MP e as placas clonadas

0

  É valido o interesse do Ministério Público Estadual  – embora um pouco tarde – em investigar o uso de placas frias e clonadas por policiais militares e civis em Sergipe. É bom lembrar que esse interesse só foi despertado ante o levantamento feito pelos técnicos da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito – SMTT, das inúmeras infrações cometidas por veículos no uso destas placas e que são misteriosamente ignoradas pelo policiamento de trânsito.

 Seria salutar que o Ministério Público solicitasse da SSP de Sergipe, a lista das placas de segurança (sigilosas), informando em que veículos estão estas colocadas.A utilização de tais placas está prevista apenas para veículos oficiais pela legislação de trânsito no artigo 116 do CTB, in verbis:”Os veículos de propriedade da União, dos Estados e do Distrito Federal, devidamente registrados e licenciados, somente quando estritamente usados em serviço reservado de caráter policial, poderão usar placas particulares, obedecidos aos critérios e limites estabelecidos pela legislação que regulamenta o uso de veículo oficial.”

   Porém, em face da modernização das formas de fiscalização do trânsito com a inclusão da notificação eletrônica, impossibilitando a famosa “carteirada” no sensor eletrônico de velocidade ou avanço de sinal, essas placas são largamente utilizadas por qualquer um, quando deveriam servir apenas ao serviço reservado de caráter policial.

   Um passeio pelos pátios das repartições públicas, de posse dessa lista, será possível reconhecê-las fixadas em veículos particulares de “autoridades” ou até nos veículos registrados em nome de seus familiares.

 Pode-se até reconhecer, num esforço permissivo, a possibilidade de veículos locados pelo Governo do Estado, a serviço do aparelho policial, circularem com placas ditas “de segurança” (mesmo que a legislação acima referida não tenha aberto tal precedente),mas daí, a fornecer tais placas para secretários de estados ou a qualquer outra pessoa com acesso ao governo para uso em seus veículos particulares, é estender demais a interpretação do dispositivo legal. É a institucionalização de um novo tipo de carteirada a “carteirada eletrônica”.

  Espera-se que agora o Ministério Público realmente desmonte este esquema que existe há muito tempo em Sergipe e é fruto de criticas deste jornalista desde quando escrevia na extinta Gazeta de Sergipe, passando pelo Jornal do Dia e agora nesta coluna eletrônica na Infonet. Seria bom que o Poder Judiciário se some a esta luta para garantir que o uso indevido de placas acabe de uma vez, principalmente por autoridades que deveriam dar o exemplo para toda a sociedade sergipana.

 

Dutra cotado para presidência do PT ou cargo federal

Publicado na coluna Painel de hoje da folha de São Paulo com o título Seringal: “A possível ida do governador do Acre, Jorge Viana, para o ministério do segundo mandato esbarra num fator geográfico. Marina Silva conversou com Lula dias antes da eleição e acertou sua permanência no Meio Ambiente. “O Acre não tem tamanho para sustentar dois ministros petistas”, raciocina um dirigente da sigla. Para completar, Marina é bem avaliada por entidades da área e pelo próprio Lula. Assim, ministros e governadores dão como quase certa a ida de Viana para a presidência do PT. Luiz Dulci (Secretaria Geral) tem dado demonstrações de que prefere ficar no governo. Outro cotado, José Eduardo Dutra, deve assumir cargo na administração indireta ou no governo de Marcelo Déda em Sergipe”.

 

 

Na Secretaria de Turismo luta-se por um CC I

 Passadas as eleições gerais deste ano e com o novo quadro político que se desenhou em Sergipe com a vitória de Marcelo Déda, candidato do PT ao Governo do Estado, há quem não consiga dormir desde que o resultado das urnas foi anunciado. Por exemplo: na Secretaria de Turismo um grupo de funcionários que amedrontou colegas com o terrorismo de que sendo Marcelo Déda eleito eles estariam desempregados, agora estão a procurar “padrinhos” em busca de um CC (Cargo em Comissão). A linguagem, falsa, é  alegre e bem educada.

 

Na Secretaria de Turismo luta-se por um CC II

Há quem esteja propagando que pode assumir algum cargo na Secretaria de Turismo. Arrogante, invoca conhecer uma autoridade que vai estar próxima ao governador Marcelo Déda. Este servidor se sabe, esta cedido a uma prefeitura não muito distante de Aracaju, mas deve ser devolvido por inapetência. Mas ele foi um daqueles que mais espalharam o terrorismo entre os servidores da Secretaria de Turismo e que não pode negar os compromissos que sempre o ligou ao esquema do governo em processo de extinção. Mas ele quer voltar e com um CC como se nada houvesse acontecido de perseguição durante o período da campanha eleitoral.

 

Na Secretaria de Turismo luta-se por um CC III

 Como a notícia sobre a farra das diárias na Secretaria de Turismo vazou, com a ida de um batalhão de servidores ao Rio de Janeiro para o Congresso Nacional da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem – Abav, mas que foi decepcionante a participação de Sergipe em tão importante encontro do turismo nacional e internacional, os ocupantes de Cargos em Comissão – muitos deles viajaram em retribuição ao empenho na campanha pró-João Alves/Maria do Carmo – culpam os servidores de carreira de terem denunciado a, digamos assim, festinha da patota.

 

Por falar em servidores públicos…

Já outros servidores públicos, estes efetivos, já começaram a procurar os respectivos departamentos de recursos humanos das suas pastas para entrarem a partir de janeiro com licença prêmio, licença sem vencimento ou mesmo férias. É bom lembrar que o próprio governador eleito já disse que quem for competente não deve se preocupar, porque o governo é impessoal e seguirá o rumo normal das coisas, obviamente sem os velhos e caros vícios de vários governos.

 

Tem gente ainda “aperriada”

Caro leitor desculpe, mas não dá para ficar sem escrever. Por mais que esse jornalista tente, alguns continuam com ciúmes do sucesso da coluna. Tem nada não, continuem “aperriados” e lendo a coluna, é lógico.

 

UFS realizará Semana Acadêmica

A Universidade Federal de Sergipe promove  no período de 21 a 24 deste  a sua Semana Acadêmica. O evento, que conta com o apoio da Petrobras, Sebrae, Prefeitura de Aracaju, Banco do Nordeste, Sesi, Capes, CNPq e Fapese,  vai discutir ciência, tecnologia e inclusão social nos segmentos da pós-graduação e pesquisa, ensino e extensão.

 

Jornalista questiona critérios para escolha de assessor

De um colega jornalista, cujo nome será omitido porque participará do processo de seleção da Procuradoria da República: “Foi com satisfação que li as notas Procuradoria da República vai contratar assessor de comunicação I e II. Para minha surpresa, ao consultar o edital do concurso, deparei-me com uma “pequena” subjetividade no item 4, Da Seleção: 4.1. “Na primeira fase, proceder-se-á a analise do currículo”. A grande pergunta nesta fase eliminatória é: qual é o critério de análise? O item 4.2. tenta responder essa questão, mas esbarra em” critérios objetivos e subjetivos”, que serão adotados pela Comissão de Seleção para avaliar os currículos. Outro problema é a não divulgação das notas da avaliação.Para que exista uma maior transparência no processo seria necessário que critérios fossem divulgados, como também notas curriculares. Com essas palavras não quero por em cheque a lisura do concurso e muito menos da Procuradoria da República, e sim, expressar um anseio que a seleção ganhe mais clareza. Dessa forma servirá como exemplo para as demais instituições em nosso Estado”.

 

 

Gilmar anuncia que vai priorizar o social I

Do radialista e jornalista Gilmar Carvalho no blog que assina: “Não é verdade que considere meu estilo ultrapassado. Entendo até que outros profissionais devem surgir para fazer o que sempre fiz e até melhor do que procurei fazer. Se esse estilo fosse ultrapassado, não seria o campeão de audiência entre os programas jornalísticos do rádio sergipano desde abril de 1995. Nunca perdemos em nenhuma pesquisa realizada pelo Ibope”.

 

Gilmar anuncia que vai priorizar o social II

Escreve Gilmar: “Continuarei sendo o profissional combativo, irrequieto, mas passarei a priorizar o que meu coração e minha família me pedem há muito tempo: o social.O que nós queríamos era a derrota de um modelo político-administrativo que consideramos ultrapassado. Isso ocorreu nas eleições do último dia 1º. Agora, chegou à hora de virarmos a página e fazer um trabalho mais propositivo e destinado a prestar serviços à coletividade no sentido de ajudá-la a resolver seus problemas.Entendo que minha parcela de sacrifício – e não queiram imaginar as dificuldades que tive de enfrentar durante todos esses anos de luta contra o sistema – já foi dada. O guerreiro precisa de vida e paz!”

 

Esclarecimentos do Sindicato dos Artistas

Existem alguns boatos na cidade que merecem ser vistos. Esta sendo realizado em Sergipe um longa metragem, até ai tudo bem. Acontece que o comentário é que  estão tratando os atores sergipanos como figuração com pagamento abaixo de qualquer tabela de preço. No JC, o ator e publicitário Antônio Leite, já manifestou sua indignação em nota publicada na coluna de Osmário, por conta da falta de um pagamento de um cachê digno. O momento é importante para que os artistas de Sergipe façam uma reflexão sobre o tema. Outro detalhe: o  governo estadual nega qualquer ajuda ao artista local para montagem de um espetáculo, no entanto,  é patrocinador  do filme com R$  250.000,00, fora a logística. Cadê a direção do Sindicato dos Artistas? Ou estão achando tudo maravilhoso?

 

 

Moradores discordam da mudança no Trânsito

A informação sobre a mudança no trânsito da Rodovia dos Náufragos no dia 04, próximo sábado, a partir das 20 horas, quando da realização do Odonto Fantasy, deixou indignados os moradores das Comunidades da Zona de Expansão. Segundo os Dirigentes das Associações de Moradores tanto os organizadores quanto as autoridades de transporte e trânsito do Estado deveriam, no mínimo, ouvir as Comunidades ou pelo menos informar da mudança. Para José Firmo, Ex-presidente da Associação dos Moradores dos Povoados Robalo e São José, o bem-estar e a comodidade dos freqüentadores do evento não podem estar desassociados do bem-estar e da comodidade da Comunidade. “Não se admite que por conta de um evento, haja uma decisão de alterar a circulação de veículos sem ouvir os moradores sobre as implicações que tais mudanças acarretariam.Com a alteração no trânsito todos trabalhadores que se deslocarem de casa para o trabalho e vice-versa durante aquela noite poderão ficar sem transporte coletivo ou reprogramar os seus horários e locais de embarque e desembarque”. Alegam os moradores que as autoridades de trânsito com jurisdição sobre a via pública deveriam ter o mesmo zelo e presteza que está tendo com o Odonto Fantasy para com os problemas de falta de manutenção e de segurança na Rodovia que afligem diariamente a todos que moram nas proximidades.

 

Frase  do Dia

“Olha, que o brasileiro guarde essa data de 29 de outubro, assim como o americano e o mundo guardaram a data de 11 de setembro de 2001”. Do jornalista e secretário de Estado Carlos Batalha, na última segunda-feira, quando o jornalista Euler Ferreira, informava no “Notícias da Hora” o percentual da vitória de Lula em Sergipe. O resto do diálogo: ‘Você está sendo trágico Batalha”,  perguntou Euler. “Não! Só estou dizendo isso”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários