Secretaria de Saúde de Aracaju admite que não recebeu paciente em UPA

0

A Secretaria de Saúde de Aracaju (SMS) enviou matéria à imprensa na tarde desta quinta-feira, 16, voltando atrás na informação dada ao Portal Infonet. A princípio, a versão dada teria sido de que  a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) – que transportava um paciente oncológico – não teria passado pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Nestor Piva e que o hospital estava vazio, o que não justificaria a falta de atendimento a qualquer paciente na tarde de ontem.

Hoje, a nota da SMS informa que a ambulância esteve na Unidade Nestor Piva e que o estado de saúde do paciente necessitava de um atendimento de alta complexidade, precisando ser atendido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não em uma Unidade de atenção média como é o Hospital Nestor Piva. “Lamentamos o ocorrido e prestamos nossos sentimentos à família. No entanto, é preciso frisar que por Lei, Aracaju é responsável pelos atendimentos de baixa e média complexidade. Recebemos os nossos pacientes pelas redes de urgência e emergência, os estabilizamos e, caso haja necessidade de UTI, encaminhamos, via central de regulação estadual, para as unidades de referência do Estado”, destacou o secretário-adjunto da Saúde de Aracaju, Carlos Noronha.

Caso

O paciente oncológico de 69 anos morreu dentro de uma ambulância do Samu sem o atendimento médico em unidades de saúde da capital na quarta-feira, 15. Depois do atendimento inicial feito pelos socorristas, ele foi levado pela unidade de suporte avançado (USA) até a UPA Nestor Piva, onde não foi recebido e não resistiu.

 

Comentários