Sommeliers de vacina: 200 pessoas deixaram de se imunizar em Aracaju

0
SMS conta que a escolha por vacinas e a recusa tem sido frequente em Aracaju (Foto: Marcelle Cristine / PMA)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aracaju registrou na última quinta-feira, 8, durante a fase de repescagem da vacinação para o público de 35 a 39 anos na capital, a recusa de imunização de mais de 200 pessoas. O motivo é que o imunizante ofertado não era aquele desejado pelas pessoas, as chamadas ‘sommeliers’ da vacina”.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no ponto de vacinação da Faculdade Pio X, foi preciso enviar, no final do dia, mais 300 doses da Astrazeneca para atender a demanda. Ainda segundo a SMS,  ao perceberem que o imunizante que chegou era diferente daquele que já estava sendo usado, 200 pessoas se recusaram a tomar a vacina.

Na unidade de saúde do Bairro Santa Maria, também houve registro de recusa. As equipes estavam aplicando a vacina da Janssen, que tem dose única. Na hora de repor o estoque, foram enviadas novas doses, porém da Pfizer, o que motivou 18 pessoas a desistirem da vacinação.

A SMS revelou que essa prática de recusa e escolha por determinado imunizante tem ocorrido frequentemente na capital, situação que tem gerado um grande quantitativo de pessoas nos dias de repescagem.

A SMS esclarece à população que todas as vacinas são eficazes e seguras contra o novo coronavírus, que a pandemia no Brasil ainda é muito grave e precisa ser controlada. A Secretaria disse ainda que não pode obrigar ninguém a se vacinar, mas destacou que não é possível escolher o imunizante e que é preciso tomar a vacina que estiver disponível.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais