Hoje tem Ibope

0

Hoje tem Ibope

 

O Ibope divulga hoje a primeira pesquisa feita em Sergipe sobre a disputa para governador. Apesar de institutos locais como o Dataform e o Única já terem divulgado consultas populares neste sentido, é grande a expectativa em torno dos índices apurados pelo Ibope. Candidatos e simpatizantes só vão sossegar às 19 horas, quando os dados forem divulgados pela TV Sergipe. E por que tanto interesse, se os próprios políticos são os primeiros a desacreditarem as pesquisas? Porque elas dão o balizamento da campanha. Para o candidato que não aparecer bem agora, resta o consolo que esta é a primeira consulta de opinião feita pelo Ibope no Estado. Outras duas serão realizadas até as eleições e poderão apresentar índices diferentes. Só depende do trabalho de cada candidato para conquistar a simpatia do eleitorado.

 

Pressão pesada

 

A coluna foi informada que é grande a pressão em cima dos ocupantes de cargos em comissão na Prefeitura de Aracaju. Pelo que contaram, aqueles que se recusam a votar em Tânia Soares (PC do B), Valadares Filho e Antônio Carlos Valadares – ambos do PSB – são exonerados. Em algumas Secretarias e órgãos municipais, não se permite nem o acesso de carros adesivados com propaganda de outros candidatos. Para fugir da pressão dos chefes e manter os adesivos nos carros, alguns comissionados estão indo trabalhar de ônibus. Parece coisa da época do coronelismo.

 

Crime político

 

O delegado Fernando Melo, que apura o incêndio de vários ônibus em Laranjeiras, acredita que o crime teve cunho político. Segundo ele, entre os organizadores da manifestação, estava um candidato a deputado estadual. Melo acha que lideranças políticas aproveitaram que a população estava revoltava com o péssimo serviço de transporte coletivo para incentivar a bagunça. O delegado não afasta, inclusive, a possibilidade de pedir a prisão dos cabeças do movimento.

 

Crime eleitoral

 

A colega Rita Oliveira faz hoje no Jornal do Dia uma grave denúncia. Segundo ela, alguns candidatos não estão respeitando a legislação eleitoral, que proíbe a afixação e distribuição de cartazes de candidatos nos órgãos públicos. “Nos gabinetes são vistos cartazes de campanha afixados nas portas, assim como distribuição de material de campanha. Trocando em miúdos, os gabinetes viraram comitês eleitorais”, escreve Rita.

 

41 anos da Deso

Uma missa celebrada pelo frei Geraldo Bezerra da Silva marcou ontem os 41 anos de fundação da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). Após o ato religioso, que foi prestigiado por todos que fazem a empresa, os diretores cortaram o bolo comemorativo. Em viagem à Brasília, o presidente da estatal, Max Montalvão, foi representado pelo diretor Juarez Carvalho.

 

Jantar de adesão


E a candidata a deputada estadual Gilza Costa (PRP) vai realizar na próxima quarta-feira o jantar de adesão intitulado “Eu apoio Gilza”. Marcado para as 20 horas, o evento será realizado no Espaço Sônia Lima, na Atalaia, e terá cardápio do Armazém Bacco. A coordenação da campanha de Gilza informa que as pessoas interessadas em participar poderão obter outras informações pelo telefone 9992- 4123.

 

Lançamento

 

Será na próxima quinta-feira o lançamento da campanha de Almeida Lima (PMDB) à Câmara Federal. A festa política acontecerá no Iate Clube de Aracaju e o peemedebista promete muito barulho. Segundo o convite, “além de correligionários de todo o Estado, já confirmaram presenças os candidatos a deputados estaduais Arnaldo Bispo, de Itabaiana, Pedrinho Valadares, de Simão Dias, Gracinha, de Itaporanga, Zezinho Guimarães, Augusto Bezerra e Paulinho Filho, de Aracaju”.

 

É proibido comprar

 

A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe alertou ontem que a “compra de apoio político” ou de “liderança política” configura, em tese, o crime de corrupção eleitoral.
Destaca também que essa prática importa em abuso de poder econômico ou político por parte do candidato, que pode ter seu registro cassado. Além disso, tanto o candidato quanto a “liderança política comprada” serão considerados inelegíveis pelo prazo de oito anos, a contar da eleição em que o fato ocorreu.

Vaca na campanha

 

O Programa Eleitoral Gratuito está cada dia mais hilariante. Pois não é que já colocaram até uma vaca! O animal apareceu sendo ordenhado, enquanto o vaqueiro informava que a deputada estadual Ana Lúcia (PT) teve uma participação importante no programa de distribuição de leite com as famílias carentes. Engraçado mesmo foi o candidato Robin. Todo fantasiado de parceiro do Batman e com uma tabuleta escrita “ficha limpa” perdurada no pescoço, ele concluiu a participação arremessando meias, numa referência ao seu número. Como diz Thais Bezerra, “só pedindo meus sais”.

 

Do baú político

 

Muita gente sabe que em 1969 a Seleção Brasileira goleou por 8 a 2 a Seleção Sergipana na inauguração do Batistão. O que poucos sabem é que o Governo de Sergipe precisou emitir dois cheques para pagar a CBD pelo show das ‘feras do Saldanha’. O primeiro foi entregue logo após o jogo ao vice-presidente da CBD, Sílvio Pacheco. Cinco dias depois, ele telefona do Rio de Janeiro para o então presidente da Federação Sergipana de Futebol, Américo Alves. “Faça-me o favor de informar ao governador Lourival Baptista que perdi o cheque, estou desesperado”. Antes de Américo se deslocar ao Palácio, o telefone toca novamente. Era Sílvio Pacheco para dizer que o documento bancário não havia extraviado como ele pensava: “Caiu do meu bolso aqui em casa e o cachorro comeu. A empregada ainda recuperou um pedacinho na boca do safado”, explicou. O fato foi comunicado ao governador, que mandou providenciar outro cheque do Banese, entregue três dias depois ao tesoureiro da CBD. O moço veio a Aracaju somente para isso, trazendo, naturalmente, o pedacinho que Totó não engoliu.

 

Resumo dos jornais

 

Clique aqui para ler os destaques de capa dos principais jornais do Brasil

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais