Unidades de saúde abrem sábado para vacinar contra pólio e sarampo

0
O Dia D da vacina acontece no próximo sábado, 18, em todo país (Foto: Ministério da Saúde)

A Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo segue até o próximo dia 31, uma ação que envolve todos os postos de saúde do país e tem como público alvo crianças de 1 a 4 anos e 11 meses e 29 dias. Até o final da campanha, Sergipe pretende vacinar 127 mil crianças. A meta é que a vacinação atinja 95% do total no Estado.

Segundo a gerente Estadual de Imunização da Secretaria da Saúde (SES), Sândala Teles de Oliveira, na primeira semana de vacinação, foram imunizadas, em Sergipe, 24.300 crianças contra a pólio, o que representa apenas 18% do público-alvo da campanha e 23.800 para sarampo (17,8%). “Os pais devem levar as crianças a unidade de saúde, mais próxima da sua residência, mesmo que elas tenham sido vacinadas anteriormente”, disse Sândala.

Segundo a enfermeira do Programa de Imunização do Estado, Ana Beatriz Lira de Souza, é importante que os pais apresentem o cartão de vacinação para que seja verificado e caso haja alguma vacina atrasada a equipe faça a atualização do cartão, ressaltou Beatriz. Ela disse, ainda, que a vacinação em dia é fundamental para prevenção de doenças, mesmo aquelas que foram erradicadas no Brasil. Em Sergipe, apenas quatro municípios estão acima de 60% da cobertura vacinal: Pedra Mole, General Maynard, Santana de São Francisco e Ilha das Flores.

Dia D

O Dia D da mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto, durante todo o sábado, 18, os pais poderão levar os filhos de 1 ano até menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) em uma das Unidades de Saúde em todo Estado para serem vacinadas. O dia D é a oportunidade para os pais que trabalham o dia todo e não tem como levar durante a semana suas crianças, já que o horário de atendimento é o mesmo que elas estão trabalhando.

“Então os pais terão o sábado, dia 18, das 8h até as 17h a oportunidade de levar seus filhos para tomar as vacinas. As unidades de Saúde estão voltadas somente para o atendimento de vacinação. É importante que todas as crianças sejam vacinadas para que o estado de Sergipe continue livre da Paralisia Infantil e do Sarampo”, disse Sândala.

Poliomielite

No que se refere à poliomielite, ela é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito. Acontece em geral nos membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular, com sensibilidade preservada, e a arreflexia no segmento atingido.

A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (mais frequentemente), por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores, ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções da orofaringe (ao falar, tossir ou espirrar). A falta de saneamento, as más condições habitacionais e a higiene pessoal precária constituem fatores que favorecem a transmissão do poliovírus. O Ultimo caso de poliomielite no país ocorreu em 1989 e desde 1990, não são registrados casos da doença

Sarampo

É uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes aparecimento do exantema até quatro dias após.

Fonte: SES

Comentários