Atabalhoado, governo prejudica o que não faz: o turismo de eventos

0

 

 

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Este espaço já relatou nas últimas semanas o caos que é hoje o turismo em Sergipe. Tiraram um secretário com o argumento de apatia e indicação política e o governador resolveu “tapar o buraco” com o secretário de Comunicação, que está fazendo pior do que o anterior.

Conseguiu desagradar todos os segmentos do setor, fazendo apenas o feijão com o arroz, viajando para feiras e mais feiras, levando o tradicional estande de Sergipe, mas uma política de gestão para o turismo passa longe.

O que aconteceu na orla, no início do Aracaju Moto Fest, com um batalhão de policiais realizando uma fiscalização desnecessária em motociclistas que vieram de toda a parte do país apenas confirmou que se vive num Estado onde o turismo está sendo jogado de lado pelo governo.

O governo que ao invés de aplaudir eventos realizados pela iniciativa privada prefere perseguir. No feriadão os hotéis estavam quase todos lotados com um percentual significativo de motociclistas que vieram participar do tradicional Aracaju Moto Fest. E o governo ainda enviou release para a imprensa com se o percentual positivo foi por causa dele.

Acorda governador! Enquanto o turismo vive esse marasmo por conta da inércia do governo, o gestor da área prefere continuar tirando fotos mostrando uma alegria solitária como se tivesse sorrindo da desgraça alheia. Por isso virou piada no segmento com o título de “secretário risadinha.”

 

Nota Oficial A organização do Aracaju Moto Fest vem a público lamentar a atitude da Polícia Militar do Estado de Sergipe, que na noite da última quinta-feira, ocupou a entrada do evento com praticamente um batalhão de policiais. As autoridades policiais aproveitaram o evento para fazer uma fiscalização desnecessária no público que veio de todas as partes do Brasil para prestigiar o Moto Fest. O Aracaju Moto Fest é um evento tradicional que acontece na capital sergipana movimentando o turismo e a economia há 18 anos e em nenhuma edição esse transtorno foi causado na entrada do evento. Outro fato lamentável foi o fechamento de um dos estacionamentos da orla mais próximos do kartódromo onde acontece o evento. Causando assim transtornos não só para os motociclistas, como também para os pedestres e visitantes da festa. Uma situação lamentável onde a organização do Aracaju Moto Fest pede desculpas a todos os que se sentiram lesados e vem a púbico pedir que o Comando Geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe tome providências para resolver esta situação.

Belivaldo continuará afastado do governo.  E o governador Belivaldo Chagas após passar dois dias internado no Hospital São Lucas por conta de um pico da pressão alta, continuará em repouso em casa. Com isso a vice, Eliane Aquino conduzirá o governo esta semana. Detalhe: Belivaldo, pelas redes sociais, recebeu a solidariedade de diversos aliados e amigos, mas nada foi visto da vice. Segundo uma fonte segura, amiga de verdade de Belivaldo, Eliane não o visitou no hospital, não telefonou e muito menos fez alguma postagem nas redes sociais, onde ela é ativa, de solidariedade ao governador. Pelo zap, o blog foi informado pela vice, que ela preferiu entrar em contato com a filha e o genro e como foi informada que ele estava bem preferiu não visitá-lo. “Sei o que significa estar num hospital e precisa ter Paz!”, escreveu,

Reposição salarial dos últimos 8 anos Quando será que o governador Belivaldo Chagas enviará para a Assembleia Legislativa a reposição da inflação dos últimos 8 anos para a maioria dos servidores? Neste período só o Poder Legislativo e o Poder Judiciário, além do MPE e do TCE, tiveram esse direito.

Operação Babel, do lixo: falta de equipamentos e pessoal dificulta perícia em computadores e celulares aprendidos O blog teve acesso a um ofício do Instituto de Criminalista respondendo a Justiça de Sergipe que cobrou a perícia nos equipamentos apreendidos na operação da Máfia do Lixo e na resposta foi informado que a perícia não tinha sido iniciada porque é preciso realizar a mesma no equipamento pertencente ao laboratório da PF de Sergipe que tem uma alta demanda. São 1.400 equipamentos em espera para perícia. Além disso o quadro atual de profissionais não consegue atender o crescimento exponencial de solicitações. A Operação Babel foi deflagrada pelo Deotap em abril de 2017.

PIB cai em três estados: Sergipe entre eles Rio de Janeiro, Sergipe e Paraíba foram os únicos estados com queda no Produto Interno Bruto (PIB) em 2017 e acumularam o terceiro ano seguido negativo, de acordo com o Sistema de Contas Regionais, divulgado hoje (14) pelo IBGE. Na semana passada, o instituto revisou o PIB nacional de 1,1% para 1,3%. As variações negativas do PIB de Sergipe (-1,1%) e da Paraíba (-0,1%) são explicadas pela retração da Indústria, também puxada pelo setor da Construção. “Sergipe tem uma influência direta da atividade de eletricidade, em que pese que a usina de Xingó reduziu a produção em 2017, por causa da redução da vazão. Na Paraíba, a explicação está na atividade nas indústrias de transformação”, afirmou Alessandra. Toda matéria da Agência de Notícias do IBGE aqui.

Desigualdade na distribuição de renda continua grande em SE “Gualberto fala de bolsa família do Governo Bolsonaro que começou este ano. Mas o que o grupo dele, que comanda Sergipe deste 2007, fez para reduzir esta desigualdade na distribuição de renda em nosso Estado?” A pergunta foi feita pelo deputado estadual Georgeo Passos nas redes sociais mostrando dados do diagnóstico de pobreza e renda do PNAD.

 

Poço artesiano clandestino na Orla. Omissão da fiscalização Uma semana depois que o blog publicou foto mostrando um poço artesiano aberto na orla no estacionamento onde foram instaladas barracas de lanches nada foi feito. A água do poço está sendo usada para lavar utensílios e até cozinhar. Cadê a Adema? Cadê a vigilância sanitária? Cadê a SPU, que agora comanda a Orla e, certamente, é contra uma irregularidade como esta. Já a Emsetur o blog tem dúvida já que foi informado – e está verificando para publicar o nome da autoridade que dizem que é “forte” e parente de um associado da associação das barracas localizadas no estacionamento (isso mesmo caro leitor, a orla tem mais associações do que clientes). Segundo informações a autoridade que é parente do associado barra qualquer fiscalização. É Sergipe Del Rey…

Policiamento ostensivo no Centro de Aracaju Será que o comando da PMSE não entende que o policiamento ostensivo no centro têm áreas que as duplas conhecidas como Cosme e Damião precisam ficar permanentemente? É o caso da Praça General Valadão, onde estão situados bancos com grande movimentação, a saber, Caixa, Banese, Bradesco e Banco do Brasil. Tem horas que não se acha uma polícia no local.

Refis SE: começa hoje,18, com condições diferenciadas O Governo do Estado está oferecendo condições diferenciadas para as empresas e consumidores que tiverem interesse em quitar os débitos com o Tesouro Estadual. O Programa de Regularização Fiscal (Refis) começa hoje,18, e poderá ser feito até 27 de dezembro de 2019, para regularizar os débitos referentes ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e ao Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Empresas e consumidores podem acessar o site da Sefaz e verificar as condições de negociação, que em alguns casos chegam a ter redução de 95% das multas e 80% dos juros.

Relação poder público e iniciativa privada Ao participar do encontro realizado pelo LIDE Sergipe (grupo de líderes empresariais) na semana passada com as presenças do ministro aposentado do STF, Carlos Britto e do sociólogo, Demétrio Magnoli, o empresário Luciano Barreto, presidente da Associação Sergipana de Empresários de obras Públicas e Privadas – ASEOPP, aproveitou para fazer uma análise da relação do poder público com a iniciativa privada no país.

Falta de segurança jurídica no Brasil Abordando a palestra de Carlos Britto quando se referiu as PPP´s, Luciano Barreto, abordou também as concessões e a locação de ativos, lembrando que existem 17 trilhões de dólares aplicados em bancos em todo mundo, preferencialmente nos asiáticos a juros negativos e estas aplicações estão sobrevoando os países emergentes em busca de oportunidades de investimentos. “Eles não investem no país por falta da segurança jurídica”, dando como exemplo a recente depredação feita pela Prefeitura do Rio de Janeiro num cabine de pedágio privada sem alegação e ressarcimento. “Faltam garantias pelo poder público”, disse lamentando que no Brasil a garantia pública pouco vale. As empresas estatais estão se tornando privadas no que interessa a elas e continuam públicas na hora de honrar seus compromissos jogando tudo para os precatórios.

Realidade da pequena e média empresa O presidente da ASEOPP abordou ainda a audiência que participou em Brasília onde reforçou o que a associação vem defendendo há 10 anos, que é o preço justo, obra concluída e sociedade atendida. “Não se fala da realidade da pequena e média empresa do Nordeste e da maioria do país. A construção civil está destruída e a imprensa nacional só fala em construção civil citando a corporação de São Paulo, mas somos 100 mil em todo país e cerca de 95% são pequenas e medias empresas e a imprensa nacional não aborda este problema”, registrou.

Regras e acórdãos do TCU Luciano Barreto avaliou que no Brasil só se pensa em preço e punição e não há livre iniciativa do preço por conta das regras e acórdãos que muitas vezes não cumpri a lei. As regras que o TCU impõe não permite que as obras sejam concluídas com preços tabelados no mínimo e aceitam proposta com cerca de 40% de desconto e estas obras não serão concluídas”, disse dando como exemplo o Hospital do Câncer em Sergipe que o TCU tabelou e ele uma empresa ganhou com um preço bem abaixo e ele alertou antes do início que a obra não seria realizada. “Está lá parada e ninguém é punido”, alertou

Reforma profunda Para Luciano Barreto é preciso realizar uma reforma profunda na gestão pública do país que permita que a relação do privado tenha uma equivalência com o poder da administração pública. “Sem isso estas Lava Jato vão se repetir, o maior erro é não trabalhar para evitar acontecer, permitem que roubem para depois combater”, disse alertando que o Brasil é um dos poucos países do mundo onde existe o precatório. “E um país que tem precatório não será sério nunca.”

CongrePICS e o IV PICS NE Foram realizados da última quinta-feira 14, até ontem, 17, no Campus da UFS de Lagarto o II Congresso Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (CongrePICS) e o IV Encontro Nordestino de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICSNE), com a presença de pesquisadores, estudantes, movimentos sociais, professores, trabalhadores e usuários do SUS.

Laranjeiras: opção de tratamento contra ansiedade é destaca em Congressos O Governo Municipal de Laranjeiras, através da Secretaria Municipal de Saúde e Bem Estar Social, foi representada nos dois congressos e no sábado, 16, ganhou um grande destaque através da amostra do trabalho onde profissionais da saúde abordaram sobre o tema: Mulungu uma opção no Tratamento contra a ansiedade em paciente da Unidade Básica de Saúde (UBS) José Augusto dos Santos.

Alternativas para melhor atender a população “É muito gratificante saber que nossos profissionais buscam de outras alternativas, por meio da Educação Popular para melhor atender população do nosso território municipal”, destaca a Secretária Erivalda Farias. O mulungu (Erythrina velutina), também conhecido como canivete, bico-de-papagaio e corticeira, é uma planta medicinal muito eficaz no tratamento de problemas psicológicos relacionados ao estresse, planta fácil de ser encontrada no povoado Mussuca/Laranjeiras.

Mês da Consciência Negra A Secretaria Municipal de Igualdade Racial, segue realizando ações no mês da Consciência Negra. No dia 14 foi realizado o O Fórum Estadual de Educação Quilombola da Grande Aracaju através da SEPPIR, SEMED, Fórum Estadual, SEED e Comunidade Quilombola Mussuca. O Fórum ocorreu na Escola Municipal José Monteiro Sobral. A participação e Organização da Comunidade Mussuca, foi imprescindível para o sucesso do Fórum, que contou com professores e diretores, alunos da rede Municipal, além de professores da UFS e diversas Comunidades Quilombolas do Estado.

Associação do Cotinguiba discute novo estatuto amanhã, 19 Com nova direção desde outubro, a Associação dos Municípios da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba reúne seus membros nesta terça-feira (19) para discutir plano de atuação da Associação e mudança de estatuto. A reunião ocorre no Real Praia Hotel, na Orla de Atalaia, a partir das 11 horas.

Prevenção à fraude e à corrupção Na ocasião, o representante do Tribunal de Contas da União em Sergipe, Jackson Luiz Araújo, apresenta estratégia nacional de prevenção à fraude e à corrupção. Para o presidente da Associação, o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, a reunião será um momento de unir forças em prol dos objetivos comuns dos municípios.

Conselho de Psicologia de Sergipe realiza Seminário de Relações Interétnicas Com o tema “Desvelando o Racismo: quais vidas importam, quais vidas incomodam?”, o Conselho Regional de Psicologia da 19ª Região (CRP19), por meio do Grupo de Trabalho Psicologia e Relações Interétnicas, realiza a quarta edição do SEMPRI – Seminário Psicologia e Relações Interétnicas. O encontro acontece de 20 a 22 de novembro, na Universidade Federal de Sergipe, campus São Cristóvão (SE).

Construção “O evento se estabelece como um importante espaço de encontro, discussões e construção dos diversos campos da sociedade – instituições, movimentos sociais, comunidade, visando o fortalecimento das lutas antirracistas e por igualdade social”, enalteceu Joana dos Santos, ativista dos Direitos Humanos, pesquisadora sobre Relações Raciais e uma das coordenadoras do GT/CRP19.

Campanha O seminário, alusivo à Semana da Consciência Negra, propõe mesas redondas, conferências e rodas de conversa. Na quarta-feira (20), 17h, o evento será aberto com apresentação artística e haverá o lançamento da campanha “Todo o racismo é uma forma de violência”.

Mesa redonda Na quinta-feira, 21, as atividades começam às 8h com a mesa “Corpos negros e afetividade”, com os palestrantes Hênio Rodrigues, Taynã Querino e mediação Klécio Barbosa. O segundo tema da manhã será “Antirracismo: perspectivas psicológicas e educacionais”, com Uelinton Moreira, Israel Jairo e mediação Joana dos Santos. À tarde, a partir das 14h, Baruc Fontes e Paloma de Souza tratam sobre “Qual lugar da branquitude na luta antirracista?” A mediação será de Uelinton Moreira. Adriana Marcelino e Genisson Sabino trarão o tema “Violência como projeto de extermínio da população negra”. A mesa redonda será mediada por Fabyanne Wilker.

Mesa redonda II O último dia do SEMPRI, sexta, 22, será iniciado com apresentação cultural. Na programação, três Mesas Redondas serão realizadas. Pela manhã “Feminismo negro”, com Tayná Gomes, Aline Braga e Pérola Lavinny. A mediação será de Thays Gonçalves. Para o tema, “Psicologia Preta”, Klécio Barbosa será o mediador e as palestrantes, Joana dos Santos e Taynã Querino. Encerrando o IV SEMPRI, membros do GT Psicologia e Relações Interétnicas/CRP19 abordam “Luta antirracista: é possível mudar esse cenário?”. O Seminário Psicologia e Relações Interétnicas é um evento gratuito e será concedida certificação eletrônica de participação. As inscrições poderão ser realizadas pelo SIGAA (Sistema de eventos da UFS aqui.

Atualização em Cardiooncologia O oncologista clínico e coordenador da Oncologia da Onco Hematos, André Peixoto, e o cardiologista João Paulo Vieira participaram nos dias 8 e 9 deste mês, do I Simpósio Sergipano de Cardiooncologia. O evento aconteceu no Radisson Hotel em Aracaju.

I Congresso Sergipano Multiprofissional de Oncologia A equipe da clínica Onco Hematos participou do I Congresso Sergipano Multiprofissional de Oncologia, que aconteceu no último sábado, em Aracaju. O oncologista clínico André Peixoto e o cirurgião oncológico Roberto Gurgel participaram de mesas de debates. Além deles, a nutricionista Miriam Duarte ministrou duas palestras no evento, que contou com a participação de profissionais e estudantes da área.

Campo do Brito Espírita – Eu vou! Evento gratuito O Campo do Brito Espírita é um evento bienal realizado pelo “Centro Espírita Unidos na Fé” e sua 7ª edição acontecerá nos dias 23 e 24 de novembro de 2019, na cidade de Campo do Brito/SE, com o tema central “Viva a Vida” e a participação de diversos palestrantes e artistas espíritas: palestra – Marcel Mariano/BA, Frederico Menezes/PE e Júlio César Góes/SE; música – Moacyr Camargo/SP e Ítalo Lima/SE; poesia – Edgar Diniz/PE; teatro – Cia de Teatro Espírita Hariboll/RS e Teatro Móvel Cornélio Pires/PR, cinema – Claiton Freitas/DF. Todos detalhes no site: http://www.ceuf.net/index.php 

 

ESPECIAL

Doa Sergipe: Dia de doar, 3 de dezembro de 2019. Veja as Ongs que estão organizando e como você pode participar

O Dia de Doar é uma data de solidariedade que vai se consolidando cada vez mais, e que traz a melhor ação como um passo além num dia específico do ano: sempre na primeira terça-feira de dezembro. Esse dia abarca hoje mais de 30 municípios trabalhando em âmbito nacional. É uma construção conjunta que está no seu quarto ano como fomento da cultura de doação.

Em Aracaju, o projeto foi discutido na quarta-feira, 13 de novembro, na T3 Consultoria, e auxiliou todos os colaboradores presentes a engajarem a sociedade sergipana nas causas humanitárias.

“Apresentamos problemáticas e projetos, ouvimos propostas e buscamos a sensibilidade”, explica Fred Gomes, supervisor da Comunicação Social do GACC, que enquanto instituição tomou a iniciativa de convidar a todos para a reunião realizada.

A ação das ONGs se traduz em uma oportunidade de doar aquilo que as pessoas podem contribuir, fazendo a diferença mesmo na lembrança da necessidade do outro quando se substitui algo que não mais se necessita.

“Sim, essa sementinha que está sendo plantada já ocorre há quatro anos. Queremos fomentar a cultura de doação no país e queremos que vocês nos ajudem a regar ela”, diz Ulla Ribeiro, gerente geral do GACC e participante do projeto. Ela garante que ajudar aqueles que precisam é valorizar o próximo.

Esse Dia D, da solidariedade, vem também como resposta quanto a desunião do terceiro setor, que infelizmente ainda se faz presente. É a oportunidade de todos compartilharem esforços e adquirirem recursos em conjunto que começou anos atrás em Sorocaba, São Paulo, inspirada no sucesso da ação solidária que se dá nos Estados Unidos sempre após a Black Friday.

“Precisamos deixar a visão estritamente de mercado e nos juntarmos pelas causas importantes”, contribui à reflexão o empresário Sandro Ribeiro, representante da ONG Ciras.

Fred Gomes defende que a união é a marca dessa iniciativa, que traz mais tolerância em tempos de ódio e desavenças políticas que não agregam em nada. Afinal, ajudar crianças, idosos, comunidades carentes e os mais vulneráveis desperta um sentimento de comunidade que por vezes parece esquecido. Traz um quê de pertencimento a uma sociedade para aqueles que buscam um presente e um futuro com mais justiça e afetividade.

“Buscamos parcerias com supermercados, assim como com escolas e faculdades, instituições de ensino. Dinheiro não é a única forma de se solidarizar, você pode doar sangue, através da nossa parceria com o Hemose, doar cabelo, pela parceria com alguns salões. Esse dia pode ser marcado pelas pequenas e grandes coisas”, explica Regimari Dias, Analista de Captação de Recursos do GACC.

Mantimentos, itens básicos de higiene, o tempo não é uma questão determinante para esse ato de amor compartilhado. A lógica é de que quem não pode em um momento, pode ajudar no outro ou de outra forma, mas hoje é preciso desenvolver essa consciência sobre a importância da sociedade enquanto rede de apoio. “É doar sorrisos e abraços, ser uma empresa parceira ou um voluntário. É mostrarmos que nos importamos”, completa Fred Gomes.

Além do GACC, o evento desta quarta-feira contou com a presença de representantes de diferentes instituições que se fizeram presentes, as instituições Cultivar, Ciras, Asuv e Centro Acadêmico Estácio. Reforçando que o Dia de Doar ocorrerá no próximo três de dezembro e que a sua participação é muito importante para o sucesso da ação.

Onde doar nesse período em Sergipe?

Por enquanto, o grupo conta com a Feira Mix, localizada na Orla da Atalaia, na capital Aracaju, e um ponto no Shopping Peixoto, em Itabaiana. Conheça mais sobre o projeto através das redes sociais e acesse o www.diadedoar.org.br

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Agora ficou mais fácil você contratar um Papai Noel para participar da sua festa de Natal e fim de ano Imagine como vai ser legal ter a presença do bom velhinho. A criançada vai ficar encantada. O Papai Noel também participa de festas de confraternização de fim de ano de empresas, escolas, berçários e órgãos públicos. O Papai Noel Legal (@papainoel.legal) possui barba branca legítima e experiência com o público infantil. Nos últimos quatro anos é o Papai Noel do Riomar Shopping Aracaju e atendeu em diversos eventos natalinos, festas de confraternização de empresas e escolas, prefeitura, além de lojas de brinquedos. Agora o Papai Noel Legal pode ir à festa da sua empresa ou da sua família e tirar as fotos com a criançada, além de entregar os presentes em mãos! Entre em contato e peça um orçamento! Instagram: @papainoel.legal / whatsapp: 79)99123-6006.

Sinais e sintomas de câncer o caso de Bruno Covas, prefeito de São Paulo – Dr. Cláudio Geriatra. Confira:

 

Raimundo Sotero no Almoço Somese O almoço Somese desta desta semana receberá como palestrante o Endocrinologista, Dr. Raimundo Sotero, que é Diretor Técnico do Centro de Diabetes de Sergipe, vice-presidente da Somese, vice-presidente da Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes, presidente da Associação Sergipana de Proteção ao Diabético, membro da Academia Sergipana de Medicina, membro da European Society of Endocrinology, ex-conselheiro Titular do Conselho lNacional de Saúde, ex-presidente do Congresso Nacional de Diabetes 1999 e pioneiro da Educação em Diabetes no Brasil.O convidado abordará os temas: “Diabetes: Problema de Saúde Pública e Caminhada e Mutirão de Combate ao Diabetes”. Será quinta-feira, as 12h na Somese.
Confirmar presença com antecedência através dos telefones
(79) 98815-0525 / 3211-0719 ou e-mail: http://www.diadedoar.org.br

PELO E-MAIL E FACEBOOK

 

Gente Sergipana – Jornalista Raymundo Luiz (90 anos) Por Antônio Samarone

Raymundo Luiz da Silva, nasceu no Aracaju, em 28 setembro de 1929. Filho Manuel Messias da Silva e Dona Eremita Moura. Uma família de três filhos.

Raymundo Luiz deu sorte, foi aluno da professora Guiomar Tavares, no Colégio Santo Antônio, onde fez o primário, e apreendeu a tratar com carinho a língua portuguesa. Raymundo Luiz dominou cedo a crestomatia. Cursou o ginásio e o científico no Salesiano.

No Salesiano, Raymundo Luiz foi o meia armador do poderoso “Auri Verde”, time de futebol do Colégio. Aqui ele encontrou o caminho para resolver as suas dificuldades com a matemática. O professor Colozio tanto ensinava matemática como era o treinador do Auri Verde. Raymundo Luiz ia bem no futebol e péssimo em matemática. Passava pela média.

Naquele tempo em Aracaju, quem terminava o segundo grau só tinha três caminhos nos estudos: os ricos iam para a Bahia fazer faculdade, os remediados ou entravam para o exército ou faziam concurso para o Banco do Brasil.

Raymundo foi contínuo do Banco do Comercio e Industria de Sergipe, de José do Prado Franco.

Depois, passou no concurso do Banco do Brasil e foi lotado em Itabaiana. Interrompeu o curso de Filosofia, que fazia na Faculdade Católica, de Dom Luciano. Em 1952, Raymundo Luiz chegou em Itabaiana, na marinete de Jason Correia, para trabalhar no banco do Brasil.

A convivência em Itabaiana foi um importante capítulo na vida de Raymundo Luiz. Ainda hoje ele relembra com emoção. Nos primeiros dias morou na pensão de Dona Antonieta (mãe de Zé Bezerra). Logo depois, enturmado, fundou a República Cajaíba, onde passou a residir com uma turma do Banco do Brasil.

Casou-se em 1953, com Dona Maria de Lourdes Azevedo Silva e vão morar num bangalô alugado a Zeca Mesquita. Raymundo Luiz fez amizade com Antônio de Dóci, Oswaldo de Vivi, Divo (de quem é compadre). Como era bom de bola, foi logo recrutado pelo Tremendão da Serra, de quem vestiu a gloriosa camisa.

Raymundo Luiz foi professor de inglês no Colégio Murilo Braga. Foi quem primeiro ensinou a língua inglesa em Itabaiana. O Murilo Braga era dirigido na época pelo promotor da cidade, depois Ministro do STJ, Luiz Carlos Fontes de Alencar.

Em 1956, foi transferido para o Banco do Brasil em Aracaju. Mesmo sendo apaixonado pelo Cotinguíba, jogou pelo Clube Sportivo Sergipe. No Rio, Raymundo Luiz é torcedor do Vasco da Gama.

Com a criação da Radio Cultura, Raymundo Luiz coordenou a primeira equipe esportiva da emissora. Com Paulo Gomes, Alceu Monteiro, Jurandir Santos, Geraldo Oliveira, Antônio Barbosa, Carlos Magalhães e Wellington Elias. Quem ouviu essa gente, pode confirmar a qualidade das transmissões.

Raymundo sempre foi amante dos esportes, criou o Centro de Cultura Física de Sergipe, o percussor das atuais Academias.

Na Rádio Cultura, Raymundo Luiz narrava e escrevia com uma qualificada equipe, o “Nossa Opinião”, um programa de crônicas, transmitido diariamente as 13 horas. Líder de audiência.

No jornalismo, Raymundo Luiz foi diretor do Sergipe Jornal e do poderoso Diário dos Associados de Aracaju.

Raymundo Luiz é um homem de vasta cultura e profundo conhecedor da língua portuguesa. Se firmou na vida sergipana por talento e esforço, sendo um grande realizador em nossa vida cultural.

Foi Secretário de Comunicação dos dois primeiros governos de João Alves Filho, onde se destacou pela criação da TV Aperipê, um canal de cultura. No começo a TV pública tevê dificuldades de audiência.

Raymundo Luiz inovou. Colocou carros de som nas ruas informando a programação da emissora: “hoje, depois de Roque Santeiro, assistam a TV Aperipê, programa tal.” Um sucesso, a audiência chegou a 3%.

Raymundo criou outras TVs em Sergipe. Durante a Presidência de Antônio Passos, Raymundo Luiz criou a TV ALESE, no ar 24 horas; e depois criou a TV Jornal (não lembro que fim levou).

Raymundo Luiz continua lúcido, ativo, escrevendo, participando nas redes sociais. Um cidadão confortado pelo dever cumprido. Nunca ouvi um porém, uma acusação, uma crítica séria ao cidadão Raymundo Luiz.

Entrou e saiu da vida pública professando a decência. Discreto, culto, inteligente, avesso a bajulações, fez muito pela grandeza de Sergipe.

Pai de cinco filhos (Ângela, Sérgio, Dinara, Raymundo e Breno), avô de seis netos e bisavô de quatro bisneto. Mora no mesmo lugar, com Dona Maria de Lourdes, e continua escutando a beleza do canto do Curió Emoções.

ARTIGO

O jogo político e o debate de ideias Por Bertulino Menezes

Daqui um ano, estaremos escolhendo quem vai administrar nossos municípios. Vamos votar para Prefeito, Vice e Vereadores. Já vemos os bastidores políticos numa intensa movimentação, para escolher candidatos, definir estratégias, fazer contas, estreitar contatos para coligações e preparar ideias.

Para o povão, seria o momento de estudo dessas propostas, pesquisar nomes e história de cada candidato, descartar no lixo os incompetentes e corruptos, fazer enfim a lista pessoal daqueles que vão merecer um voto. Mas, com certeza, os eleitores ainda não vão poder praticar esse exercício. Não sabemos sequer quais os Partidos que vão disputar as eleições.

Hoje, existem 35 Partidos registrados no Tribunal Superior Eleitoral prontos para participar do pleito municipal do ano que vem. Contudo, esse número poderá chegar a 75 agremiações!! Brincadeira? Não, é a pura verdade. A maioria, legendas em processo de criação, mas que já têm registro em Cartório e já comunicaram oficialmente ao TSE a intenção de oficializar seus estatutos e programas partidários e concorrer às eleições. E outras agremiações ainda podem surgir.

A razão dessa corrida todos sabem. Há muitos milhões de reais em jogo, nos fundos eleitorais e partidários. Outros tantos milhões em jogo na hora da venda dos horários políticos no rádio e na televisão. E, por último, ainda é possível negociar apoios para fortalecer Partidos maiores e candidatos dessas legendas.

Pra quê conhecer programas partidários? Quem vai fazer o melhor para a saúde, a educação, segurança, ou saneamento básico? Afinal, somos perfeitos e já sabemos em quem votar!! Somos fanáticos fiéis e já temos o nosso Partido? Saber o que ele se propõe a fazer e saber se há outros programas melhores, pra quê?

Vamos ao debate de ideias, minha gente. Analise nosso sistema político enfraquecido e apodrecido; investigue os seus candidatos preferidos, mude se for preciso.

FACEBOOK: BERTULINO MENEZES
INSTAGRAM: @bertulinomnz

PELO TWITTER

www.twitter.com/Pontifex_pt Deus confiou-nos os seus bens maiores: a nossa vida, a vida dos outros, tantos dons diferentes a cada um. E chama-nos a fazer render os talentos com ousadia e criatividade.

https://twitter.com/gcamarotti Papa Francisco quer incluir ‘pecado ecológico’ na doutrina oficial da Igreja, após Sínodo da Amazônia.

www.twitter.com/andrizek O único príncipe brasileiro de verdade é Didi, o “príncipe etíope”. Os demais não precisam ser levados a sério e muito menos denominados como tal… Bom dia

www.twitter.com/profjosecosta Sintomas de depressão: 27 sinais que merecem atenção. A depressão muda a nossa maneira de enxergar a vida, trazendo pessimismo e desânimo para a rotina; veja como identificar o distúrbio. https://professorjosecosta.blogspot.com/2019/11/sintomas-de-depressao-27-sinais-que.html

www.twitter.com/ayres_britto A QUEM INTERESSAR POSSA

Só a Constituição governa quem governa.
Governa permanentemente quem governa transitoriamente.
Seus princípios fundamentais são o mais eloquente atestado de sanidade jurídica.
Todo cuidado com os constituicidas é pouco.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“Costumo voltar atrás, sim, não tenho compromisso com o erro!” Juscelino Kubitschek.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários