O Caso do “áudio-bomba”

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Uma análise do caso envolvendo o vice-prefeito José Carlos Machado num texto do advogado Clarkson Moura:

A meu falível intelecto — até porque não sou "Hermes", o intérprete da vontade divina e membro do dodecateão do Olimpo — o arrazoado constante do "post" de José Carlos Machado, à guisa de nota de esclarecimento sobre o conteúdo do controverso e viral "áudio" não passou do apodo de que "a emenda ficou pior do que o soneto".

Perdoem-me a incontida e indiscreta sinceridade: que argumentação "kamikaze"!

E a assertiva apressada e taxativa de que, no caso, "não existe prova"?

Despido da leviana pretensão de "ensinar missa a vigário", mas, sim, comprometido com imperativo deontológico de dar a conhecer a mínima noção de "prova" aos leitores leigos na Teoria do Direito, ouso desenvolver uma prolixa elucidação, porquanto toda definição é perigosa ("omne definitio periculosa est").

Em linguagem mista, por prova, entende-se um fato, ou conjunto de fatos, e suas circunstâncias, que evidenciem a veracidade, ou autenticidade, de outro fato ou outra situação fática, e os quais tenham, como destinatário, o Estado-juiz, a quem cabe apreciar e julgar, depois de convencido daquela veracidade ou autenticidade, este fato ou esta situação, objeto de demanda judicial.

Quer-se mais prova do que o teor da espontânea confissão ("rectius": meio e fonte de prova), feita na referida nota e ratificada nas declarações perante a autoridade policial?!

Seja dito que a confissão, no jargão forense, é considerada a rainha das provas. Tanto que há um trivial brocardo latino, proveniente do Direito Romano: "Confessio est regina probationum".

Ademais, a equivocada e precipitada afirmação de falta de materialidade.

O objeto do "áudio" em foco, de que constam a voz do interlocutor e o conteúdo de sua fala, diga-se de passagem, reconhecidos por ele, é o quê?!

Se os sinais sonoros – como a voz – não consistem em MATERIALIDADE? O que seria objeto material, se não um objeto real e sensível?

Ora, o som, incluindo-se a voz humana, se existe no tempo e no espaço, é real; se é perceptível pela audição (um dos sentidos), está na experiência, é sensível.

Conclusão lógica: o "áudio" é material.

A propósito do sintomático caso, transcrevo uma máxima de autor desconhecido: "Três coisas neste Mundo vão e não voltam jamais: a 'palavra pronunciada', a fecha lançada e a oportunidade perdida."

No mesmo diapasão, disse Petrônio, um grande pensador romano: "Ipse mihi asciam in crus impegi" (=Cravei-me um MACHADO na perna).

Mesmo assim, Sua Senhoria, a Delegada competente, que ouvira Zé Carlos, deu-se por satisfeita, proclamando que, com as declarações do indiciando, "não restou uma prova" sequer que ensejasse a instauração do abortado Inquérito policial.

Em tempo, sem ira e parcialidade, trago essa longa proposição de minha autoria:

"SEMPRE É ASSIM:

Em São Paulo, quase tudo acaba em pizza; no Rio, em samba de partido-alto; em Brasília, em chorinho; em Alagoas, em samba de coco; em Pernambuco, em forró; na Bahia, em axé; em Sergipe, em "nada, nada, nada…"

"Hoc opinio mea", S.M.J.

Pensamento do Dia
Se você tiver até 40 anos aproveite ao máximo, porque a geração que vai ajudar a pagar tua aposentadoria esta procurando Pokémon. (Pelas redes sociais).

Devastação APA – Morro do Urubu: Foi a SEMA que deu autorização para a Sergipe Industrial
Não foi a ADEMA quem deu autorização para a devastação e sim a Secretaria Muncipal de Meio Ambiente de Aracaju. Ou seja, a SEMA passou 

por cima de todo o arcabouço legal e deu um autorização para uma área que estava fora da sua jurisprudência, já que a área está completamente compreendida dentro da APA Morro do Urubu que é de gestão estadual. Só a ADEMA fundamenta com parecer expedido pela SEMARH e o conselho gestor da APA poderiam autorizar qualquer intervenção na região. O blog recebeu toda informação de um ambientalista ligado a um  órgão federal, inclusive a  cópia da primeira página da autorização.

Autorização ambiental
E a irregularidade não para por aí. O instrumento utilizado para o serviço de devastação, não é nem mesmo uma Licença, é uma Autorização Ambiental para uma serviço de "terraplenagem e recuperação ambiental" em nome da Sergipe Industrial S.A. (SISA). A legislação em vigor é clara ao apontar que Autorização Ambiental só pode ser expedida para empreendimentos de baixo impacto ambiental e de caráter TEMPORÁRIO.

Irregularidade
Mais ainda, inexiste a possibilidade legal de se licenciar um serviço de terraplenagem isoladamente, já que terraplenagem não é empreendimento, é parte de um empreendimento. É como licenciar a instalação de um canteiro de obras, sem que exista um obra! Por se tratar de uma área especialmente protegida, nem mesmo um Licenciamento Simplificado seria possível para qualquer atividade que viesse a ser desenvolvida dentro da APA.

Engodo
O Licenciamento Ordinário (LP, LI e LO) seria o único caminho possível e legal. O termo "recuperação ambiental" usado na autorização também é um engodo, por dois motivos: qualquer atividade de recuperação ambiental na área não seria responsabilidade isolada de um particular;recuperação ambiental só pode ser feita a partir da apresentação de um Plano de Recuperação de Área Degradada ao órgão ambiental competente, o que não ocorreu. A estratégia de se burlar a legislação, se devastar uma área, "preparar o terreno" e só muito depois dizer o que vai ser feita com ela, está bastante clara!

Ambientalistas vão acionar os responsáveis na Justiça
Sobre os barracos que existiam no local, eles foram retirados mediante pagamento de uma razoável quantia em dinheiro pago por aqueles mesmos ligados ao "empreendimento fantasma". Um grupo de ambientalistas já tomou conhecimento do caso e está complementando os elementos para acionar todos os responsáveis, diretos e indiretos, judicialmente.

Parabéns PC, mas qual o motivo da apresentação a conta-gotas?
Parabéns a PC pela prisão do assassino do delegado. Mas dizer que prendeu num dia, apresentar o assassino no outro, apresentar o vídeo da confissão num terceiro dia, é forçar a barra demais. É falta de assunto ou busca de holofotes?

Movimento da PM
É preciso que o governador Jackson Barreto não cometa o mesmo erro do governador Marcelo Déda em 2009, quando tencionou demais com o movimento da PM e a corda rompeu. Quem lembra do caos instalado? É preciso que o governo sinalize para uma saída urgentemente.

Vários estados por conta da crise atrasam salários
Em matéria do portal (G1 da Globo) ontem,10, foi informado que vários estados mudam ou atrasam salários. Segundo a matéria ao menos 12 estados (AC,AP, AM, GO, MG, PR, RJ, RN, RS, RR, SE e TO) e o Distrito Federal estão com  a crise afetando o pagamento dos salários dos servidores. Na rede Ilha há poucos dias o senador Eduardo Amorim disse que apenas três estados estavam com problemas para pagar salários. Foi desinformação ou maldade?

Nota de Resposta Agentes funcionais
A Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) informa que não existe nenhum agente prisional cedido à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). A publicação do Dário Oficial do dia 02 de agosto, da qual trata a nota veiculada na coluna do jornalista Cláudio Nunes na última quarta-feira, 10, diz respeito a uma regularização de pendências funcionais desses servidores, referente ao período de cessão de 25 de outubro de 2014 a 24 de julho de 2015.

Acinte à democracia
Do presidente da OAB/SE, Henri Clay Andrade sobre a proibição de manifestação política nos recintos das competições da Olimpíada:
"Proibição de manifestação política nos locais de competições da Olimpíada é tenebrosa. Atenta contra garantias fundamentais dos cidadãos brasileiros. Acinte à democracia! Nefasto abuso de poder que escandaliza para o mundo a fragilidade da nossa democracia diante dos arroubos autoritários."

Projeto Novo Chico
Do ex-deputado estadual Jorge Araújo: “O Presidente biônico Temer, contrariou a rede Globo e lançou o projeto Novo Chico. Na verdade o nosso rio São Francisco precisa mais de ação do que de projetos. A propósito seria bom convidar o novo Ministro da Integração para conhecer a realidade do baixo São Francisco. Com certeza ele não deve saber onde fica.”

Pleno mantém afastamento dos deputados Augusto Bezerra e Paulo Hagenbeck Filho
Em sessão realizada ontem, 08, o Pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), por unanimidade, indeferiu o pedido de revogação da medida cautelar de afastamento dos deputados estaduais Augusto Bezerra Assis Filho e Paulo Hagenbeck Filho e das servidoras Eliza Maria Menezes e Ana Cristina Varela Linhares.

Fundamentos
O Des. Roberto Porto, relator da Medida Cautelar nº 201500130084, ratificou os fundamentos da decisão do afastamento realizado em dezembro de 2015, informando que a manutenção preserva o processo e a instrução criminal, além de proteger a finalidade pública do cargo, já que a suposta prática criminosa é estreitamente ligada ao mandato parlamentar.

Jurisprudência
Além disso, o relator apresentou doutrina e jurisprudência das cortes superiores que autoriza a manutenção justificada do afastamento dos parlamentares para mais de 180 dias.Na oportunidade, o Pleno designou o Juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Aracaju, Leonardo Souza Santana Almeida, para auxiliar o Des. Roberto Porto durante a instrução do processo criminal.

Em nota advogado de Augusto diz que pleno não se posicionou sobre suplência
Em  nota a imprensa o advogado do deputado Augusto Bezerra, Aurélio Belém do Espírito Santo explicou que “no julgamento de hoje (ontem), o Pleno do TJSE não se posicionou sobre convocação de suplentes, sequer tratou do assunto e nem foi provocado a fazê-lo, limitou-se a manter o afastamento dos dois parlamentares estaduais. A decisão de hoje não tem qualquer repercussão na composição atual da Assembleia Legislativa, pois ela apenas mantém o status quo ante, ou seja, a suspensão do exercício do mandato parlamentar, nada além disso.”

Ato interna corporis
Na nota o advogado diz que essa convocação  é um ato interna corporis.“Essa convocação é um ato interna corporis. E, nesse caso, não há previsão do regimento interno da ALESE, para tanto.A convocação só pode se dar quando houver vaga. O regimento define as hipóteses de vaga: morte; renúncia ou perda do mandato (art. 106 C/C art. 115, ambos do RI).A perda do mandato só ocorre com sentença condenatória transitada em julgado (art. 44 da Constituição Estadual). No caso, o processo está apenas começando, não há falar em sequer em sentença, quanto mais transitada em julgado.”

Licença
Segundo o advogado Aurélio Belém outra hipótese seria no caso licença superior a 120 dias, que é um ato de vontade do parlamentar, que não é o caso (art. 114, parágrafo 2. do RI). “Portanto, a situação atual se trata de medida cautelar, ou seja, ato precário e provisório, que não se enquadra em nenhuma das hipóteses regimentais previstas para a convocação de suplentes”, explicou na nota.

Colegas de coligação referendam nome de Jailton Santana
A indicação do vereador Jailton Santana (PSDB) como candidato a vice-prefeito de Aracaju na chapa encabeçada pelo atual prefeito João Alves Filho (DEM) foi bem recebida pelos vereadores que fazem parte da bancada de situação na Câmara Municipal de Aracaju (CMA).

PSDB e PEN
“Todos os membros do PSDB apoiaram porque a Capital só tem a ganhar”, justifica o tucano Adriano Taxista. Já a vereadora Daniela Fortes, PEN, entende que Jailton é querido da sociedade porque tem trabalho prestado e sua indicação contempla a Câmara de Vereadores. “Uma vez que, ele conhece os nossos anseios e o compromisso que temos com a sociedade”, destaca.

DEM
Para o presidente da CMA, o vereador Vinicius Porto (DEM), as bases políticas de Jailton demonstram que ele terá a aptidão necessária para contribuir com a gestão. “Ele é um homem do povo, que representa as massas populares de Aracaju e sabe onde estão os maiores desafios da capital. Ele foi meu vice durante essa legislatura e sei como colaborou com o bom andamento dos trabalhos aqui na Câmara”, enaltece.

Continuidade
Para Santana, a decisão foi acertada e agora o foco é trabalhar com os olhos no futuro. “Precisamos apresentar um plano de governo que garanta a continuidade do desenvolvimento da nossa capital. Todas as outras questões estão superadas. Ouvir a comunidade e planejar o crescimento de Aracaju é prioridade”, enfatiza Jailton.

São Cristóvão
A quarta cidade mais antiga do Brasil e primeira capital de Sergipe, São Cristóvão, está abandonada nas áreas da saúde, educação, infraestrutura e mobilidade urbana. Há algum tempo que nenhum desses temas tem vez na cidade histórica. Pensando em mudar este cenário trágico, a chapa majoritária do Tempo Novo, é fruto da união entre Marcos Santana (PMDB) e Adilson Júnior (PDT) e as siglas PCdoB, PSB, PV e PSDC.

