Vacina: caminhoneiros e trabalhadores do transporte viram prioridade

0
Caminhoneiros e trabalhadores de transporte passam a integrar grupo prioritário de vacinação (Foto: SES)

O Ministério da Saúde inseriu caminhoneiros e trabalhadores de transporte aéreo, marítimo e terrestre no grupo prioritário do Plano Nacional de Vacinação. Em Sergipe, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Plano Estadual de Vacinação está sendo atualizado e este novo grupo fará parte das prioridades, mas não será vacinado de imediato.

Os planos Nacional e Estadual de Vacinação dividiram, inicialmente, a vacinação em quatro etapas com grupos prioritários, mas, por conta da quantidade baixa de doses das vacinas disponíveis no país, não existem mais essas etapas. De acordo com  Marco Aurélio Goes, diretor de Vigilância em Saúde da SES, o que permanece é a imunização das pessoas do grupo prioritário, de acordo com a quantidade de vacinas recebidas.

“No próprio Plano Nacional de Vacinação e no nosso, que estamos atualizando, não se trabalha mais com aquelas etapas iniciais porque não vai haver o cumprimento da entrega das doses necessárias para cada etapa, considerando as quatro fases. O que vai acontecer é que gradativamente o Ministério da Saúde vai recebendo e distribuindo as doses. A depender da quantidade de vacina, vai vacinando as prioridades”, explica.

Nesse momento, a prioridade na imunização, segundo Marco Aurélio, são os profissionais de saúde, principalmente, aqueles que estão na linha de frente no combate a Covid-19.

“Esse grupo de caminhoneiros e trabalhadores de transporte vai entrar no grupo prioritário para vacinação, mas eles não serão vacinados nessa fase inicial. Antes deles, terão outros grupos, a exemplo de idosos começando das faixas etárias maiores, as pessoas com comorbidades e aí, gradativamente, vão entrando todas as categorias prioritárias, de acordo com a vacina que for sendo disponibilizada. São grupos prioritários, mas não fazem parte dos grupos imediatos para vacinação”, esclarece.

Entenda

A expectativa inicial do Governo de Sergipe era vacinar cerca de 679.468 pessoas em quatro etapas de imunização, segundo o Plano Nacional e Estadual de Vacinação. De acordo com a versão preliminar do Plano  Estadual contra o novo coronavírus (Covid-19) na primeira fase seriam imunizados trabalhadores da saúde, pessoas com mais de 60 anos institucionalizado, indígenas aldeados;  na segunda fase  pessoas com 60 anos ou mais; na terceira fase pessoas com comorbidades, e na quarta e última fase dos grupos prioritários, seriam imunizados professores, profissionais das forças de segurança e salvamentos, pessoas privadas de liberdades e funcionários do sistema prisional.

Com o fim das etapas, os grupos prioritários permanecem e seguirão a mesma ordem de prioridades, mas serão imunizados à medida que o Estado receba as doses da vacina. Nesse grupo prioritário, serão inseridos os caminhoneiros e trabalhadores de transporte aéreo, marítimo e terrestre. Só com o final da vacinação dos grupos prioritários, é que a população em geral será imunizada.

Por Karla Pinheiro

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais