Vacinação: confira as orientações para pessoas com comorbidades

0

A vacinação contra covid-19, na capital sergipana, vem ampliando o público-alvo. A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), está imunizando, nesta terça-feira, 18, pessoas com comorbidades a partir de 40 anos; na quarta-feira, dia 19, aqueles que têm entre 35 a 39 anos; e na quinta-feira, 20, serão vacinados os cidadãos com comorbidades que tenham entre 18 a 34 anos.

De acordo com a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, as pessoas com comorbidades precisam apresentar relatório médico para que tenham acesso à vacina, tanto no drive-thru, como também nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) disponibilizadas para essa finalidade.

“No caso dos usuários de Aracaju e que já são acompanhados pelas nossas Unidades Básicas de Saúde [UBSs], o procedimento é procurar a gerente da Unidade para averiguar se o nome do usuário está na lista que foi feita através do prontuário eletrônico do Município, com os nomes de todas as pessoas que já são atendidas com comorbidades. Estando o nome do usuário e da comorbidade cadastradas nesta lista, automaticamente o usuário já pode ser vacinado, sem precisar de um novo relatório médico”, explica.

Relatório Médico

Para a Secretaria da Saúde, independe qual é o médico que está assinando o relatório; se é o medico que acompanha o usuário ou um especialista. O importante, para poder autorizar a vacinação, é que o médico diga no relatório qual a comorbidade do paciente, a qual pode ser constatada através do Código Internacional da Doença (CID), ou da descrição da comorbidade, para que os profissionais identifiquem se aquela comorbidade está no Plano Nacional de Imunização.

Locais para pedir o relatório médico

“O usuário pode pedir ao seu próprio médico assistente, que pode ser o médico da UBS, através de consulta marcada na Unidade ou por meio do Portal da Saúde. Ou pode procurar também o médico assistente da rede particular ou da rede de convênios. O importante é que ele tenha um relatório médico datado de até seis meses e que defina qual é a comorbidade que o paciente apresenta”, enfatiza.

Validação dos cadastros

Atualmente, a SMS possui 15 profissionais de saúde atuando diretamente na validação dos cadastros do VacinaAju para autorização da vacina. A validação é sempre autorizada à noite ou no início do dia da vacinação.

“Muitas pessoas se cadastram, porém ainda não estão no grupo de idade para o qual está liberada a vacina. Por conta disso, elas aguardam um pouco mais de tempo. É importante sempre olhar o calendário de vacinação publicado nas redes da Prefeitura e da Saúde de Aracaju, identificando qual a data de nascimento já esta autorizada, para que a pessoa tenha acesso ao código e possa se vacinar”, orienta.

Fonte: SMS

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais