População afetada pelas chuvas recebe atendimento da saúde

0
A Saúde está dando uma atenção especial aos idosos, hipertensos, crianças e gestantes (Foto: SMS)

A Saúde de Aracaju, em parceria com outras secretarias, está acompanhando a comunidade do bairro Jabotiana, sobretudo a região do Largo da Aparecida, um dos locais da cidade mais afetados pelas chuvas. A situação da localidade (que é uma das mais baixas em termos de relevo) é decorrente da inundação dos afluentes do Rio Poxim Mirim após as fortes chuvas desta quinta-feira, 11.

A secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, acompanhou a situação no local e prestou a assistência às famílias que moram nessa região. “Destinamos uma equipe médica para avaliar a situação de saúde de cada morador da região e, por enquanto, o cenário que temos encontrado está sob controle”, esclareceu.

Segundo Waneska, no momento, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) mantém a atuação no acolhimento às famílias que estão desabrigadas e alojadas no Centro de Referência da região. “Estamos com um médico e um enfermeiro atendendo as pessoas que estão sendo acolhidas no Cras Madre Tereza de Calcutá, que já receberam também alimentação, colchões e cobertores”, afirmou.

De acordo com a coordenadora da Rede de Atenção Primária (Reap), Monalisa Fonseca, a SMS está dando todo apoio, sobretudo no suporte social. “Não encontramos nenhuma pessoa com ferimento, o que as famílias estão precisando são de medicamentos de rotina que também já estamos disponibilizando. Alguns moradores de outras localidades também estão sendo atendidos, uma vez que as unidades que atendem na região [Madre Tereza e Irmã Caridade] tiverem que ser fechadas por conta do alagamento. E, mesmo diante dessas ocorrências, a população não está sendo desassistida”, enfatizou.

Apesar de atender a todos que chegam no Cras, a Saúde está dando uma atenção especial aos idosos, hipertensos, crianças e gestantes, já que eles fazem parte de um grupo mais vulnerável a situações como essa.

Atendimentos em diversas áreas

Outras equipes da SMS foram espalhadas em diversos pontos da cidade para dar apoio durante a atuação da Assistência Social e Defesa Civil. No 17 de Março, diversas visitas foram feitas às residências locais para prestar atendimento aos moradores atingidos pela lama.

“Em uma dessas casas encontramos uma moça que estava entrando em trabalho de parto. Graças à ação rápida dos nossos profissionais, fizemos os primeiros atendimentos e acionamos uma ambulância para que ela fosse transportada à maternidade mais próxima. No final de tudo certo e tanto a mãe quanto o bebê estão bem”, afirmou a coordenadora da Reap.

Fonte: PMA

Comentários