Lixo reciclado: MPF investiga máfia em SE

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Desvio de verba federal e falsidade ideológica. Uma bomba vai estourar nas próximas semanas em Sergipe, através de um esquema envolvendo o nome de duas cooperativas de catadores e alguns membros das diretorias não sabem nem mesmo o que está ocorrendo. Existem convênios através do Ministério do Trabalho e Emprego.

O blog não pode revelar tudo neste momento (principalmente o nome das duas cooperativas), mas sabe que o MPF está investigando o envolvimento de uma pessoa de um importante órgão  estadual e mais duas de uma secretaria municipal. Está sendo investigada também a contratação de uma empresa para prestar serviços de logística e apoio na gestão de um projeto, com recursos federais, sem a devida licitação.

Sabe também que o Comitê Interestadual de Inclusão Social dos catadores já tem conhecimento como também a Federação das Cooperativas e associações de catadores de Sergipe, que têm pessoas sérias em sua diretoria.

Pela documentação que o blog recebeu a máfia do lixo reciclado é mais grave do que alguém pode imaginar em Sergipe. Tem gente se apresentando como promotor no interior do estado, para enganar pessoas de cooperativas de catadores.  E sabe qual é o intuito: receber verba federal através das associações e cooperativas.

O blog foi informado que até ameaças já ocorreram. Três pessoas estão sendo investigadas. E não venham com intimidações. O blog será o primeiro a divulgar os nomes. Não divulga agora para não prejudicar as investigações do MPF.

Pela documentação que o blog recebeu a máfia do lixo reciclado é mais grave do que alguém pode imaginar em Sergipe.

Radialistas: sem acordo, Liberdade FM é fechada hoje. Dois meses salários atrasados
Ontem, 26, aconteceu mais uma rodada de negociações na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego entre o sindicato

 patronal e os radialistas. Sem sucesso, foi marcada outra rodada para amanhã, 28. Na madrugada de hoje o movimento sindical fechou a Liberdade FM, localizada no Bairro Santo Antônio. Os funcionários estão dois meses de salários atrasados.

Nota do Sindicato dos Radialistas
Resumo da 8ª rodada:”Os patrões estão retaliando este sindicato por não se curvar aos caprichos dos donos da mídia e por abrir negociação de fato, expondo a realidade à classe, sem maquiagem. Mesmo em tempos de crise o setor de rádio e tv está obtendo números invejáveis.Os donos da mídia, representados pelo presidente Elenilton Pereira (Jornal do Dia) e pelo advogado da TV Sergipe, ofereceram 8,50% agora com retroativo dividido em cinco vezes e 0,50% em janeiro retroativo a maio de 2015. Chaga a ser vergonhosa a proposta dos patrões, eles querem protelar 0,50% pra  janeiro, isso significa um acréscimo de R$4 R$6  no salário base do radialista sergipano.Fizemos a contraproposta com 9% linear com retroativo divido no máximo em três vezes. Na próxima quarta-feira (28) teremos a 9ª rodada, depois disso voltaremos ao movimento de greve com o fechamento de uma TV.”

Sepultamento corpo do ex-jogador Henágio
O ex-jogador de futebol, Henágio, que jogou em vários times, entre eles o Santa Cruz (PE) e o Flamengo (RJ), será sepultado hoje, 27, às 10h no cemitério São João Batista em Aracaju, O corpo está sendo velado no estádio João Hora. Henágio, morreu aos 53 anos em Recife, onde morava.

Saneamento básico 
Hoje, 27, será a vez do chamado "Território 4 de Aracaju( composto pelos bairros Siqueira Campos, América, Novo Paraíso, Capucho e Jabotiana) participar de Audiência Pública para discutir o saneamento básico. O evento acontecerá no bairro Siqueira Campos, no dia 27 de outubro, às 19h, na Escola Municipal Presidente Vargas, localizada à Rua Neópolis, s/n, Bairro Siqueira Campos.

Saneamento básico  II
As Audiências Públicas do Plano de Saneamento Básico são momentos importantes, pois permitem o contato direto entre a população e os representantes dos órgãos públicos responsáveis pelo saneamento e infraestrutura da cidade,  para discutirem os principais problemas que afligem os bairros.

Obras
Na última quinta-feira, 22, a prefeita Acácia Sousa, PSD, fez questão de acompanhar o governador interino Belivaldo Chagas na vistoria das obras de construção da Cadeia Pública de Areia Branca. O espaço, que contará com 390 vagas, tem previsão de ficar pronto até o final do ano. O local fica anexo à atual Penitenciária Estadual de Areia branca e terá investimentos de quase R$11 milhões.

Presos provisórios
De acordo com representantes do Estado, a unidade será para presos provisórios, que são oriundos das delegacias e estão aguardando definição da justiça em relação a sua pena. O espaço conta com três módulos (A, B e C) interligados por corredores gradeados e possui 5.546 m² de área construída, num total de 15.757 m². São 80 celas, 04 suítes para visitas íntimas e 04 vagas no posto de enfermagem.

Patrimônio Histórico de Laranjeiras
O conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico da cidade de Laranjeiras foi tombado como Patrimônio Histórico pelo Iphan em 1996. Em seu entorno, são proibidas construções desordenadas, como vem acontecendo.Em setembro, o Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) acionou a Justiça para proibir novas construções na área dos morros Bonfim e Bom Jesus, no município de Laranjeiras. Desde 1996, a área é considerada Patrimônio Histórico. Por isso, em seu entorno, é proibida a ocupação desordenada, como vem acontecendo.

Levantamento
O MPF/SE também quer que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) realize, no prazo de 180 dias, levantamento sobre todos os imóveis ali localizados. O objetivo é identificar as construções que precisam de reparo para se adequar à paisagem histórica e as que necessitam ser desocupadas.

Programas sociais
Em caso de necessidade de desocupação, a prefeitura deve incluir as famílias em programas sociais. Ou então garantir pagamento de auxílio-aluguel até que aos moradores sejam contemplados com unidades residenciais integrantes de programas de habitação.

Plano Urbanístico
De acordo com o plano urbanístico da cidade é proibida qualquer edificação nos morros situados no entorno da área tombada pelo Iphan. Porém, foi constatada intensa ocupação nas encostas do morros do Bom Jesus e do Bonfim. As construções irregulares, além de descaracterizar a paisagem histórica, causam danos ambientais, com a intensificação do efeito erosivo.

R$ 15,3 milhões em emendas individuais à LOA 2016
O senador Valadares (PSB) tem trabalhado com afinco para conseguir recursos para o estado de Sergipe. Para a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2016, o senador apresentou 10 emendas individuais que garantem mais de R$ 15,3 milhões para o Estado. “Minhas emendas atendem a um universo grande de municípios e entidades públicas. Tenho trabalhado em benefício do povo sergipano”, declarou.

Áreas
As emendas de Valadares contemplam as áreas de Cultura, Agropecuária, Desenvolvimento Urbano, Educação, Esporte e Saúde. Antes da aprovação do Congresso Nacional, as emendas passarão pelo crivo dos relatores setoriais e do relator geral do Orçamento.

Audiência para discutir fábrica em Santo Amaro
Acontecerá hoje, 27, uma audiência pública em Santo Amaro das Brotas, para discutir a implantação da fábrica de cimento Apodi. A audiência acontecerá na Escola Municipal Benedito Figueiredo, a partir das 8h, onde serão discutidos vários temas, a comunidade conhecerá o projeto do empreendimento, os impactos social e ambiental, planos de ação, entre outros.

Impostos
Segundo dados, a fábrica vai gerar cerca de 20 milhões de reais de impostos para o município, isso quer dizer que com a implantação da Apodi, a receita do município irá triplicar. Além disso, a indústria vai gerar 500 empregos diretos para a população santoamarense. As vagas serão distribuídas em 20% para engenheiros (nível superior), 50% para nível técnico e 30% para nível médio.

Semana de Conciliação
No período de 03 a 20 de novembro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) promove a Semana de Conciliação. A iniciativa busca firmar acordos referentes a execuções fiscais, que tiveram origem a partir de autuações por falta de ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), exercício ilegal da profissão e não pagamento de anuidades.

Desconto
Para facilitar a regularização das dívidas de pessoas físicas e jurídicas, o Crea-SE oferece desconto  de até 100% sobre juros e multas no  pagamento à vista. Outra opção é o parcelamento do débito em até seis vezes com descontos que variam de 90% a 50%. O evento conciliatório será realizado na própria sede do Crea-SE.

Apanhador Só em Aracaju
Os gaúchos do Apanhador Só atravessaram o Brasil e chegam a Aracaju com a turnê nacional "Na Sala de Estar".  A partir de uma proposta intimista, a banda substitui os palcos pelo aconchego da sala de pessoas que abrem suas residências. O Show acontece na “Casa de Ananda”, na Rua Euclídes Góis, 130 (casa B), Atalaia, nesta quarta-feira, 28, pontualmente às 19h. Ingressos podem ser adquiridos pelo site http://www.eventick.com.br/nasaladeestarse.

DO LEITOR

Sobre asfalto nas praças. Eduardo Matos tem conhecimento?
E-mail recebido: “Sobre o asfalto nas praças, gostaria de saber o que o secretário de meio ambiente está fazendo!! Será que ele não está vendo este absurdo!! Será que como técnico e defensor do meio ambiente, não sabe que o asfalto neste ambiente é extremamente prejudicial!!?? Interessante é que a secretaria de meio ambiente da PMA não se manifesta sobre estes temas! Semelhante o que aconteceu na obra da 13 de julho…”

PELO TWITTER

www.twitter.com/alanbarretoso  Reza a lenda que, quando você estiver sendo humilhado por alguém inferior a você, deixa de ser humilhação e passa a ser assédio moral!

www.twitter.com/gildasio2002  Acho que o estacionamento do Extra é onde mais ocorrem assaltos entre os supermercados sergipanos. Será???

www.twitter.com/ClovisCBMelo  STJ define: foro privilegiado não se estende às ações de improbidade administrativa, acabando de vez com a discussão.

www.twitter.com/WilliamFonseca Você tem direito a tudo. Até mesmo a ter uma vidinha medíocre. Eu é que não desperdiço meu tempo, nem meu ar.

www.twitter.com/fernandocabral  É tudo culpa do PT!
•Enem.
•ProUni.
•Minha Casa Minha Vida.
•Bolsa Família.
•Ciências Sem Fronteiras.
•Mais Médicos
•Samu.
•Super Simples…

ARTIGO

A Persistência da violência contra a mulher por Roseline Morais (Secretária-adjunta OAB/SE)

A violência, de qualquer tipo, deve ser denunciada, deve ser discutida e combatida. Porque quanto mais a gente fechar os olhos, mais a gente vai ver.

É por isso que a abordagem do ENEM, chegando com sutileza na prova do sábado, ao citar Simone de Beauvoir em uma questão e, no domingo, ao abordar a questão da violência reiterada contra a mulher, prestou um grande serviço à sociedade.

Primeiro porque no final de semana, nada menos que sete milhões de jovens estavam a pensar na questão da mulher na sociedade contemporânea, nas relações de poder entre os gêneros e nas formas de violência as quais as mulheres estão submetidas.

Segundo, porque minutos depois da divulgação do tema da redação, “a persistência da violência contra a mulher”, a sociedade como um todo se pôs a falar sobre o assunto.

Algo sensacional aconteceu aí. Nunca a questão da violência contra a mulher teve uma repercussão tão grande.

Dito isso, vamos aos pontos:

É preciso entender o que quer dizer a frase da filósofa francesa, Simone de Beauvoir – uma das fundadoras do feminismo – tirada do seu livro seminal O Segundo Sexo: “ninguém nasce mulher: torna-se mulher. Nenhum destino biológico, psíquico, econômico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam o feminino.”

Ora, o que a autora quer dizer é que o papel da mulher é definido culturalmente, não é determinado pela biologia. Porque a biologia não diz que uma mulher deve ganhar menos que um homem para fazer o mesmo serviço. Quem diz isso é a cultura.

Não é a biologia quem diz que as meninas devem brincar de boneca e os meninos de futebol, é a cultura.

Sobre a violência contra a mulher é bom que comecemos a discuti-la. E é bom saber que essa violência vai muito além das agressões físicas; as agressões psicológicas e os assédios morais e sexuais também são danosos.

Foi preciso se estabelecer uma lei, a Maria da Penha, para se tentar dar um freio na insana agressão que os homens praticam contra as mulheres, grande parte delas no seio doméstico, contra esposas e filhas.

A naturalização dessa violência, não querendo discuti-la, levou à sua banalização.

Ao ponto de, na semana passada, o Brasil inteiro estar a discutir as agressões verbais, com conotação sexual, contra uma criança que participa de um reality show na TV Brasileira.

Nas redes sociais, a menina, de apenas doze anos, era tratada como uma fêmea no cio pronta para copular.

Sem que ela desse a menor demonstração que estivesse ali para isso. É um tipo de pedofilia que foi se banalizando no Brasil com a história de cantarem músicas com conotações sexuais para as “novinhas” e da construção cultural da mulher, como um objeto sexual masculino.

É bom que jovens reflitam que não é legal mulheres não terem a liberdade de sair à rua sem ser incomodadas por marmanjos que lhe atiram cantadas e lhe falam desaforos.

O interessante é que nunca uma mulher é chamada de gostosa na rua quando ela está com o seu irmão, seu pai ou seu marido. Por que o homem respeita o outro homem,  mas não respeita a mulher?

Ora, estamos a falar de questões culturais muito arraigadas na sociedade machista brasileira. O estupro era tão comum e tão banalizado no período colonial, que chegaram a afirmar que essa era uma forma de miscigenação.

Da Casa Grande, os estupros partiram para as cozinhas modernas, onde os patrões e os filhos dos patrões abusam de suas empregadas domésticas.

Mesmo o estupro ocorrido na rua é banalizado, uma vez que há um consenso velado de que a mulher, ao se vestir de forma provocante, está pedindo para ser estuprada. Mesmo quando é uma vítima, a mulher é culpabilizada.

Só para se ter uma ideia como essa questão deve ser cada vez mais discutida em nossa sociedade: o maior medo de um homem quando está preso, é o de ser estuprado pelos colegas de cela.

O maior medo de uma mulher é ser estuprada em liberdade.

Blog no twitter: http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Nada é impossível. Se puder ser sonhado, então pode ser feito.” Theodore Roosevelt, presidente dos Estados Unidos, nasceu em 27 de outubro de 1858 e morreu em 1919.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários