Cabeça cortada

0

Jerônimo Reis (DEM) não é mais deputado federal. Ontem, a Mesa da Câmara acatou a decisão  judicial de perda de mandato do parlamentar lagartense, que foi condenado por improbidade administrativa. Reis não esconde a ninguém sua queixa contra a cúpula do DEM que, segundo diz, teria interferido para agilizar a decisão da Mesa do Legislativo Federal. E por que o partido faria isso com um filiado? De acordo com Jerônimo, para beneficiar o suplente Pedrinho Valadares (DEM), que é mais afinado do que ele com o candidato a governador João Alves Filho (DEM). O resultado disso é que o ex-deputado não votará no demista para governo e orientará seu grupo político a fazer o mesmo. Resta saber o que essa dissidência significará em termos de votos. A resposta só depois das eleições.

 

Discurso vazio

 

Veja o que publica hoje a coluna Periscópio, do Jornal da Cidade: “O Sindisan não consegue convencer nem mesmo seus filiados mais lúcidos que o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), ainda é concepção, objetiva privatizar a Deso. Ontem, enquanto diretores do sindicato faziam manifestação contra o PCCR, alguns empregados da empresa indagavam: “Como pode ser privativista se a proposta é aplicar o Plano por adesão? Ora, quem não quiser não adere ao PCCR e pronto”. Pelo visto, o Sindisan terá que arranjar outro discurso para, ao menos, convencer seus associados”.

 

No azul

 

O lucro líquido do Banco do Estado de Sergipe nos primeiros seis meses deste ano foi de R$ 22,4 milhões, 15,5% acima do resultado acumulado no mesmo período do ano passado. A informação foi dada ontem pelo presidente do banco, Salmíneo Nascimento. Segundo ele, no último semestre, os ativos foram de R$ 2,4 bilhões, o que representa um crescimento de 7,4% quando se compara com o volume alcançado do mesmo período de 2009. “É importante frisar que os bancos são medidos por seus ativos”, afirmou Nascimento.

 

Visita à UFS

 

O candidato a senador José Carlos machado (DEM) tirou um tempo de sua agenda política para visitar ontem o reitor da Universidade Federal de Sergipe, Josué Modesto. Durante a conversa, o demista se comprometeu, enquanto deputado federal, trabalhar para a liberação de recursos do Orçamento Geral da União para investimento em obras de infraestrutura no Campus da UFS. Também disse que se empenhará para que o Conselho Nacional de Saúde aprove o curso de medicina para o Campi da Saúde de Lagarto, em fase de construção.

 

Queixoso

 

E quem inaugurou comitê ontem foi o candidato a senador Emanuel Cacho (PPS). Fica na rua Laranjeiras, centro de Aracaju. Apesar da alegria com o sucesso que foi a inauguração, Cacho se queixou de alguns aliados. Segundo ele, os coordenadores da campanha de João Alves Filho (DEM), Walker Carvalho e Sérgio Fontes, estão tentando subornar a sua campanha. O candidato não deu maiores detalhes sobre as ações dos dois contra o seu projeto político.

 

Encontro de Negócios

A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (Fies) promove, às 9h desta quinta-feira, no Hotel Quality, um Encontro de Negócio com as empresas âncoras Norcon, Tavex e Corona previsto nas ações do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF). O objetivo é preparar as empresas locais para fornecer seus produtos às grandes compradoras, além de prospectar fornecedores para as empresas âncoras que já fazem parte do PDF. As explanações serão feitas pela consultora da área de negócios Muna Yssa.

 

Vai para o pau

 

Justiça Eleitoral deverá receber, nos próximos dias, uma ação da candidata ao governo Vera Lúcia (PSTU) contra as emissoras de televisão. Ela quer ter o direito de participar dos debates a serem promovidos com os candidatos a governador. “Somos sete concorrentes e tem televisão querendo promover debate apenas com três. As emissoras são concessionárias do serviço público e devem abrir espaço para todos, pois o eleitor precisa conhecer todas as propostas políticas”, afirma a candidata.

 

De mudança

 

Por conta das reformas físicas que estão sendo feitas no prédio da Câmara Municipal de Aracaju, as sessões parlamentares vão ser transferidas para o plenário da Assembléia Legislativa. Pelo que foi acertado com a Mesa Diretora do Parlamento Estadual, as sessões da Câmara ocorrerão das 9h ás 13h das quartas e quintas para não atrapalhar as plenárias da Assembléia. Esta é a segunda vez que o Legislativo aracajuano se muda por conta de obras em sua sede.

 

Tentando solução

 

Moradores do Condomínio Riviera Del Mar, localizado na Avenida Sarney, torcem para que se encontre logo uma solução para o grande volume de água estagnada no local. Isso pode ocorrer hoje, durante reunião, às 9 horas, entre a Defesa Civil, Adema, DER, Emurb e os moradores. Estes não entendem a falta de interesse da Prefeitura de Aracaju para resolver o problema, que já se arrasta há muito tempo.

 

Do baú político

 

Na campanha eleitoral de 2004, Itabaiana presenciou um inusitado ato político. Candidato ao governo, Albano Franco foi àquela cidade participar de uma caminhada noturna organizada pelo líder político Chico de Miguel. A multidão se aglomerava na porta da liderança itabaianense quando um defeito na linha de transmissão deixou a cidade às escuras. Precavido, Chico de Miguel desaconselhou a saída da passeata, pois os adversários poderiam aproveitar a escuridão para fazer “algum mal feito”. Discute-se pra lá, discute-se pra cá e decide-se fazer a manifestação. Albano e Rollemberg saíram à frente, ajudados por alguns eleitores, que empunhavam velas para clarear as ruas. Não houve qualquer animosidade durante todo o percurso, mostrando que os itabainenses respeitam os adversários políticos. Naquele ano, Albano derrotou Jackson Barreto no segundo turno das eleições.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários