Psicóloga fala sobre cuidados com idosos durante isolamento social

0
Psicóloga Lívia Melo, doutora em Educação

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que a população evite sair de casa diante da  pandemia em que nos encontramos tem se transformado numa situação delicada em muitas residências. E, apesar de afetar a todos a todos, a mudança repentina requer ainda mais cuidado quando falamos dos idosos, presentes nos grupo de pessoas mais vulneráveis ao Covid-19.

De acordo com a psicóloga Lívia Melo, doutora em Educação, as famílias precisam se adequar aos idosos que estão isolados, considerando a possibilidade do aumento da ansiedade no anseio familiar. “É preciso evitar ao máximo o estresse nas relações familiares, além de criar uma adaptação à rotina do idoso, fixando horários de alimentação, lanches e pensando como esses idosos podem ocupar o tempo ocioso”, orienta.

A estimulação cognitiva, segundo a psicóloga, ajuda a desviar o foco da situação atual, além de promover a aproximação entre os familiares, com atividades como:

  • Atividades de pinturas
  • Jogos de cartas e dominós
  • Recorte e colagem com revistas velhas
  • Contação de histórias

A profissional ainda que é preciso ter cuidado para não confundir isolamento social com isolamento emocional. “É importante que a família use estratégias voltadas à tecnologia, como vídeos chamadas e fotos, para que o vínculo deles com as pessoas que sempre fizeram parte de suas vidas não seja perdido agora”, explica. A psicóloga ressalta ainda que todo ato de amor é fundamental neste momento.

Outra orientação essencial é o estabelecimento de um controle para evitar informações falsas divulgadas nos veículos de comunicação. “É aconselhável que o idoso se resguarde em grandes redes, não somente televisivas, mas também na internet, para que ele esteja em sites que tenham credibilidade para que eles não sejam influenciados pelas fake news que chegam, principalmente no WhatsApp“, alerta Lívia.

A psicóloga ressalta que a dificuldade de adaptação poderá ocorrer para todas as faixas etárias, considerando que a população ainda se encontra em fase de adaptação e requer o estabelecimento de uma nova rotina, adequada à situação.

por Juliana Melo e 

 

Comentários