Unidades atendem mais de 70 pacientes por dia com síndromes gripais

0
Atendimento por sintomas gripais aumentaram nas unidades básicas de Aracaju

Entre os dias 23 de março e 12 de abril, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), atendeu 1.548 pessoas que apresentaram sintomas de síndromes gripais, nas oito unidades básicas (UBS) de referência disponibilizadas pelo Município, cujo atendimento, feito das 7h às 20h, está inserido no conjunto de medidas de enfrentamento ao novo coronavírus.

Desse quantitativo, 354 foram acolhidas na UBS Augusto Franco (Farolândia); 336 na Onésimo Pinto (Jardim Centenário); 253 na Ministro Costa Cavalcante (Inácio Barbosa); 182 na José Machado (Santos Dumont); 191 na Eunice Barbosa (Coqueiral); 82 na Fernando Sampaio (Castelo Branco); 90 na Geraldo Magela (São Conrado) e 60 na Cândida Alves (Santo Antônio).

De acordo com a assessora técnica da Rede de Atenção Primária (Reap), Michelle Dias, nos quatro dias do feriado da Semana Santa, foram atendidas 108 pessoas, nas oito unidades com atendimento voltado a pacientes com sintomas de síndromes gripais.

Ao garantir locais específicos para atendimento aos aracajuanos que apresentam sintomas de síndromes gripais, a SMS mantém um controle maior, por meio da triagem dessas pessoas pelos profissionais de saúde, sobre os casos, seja um simples resfriado ou uma contaminação pela covid-19.

“Com essa medida, torna-se mais fácil orientar a todos de maneira eficaz, tanto sobre a necessidade de isolamento quanto de higiene, e impedir uma maior transmissão do vírus. O fato de ter unidades exclusivas para esses atendimentos específicos não faz com que as outras 37 UBS da cidade deixem de atender outras demandas”, explica.

Michele ainda ressaltou que as outras unidades seguem com seus atendimentos de forma espontânea e organizada, evitando as aglomerações. “Mesmo que orientemos que fique no domicílio dele, na casa dele, prestamos assistência para todos os públicos. No entanto, se o usuário chegar a uma unidade de referência de síndrome gripal sem estar com os sintomas da enfermidade, aí sim ele será direcionado a outra UBS porque o intuito é dar um aporte maior à população num momento em que vivenciamos a pandemia”, esclarece.

Fonte e foto: AAN

Comentários