JB precisa: Auditoria, criatividade e comando

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O atual estágio de letargia que passa grande parte dos estados brasileiros, requer mais do que uma simples vontade política do governante de plantão. É preciso empreender uma tática de guerra para sanear as finanças e fazer com que o bolo cresça.

E nesta tática de guerra, no caso de Sergipe, é preciso que o governador Jackson Barreto tenha, não apenas o controle, inove no comando da máquina. Em algumas áreas, Jackson já demonstra insatisfação política. Não há tempo a perder. Ou cobra criatividade ou passará para a história como o governo que apenas pagou folha de pessoal, diga-se de passagem, com atraso.

Está claro que a folha de pessoal e a previdência são os principais gargalos.  A previdência precisa de uma ação em nível nacional, mas afolha de pessoal, Jackson tem o caminho. Só não faz se tiver medo.

Se o Governo do Estado quiser realmente passar a limpo a folha de pagamento do Estado, isto é  de todas as secretarias e de todas as entidades da administração indireta, deve contratar uma empresa de auditoria especializada no assunto. Ou seja, independente, de fora do governo.

Do contrário qualquer auditoria que se realize será apenas uma arremedo, até por que em muitas questões haverá interesses comuns envolvidos entre quem eventualmente audita e quem é auditado. O blog espera que o Governo faça o que qualquer empresa de grande porte faria em hipótese semelhante.

Se não for para fazer uma "limpa" geral na folha, da forma como deve ser feita,  com absoluta independência e transparência, é melhor não fazer, pois corre o risco de ficar desmoralizado.

Delegue poderes. Por exemplo, coloque Almeida Lima (o blog repete: é critico das ações políticas dele nos últimos anos, todas desastrosas e dignas de grandes pastelões), para coordenar a contratação desta auditoria. Dê carta branca para ele neste quesito. Como administrador, Almeida Lima, enxugou a Prefeitura de Aracaju. É fato. Foi um grande gestor.

Quando assumiu o governo, ainda no governo Déda, Jackson mostrou o que sabe mais: habilidade política para fazer maioria na Alese. Porém, ele sabe que a maioria foi feita à duras penas. Um alerta, lembrando Maquiavel: “…se alguém tem seu Estado apoiado nas tropas mercenárias, jamais estará firme e seguro, porque elas são desunidas, ambiciosas, indisciplinadas, infiéis..”

E aí Jackson? Os caminhos são por aí: auditoria, criatividade e comando. E se não fizer, chega de choro…

Afinal, perguntar não ofende. Curiosíssimo!
Do advogado Clarkson Moura: “Depois da implantação do Programa "Mais Médicos" pelo MS, no País, tornaram-se corriqueiros e mais frequentes os pretensos incidentes envolvendo pacientes e médicos brasileiros (natos) e tendo estes como ofendidos e aqueles como ofensores.Diante desse nebuloso imbróglio, pergunto-lhes: O que é verdadeiro ou falso nesses malsinados episódios? Afinal, perguntar não ofende.”

Areia Branca: Agripino perde mais uma. Desta vez em definitivo no TSE
O ex-prefeito de Areia Branca, Agripino Santos, afastado do mandato por compra de voto pelo TRE/SE  em junho de 2014, através de denúncia do Ministério Público Eleitoral perdeu ontem,26, em definitivo, o recurso que impetrou. Por unanimidade os ministros do TSE a cassação do prefeito já afastado, Agripino Andelino Santos, por abuso de poder econômico e político, conduta vedada a agente público e compra de votos na campanha de 2012.

Relembre o caso
O TRE/SE cassou o prefeito por distribuição de material de construção a eleitores às vésperas da eleição, o que caracteriza compra de votos. Inclusive com bilhetes assinados por ele para o dono de uma material, de nome Vavo. O TRE também condenou Agripino por conduta vedada e abuso de poder econômico e político pela distribuição de dinheiro a populares para a compra de medicamentos ou pagamento de despesas com funeral. A defesa da atual prefeita foi comandada pelo escritório do advogado Paulo Ernani, com os advogados Jairo e Luzia.

Deixou a Prefeitura sem documentação
.Para ser ter uma ideia da irresponsabilidade do prefeito afastado, quando cassado ele levou vasta documentação que causou um prejuizo enorme na atual administração, comandada por Acácia Souza, PSD. E de quebra todo mês mandava espalhar na cidade, principalmente para tumultuar a administração e os servidores, de que estaria voltando dia “tal” quando ganharia recurso no TSE.

E agora Agripino? Promessa é divida.
E tem mais uma: um servidor municipal ligou ontem, 26, para que o blog cobrasse do ex-prefeito Agripino o pagamento de uma promessa feita pelos quatro cantos da cidade. Ele disse que se perdesse no TSE…deixa prá lá… o povo vai cobrar…

Será o Messias?
Em entrevista, o atual presidente da OAB, Carlos Augusto Monteiro, questionou as declarações que estão sendo dadas pelo candidato a presidente da Ordem Henri Clay. Para Carlos Monteiro, a questão é puramente eleitoreira. “Ora, se à época da minha reeleição, Henri Clay  deu declarações elogiando a minha gestão da qual ele participou, como é que agora está tudo errado e ele aparece como Messias para salvar os advogados?”.

Sucessão
“A sucessão precisava ser discutida por todos que trabalharam pela OAB”, afirma o presidente da Ordem, Carlos Augusto Monteiro. Segundo ele, o fato de não ter aceitado que a sucessão fosse debatida apenas por três pessoas causou o rompimento do grupo. “Eu poderia ter também está disputando o terceiro mandato. No entanto, acreditei que era hora de renovação e debatemos a sucessão de forma muito democrática, sem personificações”.

Poluição visual em Aracaju
Ontem, 26, diversas autoridades da Prefeitura de Aracaju, debateram a utilização do espaço público em Aracaju, mas especificamente o outdoor. É preciso que a Emsurb, volte também a retirar as faixas da cidade.  Vários canteiros e postes estão cheios de faixas. Até pouco tempo a Emsurb saia diariamente pelas ruas recolendo este material indevido que só faz poluir a cidade.

Conferência Estadual do PC do B
O deputado estadual Padre Inaldo(PC do B) participará amanhã, 28, da Conferência Estadual do PC do B de Sergipe. A conferência acontece a partir das 9h, no Sindicato dos Bancários de Sergipe e reunirá mais de 1.500 dirigentes partidários de 50 municípios sergipanos, além de trabalhadores, juventude e movimentos sociais.

Eleição
“Será um momento importante para o partido no Estado, no qual reafirmaremos nossa força junto aos movimentos sociais e nosso compromisso com a população sergipana”, enfatizou o deputado Padre Inaldo. Na pauta, eleição da nova diretoria e preparação para o pleito do próximo ano.

Nova diretoria da ASCORSEG/SE será empossada hoje, 27
A Associação de Corretores de Seguros de Sergipe – ASCORSEG/SE – vai empossar a sua nova diretoria para o biênio 2016/2017 no próximo dia 27. O evento será realizado no Mercury Aracaju Del Mar Hotel, localizado na Orla de Atalaia a partir das 19h30.Quem assumirá o comando da entidade será o Corretor de Seguros, Antonino Alcântara, que ocupará o cargo de Diretor Presidente, aliado a Max Dosea e Igor Nunes, respectivamente, Diretor secretário e Diretor Tesoureiro.

Casamento secretário
Na última sexta-feira, 20, aconteceu o casamento do secretário Municipal da Articulação Política e das Relações Institucionais, Juvêncio Oliveira, com a jornalista Suyanne Cunha. Durante a cerimônia religiosa vários políticos estiveram presentes parabenizando assim o casal. Dentre eles, o prefeito de Aracaju, João Alves Filho que foi um dos padrinhos do casamento.

Saúde: Pastor Roberto quer apuração de fraude
Após denúncia de privilégios em atendimentos em algumas unidades de saúde da capital sergipana, o vereador Pastor Roberto Morais (SD) solicitou à Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que faça diligências e apure as denúncias. Ele, inclusive, afirmou na tribuna, ontem, , 26, que faz questão de acompanhar a comitiva e verificar se, de fato, as especulações procedem.

Atenção especial
"A saúde pública, bem como outros serviços, não pode ser vista e tratada de forma operacional da maneira como pode estar ocorrendo. Cabe uma investigação, uma atenção especial, porque sei que isso não é um direcionamento dado pelo prefeito João Alves Filho. Até onde sei, ele não aceita tal atitude", afirmou o Pastor Roberto.

Simão Dias: na rádio Tropical FM denúncias de vereadores  contra prefeito

E em Simão Dias, vereadores denunciaram no Ministério Público e prestaram entrevistas na rádio Tropical FM, com 12 possíveis irregularidades na administração do prefeito Marival Santana, PSC. Dentre as denúncias o nepotismo e a maioria das empresas que ganham as licitações pertencem a familiares do gestor. Outra denúncia é que a Associação Evangélica Restaurar que possui contratos com a Prefeitura Municipal de Simão Dias, que diz ter sede em Valença (BA), e a produção da rádio foi no local e tem apenas um terreno baldio. E o mesmo dono da empresa comanda uma faculdade. Por isso os vereadores enviaram as denúncias para o MPE.

Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Israel
O deputado Jony Marcos (PRB), presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Israel, recebeu, juntamente com outros parlamentares, a visita dos representantes do Ministério das Relações Exteriores israelense. Durante o evento foi comemorada a aprovação, pela Comissão de Relações Exteriores, do Acordo de Coprodução Cinematográfica entre os dois países. O projeto, que teve como relator o deputado Roberto Sales (RJ), estava parado desde 2009 e agora segue para apreciação nas comissões de Cultura e de Constituição, Cidadania e Justiça (CCCJ).

Maturidade
“A realização de coproduções cinematográficas internacionais representa um sinal de maturidade do cinema brasileiro. Israel é um país que conseguiu se superar e ser referência tecnológica em várias frentes. Algo incrível que nos encanta e inspira a lutar para viabilizar as produções culturais entre ambas as nações”, afirma Roberto Sales. “Estamos aqui para demonstrar o apoio que desta Casa a todas as causas e bandeiras levantadas por Israel”, disse Jony Marcos.

Empresários sergipanos conquistam Prêmios
As boas práticas de gestão adotadas em dois empreendimentos sergipanos foram reconhecidas publicamente na noite desta quarta-feira. A Casa do Pão e o Portal Escritório Virtual foram os vencedores da etapa estadual do Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas (MPE Brasil) 2015 nas categorias Comércio e Serviços, respectivamente.

SE: GGCC completa hoje nove anos de mediação de conflitos
O Grupo de Gestão de Crises e Conflitos da Polícia Militar (GGCC) completa nove anos de formação  HOJE, 27. O GGCC tem atuado em todos os municípios de Estado com o objetivo de mediar conflitos agrários e urbanos de modo a alcançar soluções pacíficas nas situações.Atualmente o grupo é formado por cinco policiais militares com sede administrativa localizada no Quartel do Comando Geral, onde recebe as demandas processuais judiciais e se reúne com lideranças dos movimentos e partes envolvidas nos processos.

Justiça
A atuação do GGCC dá-se através do acionamento da justiça via mandado de reintegração de posse, quando o GGCC através da decisão judicial inicia os primeiros contatos com os ocupantes da propriedade, buscando dialogar no sentido de explicar o trabalho da Polícia Militar e a modo de agir do grupo. Além disso, esse primeiro contato é uma forma do GGCC fazer o reconhecimento de área, conhecer a realidade local, identificar o quantitativo de pessoas e traçar o perfil dos ocupantes.

