Freio de arrumação

0

Caso seja confirmada, a desistência do pré-candidato Valadares Filho (PSB) será um freio de arrumação na campanha eleitoral de Aracaju. A adesão dele – provavelmente como candidato a vice – à chapa da delegada Danielle Garcia (Cidadania) coloca a prefeiturável entre os favoritos na disputa que se avizinha. Mas essa provável mudança, contudo, não permite tratar a sucessão da capital como um jogo quase decidido. É preciso considerar que esta será uma campanha diferenciada. A pandemia da Covid-19 alterou o jeito de fazer política, impôs o distanciamento entre candidatos e eleitores e acabou com os famosos comícios. A televisão e a internet serão as grandes ferramentas dos prefeituráveis, assim como o passado de cada um, o trabalho prestado por eles e as propostas que vão apresentar. Portanto, a provável desistência de Valadares Filho é sim um fato novo que embaralha o jogo. Por isso mesmo, não permite afirmar agora quem cruzará a linha de chegada na frente, pois muita água ainda passará por debaixo dessa ponte. Marminino!

Bem na fita

E quem está por cima da carne seca é André Moura (PSC), secretário da Casa Civil do Rio de Janeiro. O distinto ganhou, ontem, um generoso espaço no telejornal Expresso TV CNN Brasil. Entrevistado pelos jornalistas Monalisa Perrone Caio Junqueira e Fernando Molica, o político sergipano disse acreditar ser possível evitar o impeachment do governador Wilson Witzel (PSC). Desde que reassumiu a Secretaria, André Moura tenta convencer os deputados estaduais a desistirem de mandar o governador carioca pra casa. Uma missão pra lá de complicada. Aff Maria!

Cansa cliente

Bem que a tradução de Call Center deveria ser Cansa Cliente. Quem já teve a infelicidade de ligar para este serviço deve concordar com a sugestão. De cara, a voz eletrônica do outro lado da linha manda o suplicante esperar um momento, que dura uma eternidade. Depois, a ligação cai, para o sujeito ligar novamente e ver cair outra vez. Quando, finalmente, o consumidor consegue ser atendido por uma mocinha, esta enrola, enrola até a pessoa ser vencida pelo cansaço e desistir. Danôsse!

O passado lhe condena

O pré-candidato a prefeito de Aracaju, Lúcio Flávio (Avante), sempre achou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) um maluco sem futuro. Pelo menos é o que garante o empresário João Tarantella (DEM), um bolsonarista raiz, que não aceita ver Lúcio hoje levantando a bandeira do presidente. O demista suspeita, inclusive, que o pré-candidato do Avante está a serviço do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e deseja ser candidato para tumultuar o processo eleitoral. Cruzes!

Contragolpe festejado

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) comemorou a decisão do ministro Edson Fachin desautorizando o compartilhamento de dados da Operação Lava Jato. Anteriormente, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, havia autorizado que toda a documentação fosse compartilhada com a Procuradoria-Geral da República: “O ministro Fachin corrigiu este absurdo”, festeja Vieira. Segundo o cidadanista, é preciso garantir a continuidade do combate à corrupção e preservar a independência do Ministério Público Federal. Então, tá!

Cultura de luto

A cultura sergipana está de luto com a morte de “Zé de Biné”, fundador e capitão-piloto da Chegança Santa Cruz, grupo cultural mais antigo de Itabaiana. Com 88 anos, “Zé de Biné” foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral. Seu corpo foi sepultado, ontem, no Cemitério do Campo Grande, em Itabaiana. Descanse em paz!

TJ condena greve

O Tribunal de Justiça condenou a greve sanitária deflagrada pelos servidores do judiciário sergipano. Em nota, o TJ explica que o plano de retomada das atividades presenciais foi construído “com responsabilidade, de forma programada, gradual, segura e flexível”. O Tribunal conclui advertindo que os grevistas podem ser impedidos de gozar a licença-prêmio devido as faltas injustificadas ao serviço. Crendeuspai!

Sessão especial

Começa no próximo dia 25 o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida pedir à Justiça Eleitoral a transferência para votar em uma seção especial. O eleitor nessa situação poderá encaminhar o seu pedido até o dia 1º de outubro. Nas eleições de 2018, as pessoas com deficiência representaram 0,64% do eleitorado.

Medo da vice

Bastou sair a notícia que Valadares Filho pode desistir de disputar a Prefeitura de Aracaju para um gaiato dizer que ele está com medo de ser vice novamente. É que o moço tenta ser prefeito de Aracaju desde 2012. Naquele ano, teve 37,62% dos votos, mas perdeu para João Alves Filho (DEM). Em 2016, foi para o 2º turno e conquistou 38,09% dos votos, sendo derrotado por Edvaldo Nogueira (PDT). Isso sem contar que Vavazinho também ficou na 2ª colocação em 2018, perdendo para Belivaldo Chagas (PSD) a disputa para o governo de Sergipe. Misericórdia!

Lembrem dele

Quem anda se achando esquecido é o advogado Juraci Nunes (PMB), pré-candidato a prefeito de Aracaju. O rapaz se queixa que os institutos de pesquisas não o relacionam entre os prefeituráveis: “Peço que incluam o meu nome nas próximas consultas, para que tenhamos um resultado mais próximo à realidade”, implora. Juraci reclama que até agora só participou de uma pesquisa realizada pela TV Atalaia. Assim também já é demais também. Vixe!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 4 de maio de 1910

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários