Transplantados recebem remédio que evita rejeição de órgãos

0
Em relação aos pacientes que moram no interior, Elves diz as secretarias municipais farão a entrega (Foto: Ascom/CES)

Os pacientes que realizaram algum tipo de transplante têm motivo para comemorar: a chegada do medicamento ‘Tracolimo’, que estava em falta há dois meses. Segundo um dos integrantes da Associação de Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe (Arcrese), Elves Cavalcante, o remédio é um imunossupressor e serve para evitar a rejeição de órgãos transplantados.

“Depois de um longo período de espera, o remédio finalmente chegou no dia 23. Foi um presente de Natal para a gente”, comemora Elves. Ainda segundo ele, no dia seguinte o remédio já começou a ser distribuído para os pacientes. “Recebemos a informação no dia 23 à noite através de uma mensagem da Case. No outro dia os motoboys começaram a entregar a medicação”, diz Elves.

Em relação aos pacientes que moram no interior, Elves diz as secretarias municipais farão a entrega. “O Case entra em contato com elas. Daí elas mandam o carro pegar a medicação e depois distribuem para os pacientes do interior”, explica Elves.

por João paulo Schneider 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais