Araxá (MG) – Termas de Dona Beja

0

Quando se fala em estâncias hidrotermais, piscinas radiotivas e águas com poderes milagrosos, a cidade de Araxá é logo lembrada. Situada no interior mineiro,  a pouco mais de 375 km de Belo Horizonte e com pouco mais de 90 mil habitantes, a cidade traduz-se num dos principais destinos

Complexo do Barreiro – Grande Hotel e Termas de Araxá. Foto: Convention Bureau de Araxá
do país quando nesse segmento.

 

O complexo do Barreiro, formado principalmente pelo Grande Hotel e as Termas de Araxá, é um dos principais do gênero no país, famoso também pela sua suntuosidade e por já ter sido palco de decisões históricas na Era Vargas, quando foi inaugurado em 1944.

 

As decisões ficaram na história, porém, suas águas continuam atraindo milhares de turistas durante todo o ano. São nada menos que mais de 40 mil m² de bom gosto e refinamento de suas edificações, abrangendo, lagos, piscinas, banheiras, duchas e alas de massagens e ginástica.

 

O Barreiro teve origem na lama formada pelas águas de suas fontes naturais, onde os sais minerais acumulados em suas rochas atraíram o gado dos primeiros colonizadores. Localizado em um relevo com características vulcânicas, onde ocorreu transformações geológicas profundas há 80 milhões de anos, o local é envolvido por encostas verdes e uma paisagem exuberante. Dista 5 km do centro

Piscinas radiotivas fazem sucesso entre os turistas
da cidade e, segundo os esotéricos, ali paira uma energia de alta intensidade, fazendo de Araxá um lugar mais que especial.

 

O Grande Hotel se impõe pela magnitude de seu conjunto arquitetônico, projetado pelo arquiteto Luiz Signorelli, sob influência do estilo missões e tem aproximadamente 33 mil m² de área construída. O palacete impressiona pelos seus imponentes salões, revestidos em mármore de Carrara, decorado por rico mobiliário, lustres de cristais da Boêmia, janelas com cristais franceses bisotados, obras de arte em afrescos e vitrais. Seus apartamentos, reformados e modernizados, têm capacidade para atender cerca de 800 hóspedes.

 

As termas fazem parte do complexo e estão ligadas ao Grande Hotel por uma galeria suspensa decorada com afrescos de paisagens dos principais pontos turísticos de Minas Gerais. Sua entrada principal é surpreendente e no seu foyer encontra-se uma rotunda em vitrais multicoloridos que narra trechos épicos da história de Minas Gerais e filtra luz natural que ali penetra. No piso em forma circular encontra-se uma cabala de oito pontos. Nas paredes que o circundam está registrada a história da colonização de Araxá e, no segundo piso, sustentado por colunas em mármore, a história dos banhos através dos séculos. É nesse local de energia e paz, onde os banhistas descansam e relaxam, que saem as alas de acesso aos banhos.

 

A piscina emanatória de água radioativa é indicada para relaxamento e terapias para reabilitação de

Cabala de oito pontas no foyer do Grande Hotel
funções motoras. Os banhos sulfurosos e radioativos, realizados em banheiras individuais, aproveitam as propriedades das águas e as associam ao calor, proporcionando ações relaxantes e revitalizantes. É também indicado para embelezamento e tratamento de problemas reumáticos e dermatológico.No centro de estética são realizados tratamentos de pele, aromaterapia, cromoterapia, massagem clássica e estão à disposição dos turistas: fisioterapia, hidroterapia, ginástica em aparelhos, salões de recreação e beleza.

 

Faz parte do complexo à fonte Dona Beja, circundada entre pedras vulcânicas, em uma gruta estilizada em forma de emanatório, que brota a água radioativa, cujas propriedades ativam o metabolismo e estimulam a assimilação diurética, atuando como desintoxicante do organismo e agente hipotensivo.

 

Conta à história que Dona Beja, nascida em Formiga com a égide Ana Jacinta de São José, escandalizou a sociedade da época com seus atos pouco comuns. Ela viveu em Araxá e faleceu em Estrela do Sul, em 1873.

 

Segundo relatos, na adolescência Beja foi raptada pelo Ouvidor Inácio Silveira da Mota, com ele passou a viver e conquistar prestígio junto aos políticos do Império. Mesmo mantendo-se solteira,

Vitrais e azulejos contam a história dos banhos
alcançou uma posição de destaque na sociedade, numa época que se caracterizava pela submissão feminina. Dona Beja ou Beija assumia atitudes atribuídas unicamente aos homens, como solicitar providências à administração pública, recorrer à justiça, comprar, vender e construir imóveis ou participar de movimentos políticos locais, como a Revolução de 1842. E, sobretudo, encantava-os.

 

Mas não é só do Barreiro e da história de Dona Beja que vive o turismo de Araxá. Casarões antigos, museu, igrejas, pontos místicos e religiosos, culinária tipicamente do interior de Minas e fabricação caseira de doces, sabonetes e porcelanas atraem visitantes durante todo o ano.

 

Museu Dona Beja é ponto turístico do município

A cidade também é famosa por sua qualidade de vida, na qual 80% de sua população é atendida com as necessidade básicas, sem possuir favelas e cortiços. No raio de 600 km, partindo de Araxá, está a região de maior concentração populacional do país, abrangendo mais de 80 milhões de pessoas. O acesso é facilitado por importantes rodovias e há um aeroporto que permite voos noturnos.

 

Além de suas águas minerais, o município abriga a maior reserva de nióbio conhecida no mundo, cuja extração e metalurgia são realizadas pela CBMM e exportadas para todos os continentes. O minério de apatita de alto teor é extraído e transformado em fertilizantes fosfatados, abastecendo grande parte da agricultura brasileira. As águas de Araxá são engarrafadas e distribuídas para os principais mercados brasileiros.

 

Em frente ao Grande Hotel, encontra-se a fonte Andrade Júnior, onde estão localizadas as fontes

Culinária mineira e os famosos queijos
alcalino-sulfurosas. O prédio é constituído por um pavilhão situado em uma pequena península no lago de água de lama sulfurosa. Possui quatro bebedouros que escoam águas mineralizadas, carbonatada, sulfatada, radioativa e alcalina, indicadas para casos de diabetes, gota, obesidade, desvio de metabolismo, hepatite, males dos rins, estômago, fígado e problemas de pele. J

 

Junto à fonte estão expostos fósseis de animais pré-históricos encontrados no local durante o período de construção do Grande Hotel e Termas de Araxá. Na cidade também há o Museu Dona Beja, o Mirante do Cristo e várias outras atrações naturais e de esporte de aventura.

 

Fonte: www.thermatour.com.br

 

Na Bagagem

 

ü       Profissionalismo e multiculturalidade são as palavras que podem resumir o evento “Pernambuco bom para Você”, realizado pela Empetur e Recife Convention & Visitors Bureau, dia 22, no Radisson Hotel Aracaju. O evento teve a finalidade de divulgar os atrativos de Pernambuco, capacitando e motivando os mais de 150 agentes de viagem a venderem bem o destino e tradições pernambucanas.

 

Por meio de uma palestra interativa voltada para aguçar os cinco sentidos, o público foi convidado a sentir Pernambuco com o showman Sérgio Gusmão. Houve uma rodada de negócios após a palestra e todos apreciaram ritmos, som, toques e batuques da multiculturalidade pernambucana, enquanto degustava-se o mais autêntico cardápio regional, como o bolo de rolo, os salgados à base de frutos do mar, camarão empanado com coco ralado, de autoria do chef e galã André Falcão.

 

Pernambuco mostrou que com profissionalismo e criatividade, pôde-se aguçar os cinco sentidos do público-alvo. Afinal, não foi difícil deixar o evento com a sensação de que o som do mar e os ritmos dos batuques foi um convite à diversão pernambucana. O sabor dos pratos regionais inspirou os paladares mais exigentes. O toque do forró na noite pernambucana revelou uma cidade alegre e festeira. O cheiro motivou uma sensação de bem-estar. Quer mais? É só conhecer os belos cenários e sentir o porquê que Pernambuco é bom para Você.

 

ü       O quiosque Três Poderes situado na Praça Fausto Cardoso em Aracaju (SE) tem atraído uma boa clientela as sextas-feiras, no final do expediente. É uma boa pedida para quem gosta de cerveja gelada e petiscos com qualidade.

 

ü       Por que não aproveitar a nova iluminação dos prédios públicos da praça Fausto Cardoso e da praça São Francisco, em São Cristóvão (SE), e criar um novo passeio turístico noturno? Um dos roteiros poderia ser feito incorporando o lual no catamarã pelo rio Sergipe. Vale a pena inovar.

 

ü       Neste final de semana os sergipanos ficarão sabendo se a praça São Francisco, em São Cristóvão (SE), será Patrimônio da Humanidade. É aguardar para correr para o abraço.

 

ü       Passaporte com chip deverá ser testado este ano no Aeroporto Internacional de Brasília (DF). A medida faz parte do projeto de agilidade e segurança dos aeroportos do país, visando a Copa do Mundo de 2014.

 

 

Passaporte

 

Punta del Leste – Uruguay

 

Antes de chegar ao balneário de Punta del Leste, passa-se por Piriápolis, um outro balneário famoso pelos cassinos. Porém, é em Punta que a união entre jogo, praia, vida noturna e crescimento imobiliário atrai mais de 400 mil visitantes durante o verão, muitos deles artistas, políticos, endinheirados e jovens da classe média alta.

 

Punta del Leste fica no departamento de Maldonado e é está entre os dez balneários de luxo do mundo e o primeiro da América Latina. A visita aos mamíferos marinhos também é uma atração, além das mansões que não possuem números, mas sim, nomes dos proprietários em suas portas e o Cassino Conrad.

 

Fotos: Silvio Oliveira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais