Hemose necessita repor estoque de doação de sangue

0
Como resultado os estoques dos sangues, O, A, B e Ab positivo e negativo reduziram em mais de 50% (Foto: SES)

Com os estoques de sangue baixos o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) vem buscando parcerias para elevar o número de doações de sangue.

Desde a segunda quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro caso de infecção por coronavirus em Sergipe que o Hemocentro vem apresentando redução nas doações de sangue. Como resultado os estoques dos sangues, O, A, B e Ab positivo e negativo reduziram em mais de 50%.

Antes da pandemia do coronavírus o Hemose realizava uma média diária de 100 a 150 doações de sangue. Esse quantitativo foi reduzindo para 70 doações, depois 50. E, desde o final do mês de junho, a unidade vem realizando de 43 a 50 doações ao dia. “Queremos esclarecer que esse número de doações é baixo para atender à demanda transfusional dos pacientes nos hospitais do Estado”, alertou.

Para doar sangue é preciso está bem de saúde, ter idade entre 16 a 69 anos, peso superior a 50 quilos e apresentar documento oficial com foto, válido em todo território nacional.

Serviço

Devido à pandemia o Hemose reforçou medidas de segurança para prevenção ao contagio do vírus. A unidade funciona normalmente de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. Mais informações sobre o serviço através dos telefones: (79) 3225-8039 e 3259-3174.

Com informações da SES

Comentários