Governo imbecil

0

Nunca antes na história deste país um governo, ainda na fase da lua de mel com os eleitores, fez tantas imbecilidades quanto este do capitão de pijama. Desde a posse, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) demonstra inaptidão para o cargo, insiste em não descer do palanque e não abre mão de se aconselhar com um astrólogo mequetrefe e tão deseducado quanto ele. Achando tudo isso pouco, o soldadinho de chumbo arranchado no Planalto vive a referendar as maluquices dos herdeiros Zero Um, Zero Dois e Zero Três. Um trio de imbecis! Em vez de pregar a união dos brasileiros e se preocupar em tirar o país do atoleiro, Bolsonaro prefere afrontar a inteligência nacional, como fez ontem, ao chamar estudantes e professores de idiotas úteis. Convenhamos, o que esperar de um presidente que xinga o povo? Decididamente, estamos no monossílabo da cobra, bem ali onde as costas fazem a curva. Só Deus na causa!

Faça o que digo…

A Assembleia aprovou projeto do Ministério Público de Sergipe criando 25 cargos em comissão e extinguindo 53 funções efetivas. Interessante que é este mesmo MPE que vive importunando, com razão, gestores públicos a substituírem os comissionados por servidores concursados. É aquela velha história: faça o que digo, não faça o que faço. Crendeuspai!

E pode ficar pior?

E o governador Belivaldo Chagas (PSD) afastou a possibilidade de decretar calamidade pública em Sergipe. Ué, e existe a ameaça de a população viver num estado ainda mais calamitoso do que já vive? Há desventura maior do que o governo atrasar salários, não pagar fornecedores em dia, não impedir a fuga de empresas e viver de pires nas mãos mendigando ajuda ao governo federal? Santo Cristo!

Quer conselho

O pastor Heleno Silva, presidente de honra do Republicanos, prometeu ao governador Belivaldo Chagas (PSD) perguntá-lo quem será o melhor candidato a prefeito de Aracaju. Tomara que em 2020 o reverendo não repita 2018 quando, na hora de a onça beber água, abandonou Belivaldo para apoiar o candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB). Calejado, Chagas disse a Heleno que só tratará sobre eleições no ano que vem. Homem, vôte!

Noventa queixoso

E o deputado federal Valdevan Noventa (PSC) não gostou de ver publicado que ele tenta derrubar na Justiça ação em que é réu por compra de votos. Aliás, por conta desse processo, Noventa passou algumas semanas no Cadeião de Estância e outras usando tornozeleira eletrônica. Segundo o site O Antagonista, o Ministério Público acusa Valdevan de ter relação com o grupo criminoso PCC. O deputado desmente tal informação e jura que acompanha com serenidade o andamento do processo na Suprema Corte. Então, tá!

Sonhar é livre

E o secretário geral de governo, José Carlos Felizola, foi recebido pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Entre outros assuntos, ambos trataram sobre a construção do Canal de Xingó. Este é um empreendimento caro e muito complexo. Só a 1ª fase do canal inclui obras num trecho de 114,55 quilômetros entre Paulo Afonso (BA) e Poço Redondo (SE), num investimento de R$ 872 milhões. Trata-se de uma obra caríssima e de execução demorada. Danôsse!

Silêncio na torre

O monsenhor Odair Francisco Carvalho negou que a Justiça proibiu o badalar do sino da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, sertão de Sergipe. O vigário disse ao Jornal da Cidade que o problema é outro: o velho equipamento que propaga as badalada quebrou e não há peças no mercado para fazer a reposição das danificadas. Pelo visto, para devolver o som ao sino só resta ao monsenhor pedir ajuda ao galo da torre da igreja. Marminino!

Novo agresteiro

Nascido em Simão Dias, o governador Belivaldo Chagas (PSD) é o novo cidadão itabaianense. Ao receber o título de cidadania, o governador disse que se sentia em casa e que a homenagem da Câmara “só reforça meu compromisso com esse povo, que é símbolo de progresso e trabalho”. Filho de Itabaiana, o presidente da Assembleia, Luciano Bispo (MDB), destacou o compromisso do governador com o progresso do município serrano. O título de cidadão foi proposto pelo vereador Gustavo Bispo (MDB). Muito bem!

Descanso parcelado

A Assembleia aprovou projeto do Tribunal de Justiça de Sergipe parcelando as férias dos servidores daquele poder em até três vezes (mínimo de 10 dias). A redação originária do artigo 79 da Lei Complementar do TJ determinava que os servidores fariam jus a 30 dias de férias anuais, que deveriam ser usufruídas de uma única vez. Ah, bom!

Bem na fita

Pesquisa do Ibope indica que 89% da população escutam rádio. O estudo mostra que a integração com novas tecnologias e a abrangência deste veículo fazem com que ele ganhe cada vez mais força. A pesquisa aponta ainda que o pico de audiência radiofônica ocorre entre 10h e 11h e alcança 64% dos entrevistados. E viva o popular “papagaio”!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 10 de dezembro de 1871

Resumo dos jornais

Comentários