À ESPERA DE DECISÃO

0

O senador José Almeida Lima (PSDB) estava ontem em Brasília e ainda aguardava uma decisão da Direção Nacional em relação aos rumos do partido em Sergipe. Ele mantém a posição anterior e está disposto a disputar o Governo do Estado, dentro do que fora acertado para o seu acomodamento no ninho tucano. Este mês faz um ano que o senador Almeida Lima conversa com membros da direção do PSDB e acha que já é tempo suficiente para que alguma coisa seja feita. Depois do encontro com o grupo liderado pelo ex-governador Albano Franco, a Direção Nacional retomou o diálogo com o senador Almeida Lima. Foi relatado tudo o que aconteceu na reunião, inclusive a proposta de se encontrar uma unidade para a legenda em Sergipe. Isso não é impossível, diz Almeida Lima, desde que o ex-governador procure outro rumo para disputar o Senado Federal. Como Albano e seus aliados deixam bem claro que não abandonam o tucanato, a sinalização é de dificuldade para o consenso.

 

Almeida Lima disse, ontem, que está esperando, ainda para esta semana – no máximo para a próxima – a decisão da Direção Nacional. Com a paciência de um jogador de xadrez, o senador acredita que, no final, vai valer o que foi discutido com a Executiva, para que ele se filiasse ao PSDB: aumentar a bancada no Congresso Nacional e ter um candidato a governador em Sergipe. Almeida reconhece que há impaciência dos seus companheiros no Estado, mas acha que não há outra alternativa, pelo menos nesse momento, senão esperar. Ele deixa bem claro que não fará política ao lado do ex-governador Albano Franco: “aliás, isso eu nunca fiz”, lembrou advertindo que os aliados de Franco, hoje, em Sergipe, são o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) e o prefeito de Aracaju, Marcelo Déda (PT), “com os quais Albano estará nas eleições de 2006, independente do PSDB ter candidato a governador do Estado e presidente da República”.

 

Neste final de semana, novas conversas políticas aconteceram em Aracaju, favoráveis a um entendimento mais amplo. Políticos que estão vinculados ou se vinculando ao senador Almeida Lima conversaram demoradamente, domingo à noite, em um restaurante de comidas típicas, com o deputado federal Jorge Alberto (PMDB). Entre pedaços de cuscuz e macaxeira ao forno trataram sobre a possibilidade de uma coligação partidária, visando as eleições de 2006, com participação na chapa majoritária. O jantar foi considerado bom, porque o PMDB em Sergipe demonstrou que está procurando um caminho de maior independência, para não permanecer apenas como partido de apoio a outras candidaturas, sem que tenha nada de volta.

 

O encontro teve tanto êxito que ontem mesmo, no período da tarde, o senador José Almeida Lima telefonou para o deputado federal Jorge Alberto para ampliar a conversa quando os dois estiverem em Brasília. Fez o mesmo com o presidente regional do PMDB, advogado Benedito Figueiredo. O objetivo é tentar falar a mesma linguagem em relação às eleições estaduais do próximo ano. Essa conversa entre PSDB e PMDB em Sergipe sugere mais obstáculo para o ex-governador Albano Franco, que, no seu campo de alternativas, também inseria esta legenda, inclusive através dos convites insistentes feitos pelo presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB), que em nível de Sergipe não agradava aos membros do partido. Apesar da insistência de Renan, Albano diz que vai se manter no tucanato, porque não consegue se ver em outro partido, embora essa não fosse a primeira e nem a última troca que ele faria.

 

Sábado passado à noite, num encontro de amigos, um experiente político garante que Albano Franco vai se unir ao senador Valadares no PSB e abrir todas as condições de ser o candidato ao Senado na chapa liderada pelo prefeito Marcelo Déda. Acha que não há espaço para o ex-governador onde ele se encontra. Admite, também, que Déda só chegará ao interior se tiver a companhia de Valadares e Albano. Repudia o preconceito do Partido dos Trabalhadores com qualquer outro partido, porque em Brasília o PT topa fechar acordo até com Paulo Maluf.

 

 

NEGADO

A 5ª Região do Tribunal Regional Federal, sediada em Recife, negou ontem o recursos suspensivo da decisão do juiz federal Edmilson Pimenta, sobre a exoneração de Luiz Mendonça da Secretaria de Segurança. O procurador geral do Estado, Edgard Silveira, comunicou ontem, por volta das 19 horas, a decisão da segunda instância.

 

EXONERAÇÃO

Nenhum outro instrumento jurídico, neste caso do secretário Luiz Mendonça, terá mais efeito suspensivo. Segundo explicou um advogado, o governador João Alves Filho já deve indicar um novo secretário, enquanto aguarda outras decisões na Justiça.

 

AGRAVO

Não foi julgado, entretanto, o agravo de instrumento da concessão de liminar, alegando que o secretário Luiz Mendonça está no cargo há mais de dois anos. O agravo alega que uma mudança imediata de um secretário de Segurança é muito complicada, porque existe todo um projeto em execução e envolve outros cargos. Alega, também, que existem precedentes.

 

NOMES

Dentro da Secretaria de Segurança o ambiente é de expectativa e especulação em torno dos nomes que podem ocupara pasta, substituindo a Luiz Mendonça. Ontem o nome mais cotado, nas especulações, era o de delegada Georlize Oliveira Teles, que atualmente dirige o Darf da Secretaria.

 

NOTIFICAÇÃO

Até ontem o oficial de justiça ainda não havia encontrado o secretário Luiz Mendonça para a entrega da decisão judicial, o que deve acontecer hoje. Dentro do Governo, entretanto, espera-se hoje a decisão da instância superior, que desfaz a decisão do juiz federal Edmilson Pimenta e Luiz Mendonça permanecerá à frente da Pasta.

 

LAMENTOU

Alguns integrantes do bloco oposicionista, conversando sábado à noite, lamentaram o decreto de exoneração do procurador Luiz Mendonça da Secretaria de Segurança. A maioria concordava que a saída de Luiz tira parte do discurso da oposição para as eleições do próximo ano. Acha que a violência dá um bom discurso.

 

TRABALHAM

O PMDB e PT vão trabalhar juntos para a derrubada da regra da verticalização – que obriga as legendas a repetir nos estados e municípios a aliança para a campanha presidencial. Fica impossível uma parceria entre as duas legendas com vistas à reeleição de Lula da Silva em 2006.

 

VERGONHA

O ex-deputado Gilton Garcia declarou que o Partido dos Trabalhadores não deve ter vergonha de apoiar o ex-governador Albano Franco para o Senado Federal. Gilton justifica sua posição: “quem serve para apoiar um candidato do PT, merece ter o apoio dos petistas”.

 

EXEMPLO

Gilton diz que o PT em Sergipe deve se espelhar no presidente Lula, que faz acordo com o Orestes Quércia (PMDB), que pode ser embaixador em Roma, em lugar de Itamar Franco. Acrescenta que quem tem o ex-governador paulista Orestes Quércia como aliado, não pode se envergonhar de ter Albano Franco em sua chapa majoritária.

 

INDIFERENÇA

Gilton Garcia ainda diz que o prefeito Marcelo Déda tem tratado com indiferença os aliados que apoiaram o PT na campanha de 2002. Revela que essa indiferença está repercutindo no interior. O pessoal quer apoiar e participar do Governo. Os melhores cargos não podem ser só para o PT.

 

XAREL

O médico Ricardo Hangenberck, que também é pescador, disse que os peixes de água salgada estão sendo encontrados a 160 km da foz. Segundo Ricardo, o pescado Francisco Mendonça pescou um Xarel de 8 quilos em Gararu, Lá também se pesca muito Carapeba.

 

COBRANÇA

O Diretório Estadual do PT está cobrando de alguns diretórios municipais recibos para complementar os gastos de campanha junto ao TER. O presidente do Diretório de Laranjeiras, por exemplo, terá que passar um recibo no valor de R$ 1.998,00.

 

INQUÉRITO

O inquérito que investiga o assassinato do agiota Motinha, ocorrido no restaurante Paraty, está em andamento. A Polícia está cumprindo as diligências requeridas pelo Ministério Público no caso Motinha. A qualquer momento poderá surgir uma denuncia do MP sobre o crime.

 

AGÊNCIA

O deputado João Fontes está enviando para todos os presidentes de OABs representação em relação aos pedidos de fichas à Agencia de Brasileira de Inteligência (Abin). Fontes disse que o pedido foi visto por dois presidentes de OAB que, por conveniência, não vai revelar seus nomes.

 

Notas

 

INVESTIGA

O Governo Federal, através da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) está investigando a vida das pessoas que têm se colocado contra o projeto de transposição das águas do rio São Francisco. Entre elas os deputados João Fontes, Augusto Bezerra, os professores Luiz Carlos Fontes e João Abner. No debate, que aconteceu no auditório da OAB, o ministro Ciro Gomes, pediu a um assessor que trouxesse as fichas de João Fontes e Augusto Bezerra.  O presidente da OAB, seccional Sergipe, Henri Clay considerou o fato “gravíssimo”.

TRANSPORTE

Aproximadamente 70% das pessoas que andam gratuitamente nos transportes urbanos de Aracaju não estão regulares. A denuncia é feita pelo Setransp, que está fazendo um levantamento do excesso de pessoas que usam alguma carteira, permitindo a circulação nos ônibus sem efetuar pagamento. São pessoas com carteiras falsas, funcionários de empresas de vigilância, sindicalistas, policial sem se identificar ou com acompanhante, usuários que se dizem idosos mas não apresentam a carteira de identidade.

 

DESEMPENHO

Sergipe aparece em segundo lugar no ranking dos estados com menos taxa de congestionamento de processos em todo país, de acordo com dados de uma pesquisa publicada pela revista Veja desta semana, feitos pelo Supremo Tribunal Federal. A notícia animou os membros do judiciário. Segundo a matéria publicada pela revista Veja, a análise durou um ano e levou técnicos do Supremo a todos os estados brasileiros, pra colher informações das Justiças estadual, federal e trabalhista.

 

É fogo

 

O PTB terá um quadro forte de candidatos a deputado estadual nas eleições do próximo ano, o que será difícil para todos.

 

O prefeito de Lagarto, Zezé Rocha (PTB) quer que a filha seja candidata a deputada estadual nas próximas eleições.

 

A bancada federal deve permanecer em Sergipe esta semana, porque a sessão na Câmara só acontecerá a partir de amanhã.

 

O ex-senador Francisco Rollemberg será candidato ns eleições de 2006. Tudo indica que vai tentar uma vaga na Assembléia Legislativa.

 

Gilton Garcia também será candidato a deputado federal nas próximas eleições, mas ainda está analisando o quadro.

 

Com o problema na Secretaria da Segurança, um membro da cúpula disse que a Pasta tem vários comandos e ninguém obedece.

 

O deputado Garibalde Mendonça (PDT) não deverá trocar de partido, como fez seu amigo José Almeida Lima, que ingressou no PSDB.

 

O vereador Gonzaga (PMDB) tem declarado sua preocupação com a questão das multas em Aracaju.

 

Em 18 meses de existência, o ComprasNet já economizou para o estado R$ 84.106.287,22. O equivalente a 43% do valor inicial dos produtos adquiridos.

 

A TAM continua líder absoluta, com 42,30% dos passageiros transportados, o equivalente a cerca de um milhão de pessoas.

 

A Gol ultrapassou a Varig em abril e atingiu o segundo lugar no mercado de aviação comercial brasileiro.

 

A produção industrial brasileira cresceu 1,5% em março sobre fevereiro após dois meses de queda, mas a expansão frente a igual período de 2004 perdeu força.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais