Como aumentar o tempo útil de vida da bateria de seu celular

0

Para os usuários de smartphones tanto casuais quanto entusiastas que estão sempre em busca de uma maior autonomia da bateria, esse artigo é para vocês.

Enquanto o carregamento rápido nos mantém atualizados todos os dias, a ausência de baterias facilmente substituíveis significa que, eventualmente, as células de íons de lítio incluídas em nossos telefones vão envelhecer e se deteriorar.

Se você mantém o seu telefone por um ano ou mais, provavelmente notou que a bateria não parece durar mais tanto quanto durou na época em que você comprou.

Como manter meu smartphone seguro
Smartphone (Foto: Pixabay)

Dois anos depois, muitos telefones lutam para passar o dia com uma única carga. Manter o telefone por mais de quatro anos PODE significar até problemas para a estabilidade do sistema.

Infelizmente, a capacidade da bateria diminui inevitavelmente com a idade. No entanto, existem algumas ações que você pode fazer para prolongar a vida útil da bateria e do telefone.

Se você já se perguntou qual é a melhor maneira de carregar sua bateria, aqui estão algumas dicas cientificamente comprovadas para maximizar a vida útil da bateria.

O carregamento parcial é um caminho a percorrer

Um mito da bateria particularmente persistente é que você ocasionalmente precisa descarregar e recarregar totalmente para apagar a “memória da bateria”.

Isso não poderia estar mais errado para esse tipo de bateria já que quanto mais perto do vazio, as baterias de íon de lítio consomem corrente constante e operam a uma tensão mais baixa.

Essa tensão aumenta gradualmente à medida que a célula é carregada, nivelando-se em torno de uma carga de 70% antes que a corrente comece a cair até que a capacidade esteja cheia.

Evite o carregamento ocioso

Carregar durante a noite é um hábito muito comum, mas não é recomendado por vários motivos (o antigo mito da “sobrecarga” não é um deles).

Primeiro, o carregamento lento e contínuo de uma bateria cheia pode causar o revestimento de lítio metálico, o que reduz a estabilidade a longo prazo e pode levar a falhas e reinicializações em todo o sistema.

Em segundo lugar, esse processo deixa a bateria em uma tensão mais alta quando chega a 100%, como acabamos de mencionar acima.

Terceiro, cria excesso de calor causado pela dissipação de energia desperdiçada.

O calor é o inimigo da bateria de longa duração

Juntamente com todas as opções acima, a temperatura é um fator igualmente importante para a longevidade da bateria.

Assim como as altas tensões, as altas temperaturas sobrecarregam a bateria e fazem com que ela perca capacidade muito mais rapidamente do que quando mantida em temperaturas mais baixas.

Segundo minhas pesquisas: Uma célula mantida entre 25 e 30 graus Celsius deve reter cerca de 80% de sua capacidade após o primeiro ano, mesmo quando o ciclo é de carga vazia até carga total.

A capacidade da bateria será maior que isso após um ano se forem utilizados ciclos periódicos de carregamento menores.

Aumentar a temperatura para 40 ° C diminui para apenas 65% da capacidade após o primeiro ano, e a temperatura da bateria de 60 ° C atingirá esse marcador em apenas três meses.

Comentários