Déda, Edvaldo e a reeleição

0

  Para quem está estranhando a bateria de criticas que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) está recebendo nos últimos dias é o reflexo do que ocorreu no Pré-Caju, quando o governador Marcelo Déda (PT) declarou que deseja votar em Edvaldo para prefeito de Aracaju. Se por um lado é sintomático este arsenal de criticas, por outro é de se estranhar que boa parte delas esteja vindo de setores ligados diretamente ao grupo político que elegeu Marcelo Déda (PT) governador de Sergipe.

   Estranho porque o projeto é o mesmo. Ou seja, em outubro de 2008, quando for realizado o primeiro turno para a disputa do cargo de prefeito de Aracaju, não estará apenas em jogo a administração Edvaldo Nogueira. Estará em jogo o julgamento da população aracajuana ao grupo político ao qual Edvaldo é apenas o representante atual na Prefeitura. E mais ainda: será o primeiro teste eleitoral da nova administração estadual que estará com um ano e 10 meses à frente dos destinos de Sergipe e certamente terá que apresentar muitas ações em todo o Estado e principalmente em Aracaju.

   Se por um lado essa tentativa de desestabilização da administração municipal tem por objetivo retirar Edvaldo Nogueira de uma possível candidatura à reeleição, por outro lado é um instrumento que está sendo bem utilizado pelos adversários nos bastidores que já disseram publicamente que ganhar a Prefeitura de Aracaju é a certeza da sobrevivência política de algumas lideranças que foram derrotadas nas últimas eleições estaduais. Mais direto. A quem interessa uma possível divisão do grupo que comanda a prefeitura de Aracaju? Quem está excluído?

  O certo é que a maioria do grupo político que elegeu os governos de Marcelo Déda e de Edvaldo Nogueira sabe que o apoio a atual administração municipal não é o fortalecimento individual de Edvaldo Nogueira – que é apenas uma peça no atual contexto do grupo político que está no poder – mas de um projeto coletivo que representa a manutenção do espaço de poder não só na prefeitura de Aracaju, mas em vários outros municípios e culminando com a eleição estadual de 2010.

    A estratégia de tentar uma briga política entre Marcelo Déda e Edvaldo Nogueira já foi descartada. Os dois são como gêmeos siameses que preferem continuarem unidos ao tentarem a separação, já que estão unidos por partes vitais, como o coração e o cérebro. Ou seja, se não conseguem separar os dois a tentativa agora é de desacreditar a administração perante a população. Seria normal essa tentativa se ela tivesse nascido apenas no grupo da oposição, mas não dentro do próprio grupo que dá apoio aos governos estadual e municipal.

   A candidatura de Edvaldo Nogueira à reeleição deve ocorrer naturalmente, porém ninguém tente separar Edvaldo de Déda ou vice-versa. O governador já deixou claro que Edvaldo é leal e competente e está inserido no processo de mudanças efetivamente desde quando vice-prefeito de Aracaju onde passou administrando por cinco anos ao lado do petista. Déda sabe que a candidatura à reeleição de Edvaldo e a manutenção da Prefeitura de Aracaju no grupo político que faz parte passa por um elenco de obras e ações dos governos estadual e federal na capital. Colocar interesses pessoais à frente de um projeto coletivo de um grupo é temerário e pode levar alguns a beber do próprio veneno, ficando no isolamento político.

 

Travamento do sistema Comprasnet.se I

Dois fornecedores contactaram com este jornalista no dia de ontem para alertar ao governador Marcelo Déda –  através desta coluna  – sobre um fato muito estranho que está ocorrendo no sistema de lances eletrônicos no portal Comprasnet.se. Ambos reclamaram que todas as telas abrem seqüencialmente, porém  quando chega na tela de lances o sistema trava chegando a deixar o usuário por cerca de 40 a 60 minutos esperando pela abertura da tela. Segundo eles, o travamento impossibilita que o usuário possa ofertar um preço e participar da disputa. Um deles em duas horas de tentativa conseguiu ofertar apenas um único lance não conseguindo sequer presenciar novamente a atualização da página para saber se o seu lance foi ou não aceito.

 

Travamento do sistema Comprasnet.se II

Ligando para a Secretaria da Administração a informação que eles receberam foi que não era possível fazer nada; pois o problema estava relacionado à falta de capacidade dos equipamentos utilizados pela Agetis. Um dos fornecedores informou que tanto o Comprasnet do governo federal quanto o Comprasnet da Bahia que possui um número de usuários extremamente superior ao daqui, funciona com muito mais dinamismo permitindo vários lances seqüenciais sem problema de retardamento na atualização da página. “Em Sergipe a coisa parece ser proposital e Deus queira que não exista nenhuma mutreta por trás disso!”, desabafou um deles.

 

Déda volta a ser citado como presidenciável do PT

Em entrevista a Folha Online, o governador da Bahia, Jacques Wagner citou o nome de Déda entre os presidenciáveis do PT. Leia o trecho: Folha – Seu nome está entre os presidenciáveis do PT – Wagner – Meu nome surgiu porque tive uma vitória expressiva, uma surpresa, derrotando num bastião conservador. Não fui atingido pelas mazelas da crise [do PT]. Todo mundo sabe da minha relação [de amizade] com o presidente Lula. É natural que eu seja lembrado. Lula terá um peso importante, não absoluto. É prematuro tratar disso, até porque há outros nome no PT e entre os aliados. Folha – Quais? Wagner – Marta Suplicy, Marcelo Déda [governador de Sergipe], o ministro Patrus Ananias, que é de Minas, um Estado importante. O prefeito Fernando Pimentel [Belo Horizonte]. Há nomes do PSB, como o governador Eduardo Campos (PE) e o Ciro Gomes (deputado federal). Posso lembrar de um nome do PMDB, como Sérgio Cabral (governador do Rio). O cardápio é extenso.

 

ONGs recorrem ao STF contra obras para a transposição

Matéria da Folha de São Paulo desta sexta-feira, 9:O Fórum Permanente de Defesa do São Francisco na Bahia, formado por sete ONGs, entrou anteontem com recurso no STF contra a decisão do ministro Sepúlveda Pertence que suspendeu as liminares que impediam o licenciamento ambiental do Ibama para a transposição do rio São Francisco e considerou ilegítimas as entidades civis que abrirem processos no STF. As obras estavam previstas para começar ainda no mês de fevereiro”.

 

PFL vira Partido Democrata – PD

Trecho de matéria da Folha de São Paulo desta sexta-feira, 09:Após amargar derrota nas urnas, o PFL deu a largada ontem à sua transformação no novo PD (Partido Democrata), em processo que visa mudar a imagem e reciclar quadros do partido para as eleições de 2008.A troca de nome foi aprovada por unanimidade pela Executiva Nacional e passará a valer após a convenção nacional, em 28 de março, em Brasília. Na mesma data, será escolhido o sucessor do atual presidente da sigla, Jorge Bornhausen (SC).Aos 69 anos (14 deles à frente do PFL), Bornhausen afirmou que sua intenção é “oxigenar” e “sacudir” diretórios acomodados. Sua aspiração é que o PD ocupe um espaço que, segundo ele, tomará conta do cenário eleitoral em 2010: a luta do populismo contra a democracia.”Esse é o mal que se alastra na América Latina”, disse.Segundo Bornhausen, a escolha do nome PD foi feita por meio de pesquisa encomendada. A sigla PFL (Partido da Frente Liberal) consta até hoje como provisória no estatuto do partido -criado em 1985. O Instituto Tancredo Neves se transformou na Fundação Liberdade e Cidadania”.

 

 

Chorando o leite derramado

E alguns órfãos alvistas começam a colocar a cabeça do lado de fora. Agora criaram um panfleto de “resistência ao ordinário” e fizeram diversos elogios a este colunista. O bom é que eles lêem a coluna. Além de agradecer a todos pela leitura da coluna este jornalista alerta que tanto a vida profissional dele, como a particular pode ser aberta para todo mundo, sem problemas. Já alguns…deixa prá lá…

 

Ministro José Arnaldo é recebido no TJ

O Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Artêmio Barreto, recebeu na quinta-feira, 8, a visita do Ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), José Arnaldo da Fonseca, que estava acompanhado do juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luis Antonio Teixeira. Impossibilitado de comparecer à posse do novo Presidente do TJ, na última segunda-feira, o Ministro fez questão de cumprimentar pessoalmente o Desembargador Artêmio Barreto. Natural de Pedra Mole (SE), o Ministro José Arnaldo iniciou sua carreira profissional como jornalista. De 1962 a 1982, atuou como advogado no Distrito Federal, em todos os níveis do Poder Judiciário. Foi subprocurador-geral da República com atuação no Pleno e na Corte Especial do STJ. No Tribunal, presidiu a Quinta Turma e a Terceira Seção. O Ministro também foi coordenador-geral da Justiça Federal. 

 

Funaserp: e quem ainda não recebeu nada? I

Um leitor, que é servidor que é servidor público estadual aposentado pede esclarecimentos, por meio do colunista, quando serão pagas as quantias a que têm direito do Funaserp, os que não concordaram a receber os 50% pagos pelo governo passado, preferindo conservar pleito na Justiça para receber tudo de uma só vez. O caso é que agora estão falando somente no pagamento, pelo governo Déda, dos restantes 50 %. E os que ainda possuem tudo o que tem direito para devolução?

 

Funaserp: e quem ainda não recebeu nada? II

É lógico que o  atual governador, irá reconhecer também esse débito total. Mas como gato escaldado tem medo de água fria, o leitor indaga se está sendo programado também o pagamento dessa parte, isto é, dos que nada receberam ainda, porque não concordaram em assinar o acordo enrolador do governo passado… Pensa o leitor, que esses que não receberam nada têm prioridade, por que não viram um só tostão dessa esperteza dos governos passados…Confia o leitor aposentado que Déda irá pagar tudo, somente quer saber quando e onde!

 

Informática da Assembléia Legislativa

Um departamento que é exemplo para outros é o de informática da Assembléia Legislativa por onde passou na chefia técnicos competentes. Ontem, um servidor daquele poder ligou preocupado porque a notícia é que o cargo de direção foi entregue a um deputado que pretende nomear para a área uma pessoa que não tem experiência nenhuma na área. É aguardar…

 

MP não responde ex-deputado estadual

Em 05 de janeiro deste ano, através de ofício, o ex-deputado Nelson Araújo questionou o Ministério Público sobre a obrigatoriedade dos prefeitos disponibilizarem as contas do exercício anterior, por 60 dias, para a população, antes do envio ao Tribunal de Contas, conforme determina o artigo 19 da Constituição Estadual, no seu inciso quarto. Esse artigo possibilita que o contribuinte possa fazer qualquer questionamento nas contas e o mesmo será encaminhado ao TC. Além de não ser cumprido pelos prefeitos municipais, o Ministério Público deveria, pelo menos, dar uma satisfação ao ex-deputado.  Agora, Nelson vai encaminhar uma cópia do ofício ao Conselho Nacional do Ministério Público pedindo providências.

 

 

Cerimonial em boas mãos

O governador Marcelo Déda (PT) acertou ao levar para o cerimonial do governo estadual,Ednilson Guimarães, funcionário de carreira que já desempenhou as funções no governo Albano Franco, passando depois pelo Tribunal de Justiça e Tribunal Regional Eleitoral. Discreto, como deve ser todo cerimonialista,  Ednilson é um dos profissionais mais capacitados do Estado com experiência em vários cursos em todo país.

 

Assessoria de comunicação da Setur

Resposta a e-mail de um leitor: ”Sobre a reclamação de alguém que se disse “leitor” de sua coluna no dia 07 de fevereiro, contestando minha nomeação para a Assessoria de Imprensa da Setur, esclareço aos navegantes de plantão que, na qualidade de assessor de Imprensa da Secretaria de Turismo há três anos, e oriundo da gestão passada, jamais pensei em pedir ou sequer fazer qualquer menção para continuar no cargo. Se estou (ou enquanto estiver) na Setur é por conta da solicitação única e exclusiva do secretário João Augusto Gama, com quem trabalhei na CDL e Prefeitura de Aracaju, cujos anos foram suficientes para provar minha competência e não o critério de QI (quem indica). Ademais, não dependo deste cargo para sobreviver, portanto fiquem à vontade para dirigirem as críticas que se fizerem necessárias que terei a mesma dignidade para respondê-las profissionalmente quando julgar conveniente.  Jornalista Elton Coelho DRT 723/SE”.

 

 

Albano pede que governo federal proteja Sergipe

 aumento da vazão do Rio São Francisco provocando inundação nos municípios sergipanos localizados na sua margem, foi destaque ontem (quinta-feira), na Câmara dos Deputados. A situação de risco e os prejuízos já causados, foram denunciados pelo deputado Albano Franco que apelou aos organismos do governo federal para que atendam com urgência a reivindicação de Sergipe formalizada pelo governador Marcelo Deda. Em seu pronunciamento, o parlamentar sergipano disse que em decorrência do aumento da vazão de água de Xingo, de 1.053m³ (vazão normal) para 4.000m³/seg., a situação já é preocupante, notadamente nos municípios de Telha, Neópolis, Própria, Gararu, Brejo Grande e Ilha das Flores e respectivos povoados, onde a população já começa a enfrentar problemas e teme também pela perda de suas lavouras. Ao justificar seu pronunciamento, Albano lembrou que já governou Sergipe por oito anos, por isso, afirmou, “posso imaginar as preocupações que o atual governador Marcelo Déda está passando nesta hora, por esta razão é que apelo para a CHESF, o Banco do Nordeste, CODEVASF e o próprio Ministério da Integração Nacional, juntamente com a Defesa Civil, que atendam com rapidez a reivindicação do Estado, no sentido de proteger esta área atingida”.

 

 

DER trabalhando em Tomar do Geru

De um leitor: “Para nós que fazemos parte do grupo que apoiou a candidatura vitoriosa de Déda, em Tomar do Geru, ficamos muito gratificados ao vermos as maquinas e caçambas do DER, refazendo as estradas do nosso município, estradas que se encontravam abandonadas, seja pela falta de compromisso do ex-governador com os municípios ou pelo descaso da administração atual. O governo Déda começa a mostrar o seu carinho pelo interiorano não se importando se o gestor municipal é ou não seu aliado. É uma grande lição para todos aqueles que sempre colocaram as razões pessoais acima dos interesses coletivos”.

 

Frase do Dia

“A construção de instituições democráticas, o respeito aos direitos humanos, uma mídia livre e democrática, o direito a uma informação objetiva. Isso é importante para criar um clima de debate político que venha substituir a violência física e armada” Sérgio Vieira de Mello, Alto-Comissário de Direitos Humanos da ONU, morto tragicamente num atentado terrorista em Bagdad.

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários