Eleição nas mãos dos ausentes

0

As eleições em Aracaju podem ser decididas por quem não for votar. O elevado índice de abstenção tanto pode ajudar a reeleger o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) já no 1º turno, quanto pode empurrar a disputa para 30 de novembro. O desinteresse de parte do eleitorado com a campanha, somado ao medo da Covid-19, deve provocar uma abstenção bem maior do que os 18,94% e 18,39% verificados na capital, respectivamente, em 2016 e 2018. São percentuais superiores aos obtidos pela maioria dos candidatos nas últimas pesquisas do Ibope e do Dataform. Em ambas, apenas Edvaldo Nogueira (34% e 35,83%) superou as ausências registradas nos pleitos passados. A cidadanista Danielle Garcia (19% e 16%) ficou, digamos assim, num empate técnico, enquanto os demais estão perdendo para as abstenções de 2016 e 2018. Portanto, os candidatos que atraírem mais eleitores entre os que pretendem se ausentar, terão mais chances de sucesso, mas se as pessoas decididas a ficarem em casa forem, em sua maioria, simpáticas aos adversários do prefeito, ele pode se reeleger já no 1º turno. Quem viver, verá!

Vão às urnas

Os promotores vão às urnas, amanhã, para eleger o novo procurador-geral de Justiça. A disputa pelo cargo ficou acirrada após o Supremo Tribunal Federal ter cassado a lei estadual que impedia a participação no pleito de parte dos integrantes do Ministério Público. Diante dessa decisão, o cargo será disputado pelo atual procurador Eduardo D’Ávila e pelos promotores Deijaniro Jonas Filho, Manoel Cabral Machado Neto, Etélio de Carvalho Prado Junior, Nilzir Soares Vieira Junior, Eduardo Lima de Matos e José Rony Silva Almeida. Que vença o melhor!

Joice sergipana

Embora bolsonaristas, os candidatos a prefeito de Aracaju Rodrigo Valadares (PTB) e Lúcio Flávio (Avante) não se suportam. Melhor prova disso é a recente postagem do avantista no twitter: “Rodrigo Valadares é a Joice Hasselman sergipana: Tem o rei na barriga, mente de forma dissimulada e mantém uma rede de difamação contra desafetos. Se existisse psicoteste na política, não teríamos mentes doentias como estas enganando os aracajuanos. Ele é a fake-news em pessoa”. Home vôte!

Prova de fogo

De olho em 2022, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) tem trabalhado pelo sucesso eleitoral de seus candidatos agora em 2020. Além da reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), JB quer eleger Everton Souza (PDT) para a Câmara de Aracaju. O ex-governador sabe que a não eleição do jovem seu protegido representará uma séria derrocada na capital, com graves consequências para o seu sucesso eleitoral em 2022. Por isso mesmo, Jackson está gastando a sola dos sapatos, pedindo votos para Everton que, segundo jura, esbanja vigor e disposição para o trabalho. Cruzes!

Som alto

As pessoas que costumam promover eventos em residências com uso de som, devem ficar atentas à legislação. Segundo a Prefeitura de Aracaju, para evitar problemas é preciso ter uma Autorização Ambiental e respeitar o limite de emissão de sons. De 7h às 22h, o limite permitido é de 60 decibéis. De 22h às 7h, o som não pode ultrapassar os 50 decibéis. Do contrário, o equipamento pode ser apreendido pela Polícia Ambiental. Marminino!

Carapuça

Postagem do presidente estadual do Avante, Clóvis Silveira, nas redes sociais permite suspeitar que ele torce pela reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Segundo o distinto, “deve ser muito difícil lutar contra seu município e torcer, todo dia, pra que tudo dê errado só porque quer que o seu candidato ganhe as eleições, contra tudo e contra todos. Estão todos doido pelo poder. Deus me livre!”. Será que Clóvis não apoia o prefeiturável avantista Lúcio Flávio? Crendeuspai!

Galeguinho otimista

E o governador Belivaldo Chagas (PSB) aproveitou o feriado do Dia do Servidor, ontem, para fazer campanha em Simão Dias, sua terra natal. Lá, o “Galeguinho” apoia o candidato a prefeito Aloizio Viana (PSC). Segundo o governador, seu preferido será eleito com uma vantagem de, no mínimo, 4 mil votos para o principal adversário Cristiano Viana (PSB), apoiado pela família Valadares. Enquanto Belivaldo e o ex-senador Antônio Carlos Valadares travam uma luta particular, o prefeiturável Leandro Murad (Cidadania) trabalha de mansinho, sonhando em se eleger nas coxas. Misericórdia!

Leite derramado

Só depois que a Petrobras colocou à venda os 11 campos terrestres em Carmópolis foi que a classe política sergipana se deu conta do problema. Agora, não falta quem condene a decisão da estatal. Deputados e senadores têm criticado a anunciada venda e até sugerem reuniões para tentar convencer a Petrobras a desistir de seu projeto. Perdem tempo, mas ganham a simpatia dos ingênuos, que acreditam ser possível essa tímida e tardia reação impedir o negócio milionário. Estão chorando o leite derramado. Ou seria o petróleo? Desconjuro!

Briga de foice

O delegado Paulo Márcio, candidato a prefeito de Aracaju pelo DC, está por aqui com a direção estadual do partido. Prova disso é o documento que ele enviou à Executiva Nacional reclamando dos aliados locais. Na semana passada, a cúpula do DC chegou a avaliar expulsar o delegado de suas fileiras, mas a maioria preferiu esperar o fim das eleições. Procurado pela coluna, Paulo Márcio disse não poder disponibilizar uma cópia documento: “É interno. Só mostrei a um grupo muito restrito de apoiadores”, explicou. Então, tá!

Noite de autógrafos

O promotor público Peterson Almeida Barbosa lança nesta quinta-feira, o livro “Abuso do Poder Religioso nas Eleições – Atuação Política das Igreja Evangélicas”. A noite de autógrafos está marcada para o Museu da Gente Sergipana, centro de Aracaju. Segundo o autor, o livro propõe a criação, na legislação eleitoral, do abuso do poder religioso. Há anos, Peterson Almeida estuda o crescente interesse evangélico pela política. Prestigie!

Recorte de jornal

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários