As eleições deste ano serão diferentes

0

As eleições deste ano para a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal serão diferentes das de 2018, pois impedem as coligações proporcionais. Isso significa que um candidato a deputado bom de votos não mais emprestará as sobras para os postulantes de outros partidos coligados. Por causa dessa mudança, muitos candidatos a vereador no pleito de 2020 deram com os burros n’água.  Há quem diga que com esta nova regra, somente as legendas com posturas ideológicas claras e organizadas serão capazes de atrair filiados por meio de suas propostas. Por outro lado, os chamados partidos fisiológicos, que servem somente como legendas de aluguel, estão fadados à extinção. Por conta dessa mudança na legislação eleitoral, é bom os partidos estruturarem suas chapas de candidatos a deputado de forma sólida e com candidaturas viáveis. Ao fim e ao cabo, este poderá ser o diferencial entre a sobrevivência ou não da sigla e entre ter ou não representantes na Assembleia e na Câmara Federal. Que assim seja!

Vereadores expulsos

O DEM de Ribeirópolis expulsou três dos seis vereadores eleitos pelo partido em 2020. O cartão vermelho demista atingiu os parlamentares Zé Veio, Miguel da Loja e Daisy Lima. Em nota, a legenda informa que os expulsos colocaram “os interesses individuais à frente dos seus correligionários”. Traduzindo: os três ex-demistas se bandearam para o lado do prefeito Rogério Sobral (PL), adversário do DEM. O Democratas elegeu em 2020 mais da metade dos 11 vereadores daquele município sergipano. Aff Maria!

Grana na conta

A Prefeitura de Aracaju pagará os salários do funcionalismo municipal, referentes a este mês, na próxima sexta-feira. Receberão nesta data os trabalhadores da administração direta, indireta, cargos em comissão, aposentados e pensionistas. Ao divulgar a boa notícia, o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) lembrou que o pagamento dos salários em dia é um compromisso que a gestão municipal tem honrado com os servidores municipais desde janeiro de 2017. Supimpa!

Juiz temporário

O advogado e ex-procurador geral de Aracaju, Carlos Pinna de Assis Filho, foi nomeado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), para o cargo de juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe. O distinto ocupará a vaga deixada por Raymundo Almeida Neto, que encerrou o seu mandato como magistrado temporário. O novo juiz eleitoral vem a ser filho do conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Carlos Pinna de Assis. Ah, bom!

Sem explicação

Um preso custa por mês ao Estado algo em torno de R$ 2,4 mil, enquanto a despesa anual com um estudante é de cerca de R$ 2,2 mil. Diante de tamanha discrepância, não se entende porque, em vez de construir mais e mais escolas, os governos estaduais e federal insistem em gastar milhões na construção de novos presídios. Durma com um barulho desse!

Visita de cortesia

E quem deu com os costados na Assembleia foi o advogado Danniel Alves Costa, recém-empossado presidente da OAB sergipana. Foi fazer uma visita de cortesia ao presidente do Legislativo sergipano, deputado estadual Luciano Bispo (MDB). Durante a conversa, o emedebista convidou Alves Costa para fazer uma palestra na Assembleia. Nem precisa dizer que o presidente da Ordem garantiu comparecer ao Parlamento para expor sobre o planejamento da nova gestão da OAB. Então, tá!

Cadê os testes?

E a vereadora Linda Brasil (Psol) anda preocupada com a falta de testes para diagnosticar a covid-19 nos postos de saúde de Aracaju. A parlamentar revela que pessoas têm reclamado das enormes filas nas Unidades Básicas de Saúde, além de terem recusados os pedidos para serem testadas. Segundo Linda, a falta de unidade na comunicação das UBSs e como administrar os testes revela um problema grave para o enfrentamento da pandemia. Crendeuspai!

Em busca de acordo

O secretário de Segurança Pública, João Eloy, recebe hoje os representantes do Movimento Polícia Unida. Policiais civis, militares e bombeiros exigem do governo o pagamento do adicional de periculosidade, a reposição das perdas inflacionárias dos últimos 10 anos e a reestruturação das carreiras. O governador Belivaldo Chagas (PSD) tem dito que o Estado não dispõe de recursos para atender as reivindicações. Caso não seja atendido, o Movimento afirma que “a revolta da tropa será vista como nunca antes”. Home vôte!

Senador invocado

O senador Alessandro Vieira (Cidadania), pré-candidato a presidente da República, atacou a declaração do presidente da legenda, Roberto Freire, que descartou a manutenção da candidatura presidencial para as eleições de outubro. Segundo o senador, Freire ficou tanto tempo na presidência da legenda “que passou a confundir sua opinião pessoal com a decisão do partido”. Vieira disse ainda que respeita qualquer decisão colegiada, “mas não o arbítrio”. Roberto Freire é presidente do Cidadania desde 1992. Danôsse!

Dinheiro mal usado

E o ex-deputado federal Mendonça Prado (PDT) lamenta a forma como os recursos federais são usados pela classe política. Segundo ele, congressistas filiados aos mais variados partidos, aprovaram um orçamento que permite a deputados e senadores dividirem com o presidente da República as verbas destinadas a investimentos. Segundo Mendoncinha, esta é “uma decisão que obstaculiza a implementação de projetos estruturantes. Um verdadeiro excesso”, fustiga. Corretíssimo!

Vazão é mantida

A vazão de 4 mil metros cúbicos por segundo (m³/s) do Rio São Francisco permanecerá até o próximo dia 1º. Segundo a Chesf, este volume d’água verificado a partir do Reservatório de Sobradinho, na Bahia, é o maior nível no curso natural do Velho Chico dos últimos 13 anos. Só no início de fevereiro é que a companhia informará se a atual vazão vai permanecer, diminuir ou aumentar ainda mais. Aguardemos, portanto!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 31 de março de 1926

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais