Hemose registra queda de 50% das doações de sangue este ano

0
O cidadão que teve contato com casos suspeitos deve aguardar 14 dias para doar sangue (Foto: SES)

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) registrou no mês de abril 2.066 atendimentos com 1.589 coletas de sangue. De acordo com dados do serviço de coleta a redução no número de doações teve média de 50%, tomando por base, um comparativo deste primeiro quadrimestre de 2021 com o mesmo período do ano passado.

Segundo ainda estatísticas do Hemocentro, em janeiro o serviço registrou 2.256 atendimentos e 1.756 doações, em fevereiro 2.414 e 1833 doações e em março foram 2.809 atendimentos e 2.194 doações de sangue. A gerente de Coleta, enfermeira Florita Aquino, explicou que as instabilidades nas doações são resultantes da pandemia.

“As pessoas tiveram que mudar suas rotinas e muitas evitam sair de casa com medo de aglomerações e o contágio com o coronavírus. Nossa preocupação é com o tratamento e a vida de pacientes que dependem do gesto voluntário e altruísta de cada cidadão que é um doador potencial”, ressaltou a gestora.

Para reverter os dados, o Hemose prossegue com ligações humanizadas para os doadores fidelizados na ocasião, os cidadãos recebem orientações sobre o serviço e os cuidados adotados pelo órgão para o cumprimento dos protocolos sanitários de enfrentamento à pandemia.

Esse trabalho, realizado pelos profissionais e estagiários da Gerência de Ações Estratégicas, consiste em ligações telefônicas para convocar doadores de sangues raros, que possuem o fator Rh negativo e os doadores dos sangues O e A positivo para comparecer a unidade e ajudar a salvar vidas.

Os convites, na maioria das vezes, são aceitos pelos voluntários que num gesto de solidariedade como Mikaely Lucas dos Santos e Janielly Santos de Jesus decidem colaborar com o serviço. “A gente já tinha pensado em doar sangue. Recentemente um colega também compartilhou um pedido do Hemose nas redes sociais de que os estoques estavam baixos, por isso decidimos apoiar essa causa”, disseram as amigas.

Orientações

É importante observar alguns cuidados para prevenção ao contágio do coronavírus. O cidadão que teve contato com casos suspeitos deve aguardar 14 dias para doar sangue, quem teve o diagnóstico, precisa aguardar 30 dias. Quem tomar a vacina Coronavac deve aguardar, 2 dias para doar, já para quem for imunizado com a AstraZeneca, deve esperar 7 dias e, aqueles que tomar a vacina contra a Covid-19 e a gripe Influenza, deve aguardar 15 dias para doar sangue. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Fotos: Ascom/SES

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais