municípios sergipanos possuem estrutura para vacinar idosos em domicílio, dentro da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe iniciada na segunda-feira, 23, em todo o país. De acordo com informações do presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de Sergipe (Cosens), Enock Luiz Ribeiro, os idosos receberão visitas da equipe técnica das respectivas secretarias de saúde naqueles municípios onde já foram criadas as estruturas do Programa social Melhor em Casa.

O presidente do Conselho não soube precisar quais municípios já articularam ações para realizar a vacinação de idoso em casa. Em Aracaju, conforme informações da assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, apenas os idosos com enfermidade receberão a vacina em casa. Os demais deverão comparecer aos postos de vacinação que estão instalados nas 44 unidades básicas de saúde do município, que estão funcionando das 7h30 às 16h30, desde o sábado, 21, quando a campanha foi antecipada em função da pandemia do coronavírus, o COVID-19.

Em Nossa Senhora do Socorro, segundo o presidente do Cosens, o município criou uma estrutura própria e está atendendo toda população idosa em seus respectivos municípios. Há uma equipe específica voltada para esse atendimento, que conta com apoio de dez veículos, com pontos estratégicos de vacinação em condomínios residenciais para atender à demanda. Uma forma de evitar aglomerações nos postos de saúde, conforme enfatiza Enock Ribeiro, que também é secretário de saúde daquele município.

Em Estância, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, quase 1,7 mil idosos já foram vacinados. De acordo com a assessoria, há uma equipe de profissionais de saúde que está fazendo visitas domiciliares para evitar que os idosos façam deslocamentos para os postos de saúde. A prefeitura está realizando campanha de conscientização e fazendo apelo para que os idosos aguardem em casa a equipe de saúde para receber a vacina, segundo a assessoria.

Calendário

O presidente do Cosens, Enock Ribeiro, chama a atenção da população sergipana para cumprir as estratégias definidas pelo Ministério da Saúde e obedecer o calendário de vacinação, que está dividido em três fases. Nessa primeira fase, os idosos têm prioridade. Há uma perspectiva de se vacinar quase 26 mil idosos nessa fase, segundo Ribeiro. É importante obedecer essas fases em função da quantidade de vacina disponibilizada pelo Ministério da Saúde.

Em alguns municípios, conforme o presidente do Cosens, a vacina já está escassa. Mas as doses estão sendo repostas gradativamente pela Secretaria de Estado da Saúde, recebe o produto do Ministério da Saúde. Por isso, há necessidade de se obedecer rigorosamente essas fases para evitar maiores transtornos, conforme alerta o presidente do Cosens. A assessoria de imprensa informou que a Secretaria de Estado da Saúde recebeu 169 mil doses da vacina e que todas já foram distribuídas aos municípios sergipanos.

Próximas fases

A partir do dia 16 de abril, o público-alvo é ampliado para professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pacientes com doenças crônicas previstas pelo Ministério da Saúde.

O Dia D de mobilização nacional acontecerá em 9 de maio, um sábado, destinado à imunização de toda a população do país.

A partir do dia 11 de maio, a campanha tem como público-alvo de vacinação crianças de seis meses com até seis anos incompletos, pessoas entre 55 e 59 anos de idade, gestantes, puérperas e indígenas.

 

por Cassia Santana

 

 

Comentários