Faca no pescoço

0

Parado desde a posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o Brasil só se moverá novamente se o Congresso aprovar a famigerada reforma da Previdência. Como se esse projeto fosse a bala de prata para tirar o país do atoleiro, este governo militar resolveu botar a faca nos pescoço dos governadores. Todos que o procuram para pedir socorro financeiro ouvem que só haverá dinheiro se a reforma previdenciária foi aprovada. Foi isso que disse André Kuhn, diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) ao deputado estadual Zezinho Sobral (Podemos). Segundo o burocrata de Brasília, a retomada da duplicação do trecho da BR-101 em Sergipe somente ocorrerá se a tal reforma for aprovada. Também ontem, técnicos do governo ouvidos numa audiência pública na Câmara Federal disseram que para a conclusão desta importante obra, serão necessários R$ 700 milhões, porém só há previsão para liberar R$ 100 milhões agora em 2019 e isso mesmo se o Congresso aprovar a maldita reforma. Decididamente, estamos no mato sem cachorro!

Quebrou na solda

Sergipe está em petição de miséria. Quem pensa assim é o deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB). Segundo ele, Jackson Barreto (MDB) e Belivaldo Chagas (PSD), ex e atual governadores, “transformaram Sergipe em uma catástrofe do desemprego”. O parlamentar lamenta que a produção industrial sergipana tenha voltado ao patamar de 2007: “Nos últimos 12 anos, enquanto o Tocantins cresceu 160%, o crescimento econômico de Sergipe foi de míseros 5%”, fustiga. Misericórdia!

Milagre sergipano

Um dos dois milagres atribuídos à futura santa Irmã Dulce aconteceu em Sergipe. Foi um caso de pós-parto de uma moradora da cidade de Malhador. A paciente apresentava um quadro de forte hemorragia. Em menos de um dia, ela passou por três cirurgias sem que o sangramento cessasse. Para surpresa da equipe médica, após a mulher fazer uma prece pedindo socorro à Irmã Dulce, a hemorragia parou de repente. Ó Céus!

Ingratidão tira a feição

Decididamente, o ex-deputado federal André Moura (PSC) é um ingrato. Pois não é que o moço evitou visitar na cadeia o ex-presidente Michel Temer (MDB), preso sob a acusação de meter a mão grande no dinheiro do povo. Tendo sido por demais prestigiado no desgoverno do mordomo de filme de terror, bem que André poderia ter isso à Polícia Federal levar alguns livros para o amigo passar o tempo. Aliás, neste período em que o temerário está atrás das grades, apenas o ex-ministro Carlos Marum (MDB) foi confortá-lo no xilindró. Marminino!

Fogão à lenha

O alto preço do gás de cozinha está fazendo muitas famílias de baixa renda abandonarem o produto. O elevado valor do botijão e 13 quilos, vendido em Aracaju por R$ 75, em média, tem contribuído para elevar os custos de negócios que têm esse produto como um de seus principais insumos. E entre as famílias pobres já é comum a substituição do gás de cozinha pelo velho fogão à lenha. Vixe!

Bico seco

A comunidade quilombola de Brejão dos Negros, em Brejo Grande, se queixa da falta de água para beber. Uma comissão de moradores pediu socorro ao governo estadual: “Queremos a perfuração de poços artesianos, pois os carros-pipa não atendem nossas necessidades”, reclama a líder quilombola, Izaltina Silva. Segundo ela, parte da pouca água disponível na comunidade é salinizada. O governo prometeu adotar providências para minorar o problema. Deus tomara!

Braços cruzados

Movimentos sindicais e estudantis promovem, nesta quarta, uma greve geral contra o corte de 30% nos recursos nas universidades federais. A paralisação também visa protestar contra o desmonte da Previdência, o desemprego, a violência e a privatização das estatais. Esta será a primeira grande manifestação popular contra os absurdos gestados por este governo militar. Participe!

Duras exigências

O Ministério da Fazenda deve anunciar até o fim desta semana o Plano de Equilíbrio Financeiro dos estados. Segundo o jornal Valor Econômico, o socorro prevê o aval do governo federal aos estados para que possam levantar recursos junto ao sistema financeiro. Mas atenção: para fazer jus ao aval do Tesouro, os estados terão que apresentar um duríssimo programa de ajuste fiscal, a ser implementado em quatro anos e que prevê, entre outras exigências amargas, a privatização de estatais. Misericórdia!

Pernas pro ar

E quem está arrumando as malas para gozar merecidas férias é o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Durante os 15 dias de descanso do comunista, Aracaju será governada pelo vereador Nitinho Vitale (PSD), presidente da Câmara Municipal. A ascensão temporária do parlamentar ocorrerá porque Nogueira não possui vice desde que Eliane Aquino (PT) renunciou o cargo para assumir a vice-governadoria de Sergipe. Então, tá!

Animais liberados

Os condomínios não podem restringir, de forma genérica, que moradores tenham animais domésticos de estimação, como cães e gatos, em apartamentos. O Superior Tribunal de Justiça decidiu que as regras internas de condomínios só podem fazer restrição quando os bichos apresentarem risco à segurança, higiene ou à saúde dos demais moradores. Melhor assim!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 29 de novembro de 1873

Resumo dos jornais

Comentários