Terreno ocupado pelo MTST será doado para construção de moradias

0
Reunião aconteceu no Palácio do Governador (Foto: Secom)

O terreno na avenida Euclides Figueiredo, no bairro Japãozinho, que atualmente é ocupado por famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) será doado para construção de moradias populares. A garantia foi dada pelo Governo do Estado durante reunião ocorrida nesta sexta-feira, 21, com representantes do MTST e da ocupação Beatriz Nascimento.

Na reunião, os secretários Eduardo Silva, da Casa Civil, e Sales Neto, da Comunicação Social, informaram que o processo de doação do terreno está tramitando na Secretaria de Estado de Orçamento, Planejamento e Gestão (Seplag). Os gestores afirmaram também que o Governo já tinha solicitado à Procuradoria Geral do Estado (PGE) as providências para desistência do processo de reintegração de posse do terreno.

A reunião ocorreu após protesto feito pelo MTST para assegurar a permanência de 1300 famílias no terreno localizado no Japãozinho. O MTST estranhou o fato de ter recebido uma notificação de reintegração de posse, já que o Governo havia prometido a cessão do terreno para construção dos imóveis.

“Pareceu que houve falta de comunicação, mas o Governo retificou que o acordo está feito e também em andamento. Vai ser construída uma escola no terreno e a outra parte vai ser destinada à moradia. Essa reunião foi para reafirmar que o acordo está feito”, explicou a advogada do MTST, Izadora Brito.

Com informações da Secom 

Comentários