Solução pacifica
"O Gabinete de Gestão de Crises e Conflitos é importante na gestão do conhecimento em reintegrações de posse urbanas e rurais nas quais a Polícia Militar do Estado de Sergipe é demandada a apoiar os oficiais de justiça na fase de execução. Bem mais do que intermediar a negociação entre as partes na solução pacífica dos conflitos por terra e habitação, o GGCC assessora os Grandes Comandos da Corporação no planejamento estratégico de tais ações", destaca o capitão PM Marcos Rocha, coordenador do GGCC.

Principios
"O GGCC age em conformidade com os princípios da dignidade da pessoa humana, legalidade, proporcionalidade, além das diretrizes da Ouvidoria Agrária Nacional sobre o cumprimento de mandados judiciais. Todas as ações, desde o recebimento até o cumprimento voluntário ou compulsório, são cuidadosamente planejadas e em sintonia com todo o ordenamento jurídico vigente, o que leva à minimização de prejuízos a todos os envolvidos", comentou Soldado PM Anderson Santana, integrante do GGCC.

Empresários sergipanos conquistam Prêmios II
A trajetória de empreendedorismo de duas sergipanas também foi reconhecida durante a solenidade. Elvira Maria de Jesus e Laura Figueiredo conquistaram o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que busca identificar, selecionar e premiar os relatos de vida de mulheres empreendedoras. Todos eles irão representar o estado na etapa nacional dos Prêmios, que será realizada em Brasília.

Banese promove curso de capacitação de gestores
A Área de Desenvolvimento Humano e Organizacional (ARDHO) do Banco do Estado de Sergipe (Banese) está promovendo algumas iniciativas voltadas para a melhoria da performance das equipes de gestores das agências da instituição. Dentro desse processo, a psicóloga Noemia Alice Nery Lobão Cruz vem realizando, nos últimos dias, um curso de capacitação com vistas a promover o desenvolvimento das competências pessoais e profissionais dos gerentes das agências.

Eficiência
Especialista em Psicologia Organizacional, Noemia diz que o curso, basicamente, busca aprimorar nas pessoas as suas competências e eficiência no local de trabalho. “É algo que vai melhorar as equipes e o desempenho dos gerentes”, disse a psicóloga.As primeiras agências a participarem deste curso foram a Gentil Barbosa e a Central, de Aracaju. Esta semana, a psicóloga deu início aos trabalhos com a equipe de gerentes da Agência DIA, também de Aracaju, e a previsão é de que até o final do próximo semestre todas as agências da capital tenham passado pelo processo.

Encontros
As atividades serão realizadas durante três a quatro encontros, em cada agência, cada um com duração de aproximadamente uma hora e meia.Segundo o gerente geral da Agência DIA, José Dantas Rodrigues, no primeiro encontro com a sua equipe a psicóloga realizou uma dinâmica para avaliação do perfil dos gestores. “Depois, nos próximos encontros, serão desenvolvidas dinâmicas que achamos muito interessantes para o nosso crescimento pessoal, como também para a empresa, que contará com profissionais mais preparados, mais atualizados para desenvolver os seus trabalhos”, disse José Rodrigues.

PELO TWITTER

www.twitter.com/zeehsoares  Está tão quente, tão quente, que já saio do banho querendo voltar.

www.twitter.com/BonifacioCartun  Twitte como se não houvesse um amanhã, amanhã. Talvez derretamos nesse calor! #QuintaDetremuraSdv

www.twitter.com/RealKajuru  Morrer por uma causa é lucro. Aliás é bíblico. Capitulo 1, versículo 21, Apóstolo  Paulo, Filipos, Filipenses. Viver é Cristo.

www,twitter,com/orodrigopontes  black friday no Brasil, tudo pela metade do dobro;

www.twitter.com/FabioMitidieri1  A @AviancaBrasil não tem respeito aos seus clientes. Toda semana o voo 6224 de BSB a AJU atrasa. A desculpa? Motivos alheios à nossa vontade.

DO LEITOR

Cabe Reflexão: caso do acidente envolvendo delegado. MP tem que se envolver diretamente nas investigações
Do advogado leitor diário deste espaço, Dr. Edilson: “Nobre jornalista, o episódio do acidente causado, ao que consta,  pelo “ delegado de polícia civil” Fábio Santana, só será devidamente esclarecido e encaminhado ao Poder Judiciário, se o Ministério Público se envolver diretamente nas investigações, imbuído da mesma determinação que se observa o caso das subvenções da ALESE. É o que se conclui diante das já manjadas declarações da SSP de que os fatos serão “apurados com rigor”, pois estas possuem o já costumeiro ‘cheiro de orégano’, característico de outras tantas e “rigorosas apurações” realizadas naquela secretaria, inclusive recentes, como aquela envolvendo o enteado de um ex-titular da SSP, lembra? E se assim não fosse, seria despiciendo a SSP dizer que “vai apurar os fatos com rigor e que os responsáveis arcarão com eventuais danos causados”, como se algo diferente disso fosse sequer admissível. O preocupante é que o Ministério Público, legalmente o responsável pelo controle externo da atividade policial, não tem histórico de interesse em atuar com firmeza nestes casos, e justamente por isso, eles se repetem periodicamente e são apurados com o mesmo “rigor” descrito na extemporânea nota da SSP. Fosse o Brasil um país sério, a esta altura, os pensamentos do  tal “delegado” estariam divididos entre  ele próprio ocupar a cela de uma das delegacias em que já trabalhou, e  eminência  de procurar por um novo emprego,  principalmente se estava usando o veículo da SSP para farrear, abastecendo a sí próprio de etanol, conforme vem sendo ventilado. Aliás, ante a gravidade dos fatos, surgem aí duas perguntas: terá sido esse o primeiro desvio de conduta deste delegado ou, desta vez,  ele ‘deu azar’? E mais: interessa à sociedade, que paga impostos e, aparentemente, também pagou o passeio do delegado em veículo oficial,  ter esse tipo de servidor público, ainda mais na polícia civil e, a principalmente, no cargo de Delegado?  Cabe reflexão. “

NOTA DE ESCLARECIMENTO – ASSOMISE
A associação dos oficiais PM/BM de Sergipe – ASSOMISE, consciente do seu papel e responsabilidade perante seu associado vem a público lamentar o equívoco da SSP/SE, através da delegada Dra. Daniele Garcia, ao confundir a extinta caixa beneficente dos servidores militares de Sergipe com a Assomise. A caixa beneficente era proprietária de terrenos na região da Coroa do Meio e Atalaia, que vendeu os terrenos à policiais militares há aproximadamente 15 anos atrás, quanto a Assomise, o único terreno que nos pertence é o que está construído nossa sede administrativa e clube social, localizado à rua Tenente Aragão, n° 50 no bairro Farolândia.

Assessoria de Comunicação Assomise

NOTA DE ESCLARECIMENTOS – Emgetis

Em resposta à nota publicada no espaço do leitor na data de 26 de novembro de 2015, de autoria de representante anônimo dos empregados da Emgtis, esclareço que:

1- Antes de abordar sobre o acesso dos empregados à empresa, ressalto que durante todo o período em que atuei como diretor-presidente da Emgetis nunca houve ato de repressão, principalmente quanto à liberdade de ir e vir de cada indivíduo trabalhador desta empresa;

2- É importante frisar que a portaria publicada pela empresa, – em fase experimental – referente ao controle de frequência dos empregados, tem a finalidade de promover adequações à portaria do Ministério do Trabalho nº 1510/2009, que obriga o uso do Sistema de Registro de Ponto Eletrônico (SREP). Destaco também que, atualmente, as normas que estabelecem o
sistema de controle de frequência dos empregados da Emgetis são referência quanto à flexibilidade de acesso, tanto nas entradas postergadas e/ou saídas antecipadas, dando condições aos empregados para que compensem horas não trabalhadas.

3- Deste modo, ocorrendo a necessidade eventual do empregado ter a sua entrada postergada ou saída antecipada, será permitido o seu acesso a partir das 6h30, e saída até às 13h30, o que dá a ele a oportunidade de compensar dentro do próprio mês as horas utilizadas nas saídas particulares sem retorno.

4- É importante frisar que o direito aos 15 minutos diários de descanso, estabelecido na legislação trabalhista, sempre foi respeitado. E, dentro deste período, a saída de empregados nunca se caracterizou como objeto de desconto.

5- Ressalto, mais um vez, que nunca houve, durante a minha gestão, nenhum ato de repressão, tão pouco constrangimento, principalmente quanto aos exemplos citados pelo autor anônimo;

6- Por fim, afirmo que a nossa gestão tem trabalhado embasada em leis e normas que visam ao benefício coletivo dos empregados e da empresa, evitando que alguns sejam beneficiados em detrimento de outros.

Atenciosamente,

Ezio Prata Faro
Diretor-Presidente da Emgetis

ESCLARECIMENTOS – SINDTIC 

O SINDTIC esclarece, tendo a nota divulgada em seu BLOG, com o título NA EMGETIS PONTO ELETRÔNICO É EXEMPLO, que em momento algum é contra a instituição do PONTO ELETRÔNICO e jamais compactuará com comportamentos indevidos, em saídas de empregados, que prejudiquem o bom andamento de empresa pública e, por consequência, o atendimento ao público.

Porém, para que fique esclarecido, a medida adotada pela EMGETIS vai de encontro à legislação trabalhista. Todo empregado tem por obrigação de cumprir a JORNADA DE TRABALHO, que consta em seu contrato, mas, como qualquer cidadão, inclusive de pessoas que trabalham em empresas privadas, vez ou outra existe a necessidade, ou imprevistos, de saídas, temporariamente do local de trabalho, sem que isso acarrete solução de continuidade do serviço.

Claro que saídas eventuais, mesmo que sejam particulares, devem ser descontadas da remuneração do trabalhador, o que questionamos é a necessidade que um empregado tenha de se ausentar do local de trabalho, seja punido com a perda total do dia de trabalho.

Por fim, só para exemplo, perguntamos inclusive a você, caro Claudio Nunes, se nunca aconteceu de ter que se ausentar, de forma inesperada do local de trabalho, para resolver um problema premente, mas que, assim que resolveu o que lhe afligia, retornou ao trabalho para continuar suas tarefas? Isso pode acontecer com qualquer pessoa, menos com empregados da EMGETIS que, se isso fizer, perderá todo o dia de trabalho.

Espero que tenha entendido a posição do SINDICATO e reproduzimos o link do site, inclusive  com a fundamentação legal: http://sindticse.org.br/index.php/noticias/431-a-emgetis-e-o-desrespeito-aos-empregados-e-as-leis-de-novo

Posição do blog
Só para lembrar: o blog é favorável a implantação do ponto eletrônico como as medidas adotadas pela direção da Emgetis. Na empresa privada não tem “jeitinho” para funcionário sair para pegar filho em escola e retornar.  Além disso, como a nota esclarece, o servidor tem 15 minutos diários de descanso e nunca foi objeto de desconto.

Blog no twitter: http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Se eu sou livre, é porque estou sempre fugindo.”Jimi Hendrix, guitarrista estadunidense, nasceu em 27 de Novembro de 1942 e morreu em 1970.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários