Justiça do Trabalho obriga Sintasa a fazer nova eleição

0
Justiça do Trabalho determina novas eleições (Foto: Sintasa)

No dia 11 de abril, a juíza titular da 1ª Vara da Justiça do Trabalho, Sílvia Helena Parabole Martins Maluf, decretou a intervenção do SINTASA (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Sergipe) e nomeou uma interventora para acompanhar a realização de novas eleições e assegurar que não haja nenhuma irregularidade praticada durante o processo eleitoral.

A decisão judicial recente atende a uma sugestão do Ministério Público do Trabalho que recebeu a denúncia movida por Aja Habib, coordenador do Grupo Atitude, com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE). Devido a irregularidades no processo eleitoral do sindicato, o SINTASA já acumula dois mandatos sub judice.

Valmir dos Santos, servidor público da saúde, membro do Grupo Atitude, explicou que a estratégia dos dirigentes para se manter a frente da diretoria já é conhecida. "A diretoria frauda eleições, nós ingressamos com processo na Justiça, mas eles sempre recorrem e assim vão ganhando tempo até a conclusão do mandato".

O Sintasa disse que recorreu da decisão e que cumpriu as últimas determinações da Justiça do Trabalho, realizando novas eleições no prazo definido. O Sintasa esclareceu também que a Comissão Eleitoral recebeu as duas chapas concorrentes, mas uma delas foi desclassificada por não cumprir os requisitos necessários. O processo eleitoral seguiu normalmente com apenas uma chapa, que acabou sendo eleita.

Com informações da CUT e Sintasa 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais