HCamp segue com capacidade reduzida e aguarda julgamento de recurso

0
Hospital nunca chegou a funcionar em plena capacidade (foto: PMA)

Na semana em que a retomada comercial de Sergipe entra em nova etapa, com a liberação dos shoppings, o Hospital de Campanha de Aracaju, principal unidade da rede municipal de Saúde para combate para atender vítimas da Covid-19, segue com a indefinição sobre a expansão de leitos. Atualmente a unidade tem 60 leitos ativos, enquanto a capacidade é de 152. A expansão só não é possível porque, segundo a PMA, há dificuldades de encontrar profissionais médicos que queiram trabalhar no hospital.

A alternativa encontrada pela administração foi contratar médicos estrangeiros com registros provisórios, ou seja, que ainda não passaram pela validação dos seus diplomas no Brasil. Em junho o Hcamp chegou a ter 102 leitos ativos, mas uma decisão da Justiça proibiu a contratação desse grupo de médicos e a oferta de leitos voltou a cair. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a Prefeitura recorreu da decisão e continua aguardando julgamento do recurso.

Dos 60 leitos ativos na unidade, a ocupação atualmente é de 33,6%. Segundo a SMS, os números apontam para uma tendência de queda, mas informou que “o município continua implementando ações para ampliar a testagem e a identificação de pessoas infectadas com covid-19. O último exemplo dessas ações foi o lançamento do Projeto TerstAju nesta segunda, dia 10, que disponibilizou 20 profissionais para realizar testes na população em todos os bairros pelos próximos dois meses”, disse em nota.

Por Ícaro Novaes

Comentários