Experiência
O candidato a prefeito Marcos Santana, pois possui vasta experiência em gestão urbana. Sua mais recente função foi assumir a diretoria do Hospital Nossa Senhora dos Passos, enquanto voluntário. É concursado na Caixa Econômica Federal desde 1989, tem graduação em Administração e pós-graduação em Gestão Urbana e Planejamento Municipal. Já foi diretor administrativo e financeiro da Empresa de Desesnvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe (Pronese), também atuou como secretário adjunto de Meio Ambiente do Estado de Sergipe, foi diretor de Gestão Ambiental na Deso, secretário municipal de Governo e Finanças em São Cristóvão e supervisor de Custos e Orçamentos da Alpargatas Nordeste.

Compromisso
Para ele, é preciso ter mais que paixão pela cidade, mas compromisso “O povo hoje anda olhando para o chão, sem o orgulho que o povo de Nossa Senhora do Socorro tem, por exemplo. Nós precisamos construir uma das maiores obras em São Cristóvão que não utiliza cimento, nem tijolo, nem ferro. Mas é a reconstrução da autoestima do nosso povo que precisa olhar com altivez, precisa caminhar olhando para o horizonte e dizendo: ‘eu moro em São Cristóvão, no berço da civilização sergipana”, enfatiza Marcos Santana, candidato à prefeitura da cidade.

Mudança
Já o candidato à vice-prefeito, Adilson Júnior, com experiência em gestão pública em secretarias municipais e estaduais, faz questão de reforçar: “Sei que estou do lado certo, que vai mudar a história dessa cidade. Precisamos renovar as esperanças do nosso povo com a certeza de que o futuro está no amanhã construído por equipes especializadas e compromissadas em tudo que faz”.

PL de Mitidieri sobre Desporto Escolar
Foi aprovado na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei, de autoria do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), que cria o Dia Nacional do Desporto Escolar. De acordo com a proposta, a data será celebrada todo 25 de maio, mesmo dia em que se comemora a fundação da Confederação Brasileira do Desporto Escolar.

Transformação social
“É inegável a importância do esporte como veículo de transformação social. É por meio das práticas desportivas que jovens de baixa renda alcançam o sucesso e melhoram as condições de vida. Estamos tendo exemplos desta transformação que o desporto patrocina agora nas Olimpíadas do Rio do Janeiro com a medalhista de ouro Rafaela Silva, que passou toda a sua infância na comunidade Cidade de Deus na zona oeste do Rio de Janeiro”, explicou o deputado federal.

Desenvolvimento
Em seguida, Fábio Mitidieri lembrou que o desporto escolar assume um importante papel no desenvolvimento da cidadania e na dimensão cívica das crianças e jovens praticantes. “Contribui para a aprendizagem das regras da cooperação e da competição saudável, dos valores da responsabilidade, de pátria e família e do espírito de equipe. Estou muito feliz em ter esse nosso Projeto de Lei aprovado na Comissão de Cultura em plena realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos aqui no Brasil”, disse Mitidieri, que é 2º Vice Presidente da Comissão do Esporte.

Tobias Barreto
A obra da nova entrada do município de Tobias Barreto está em ritmo acelerado.  A obra corresponde à duplicação de 1,4 km da Rodovia SE-170, especificamente nas proximidades da Rua Itabaianinha e do Conjunto dos Servidores (principal acesso ao município) e, estando concluída terá pista de rolamento dupla de 11 metros de largura em  cada lado, canteiro central variando de cinco a oito metros, ciclovia, iluminação pública e sinalizações vertical e horizontal.

Investimentos
Os investimentos, no valor de R$ 2.549.644,96, oriundos do Programa Sergipe Infraestrutura, a obra executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER/SE).De acordo com o Secretário Estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, apesar de alguns empecilhos em seu decorrer, os serviços seguem o cronograma estabelecido. “Tivemos chuvas além do esperado, lentidão na realocação de postes de energia elétrica e telecomunicações, porém, superamos essas adversidades e a obra tomou novo fôlego”, disse.

Tráfego 
Valmor Barbosa ressalta que a obra melhorará consideravelmente a fluidez do tráfego. “Tobias Barreto é um grande polo comercial em crescente desenvolvimento, faz fronteira com o estado da Bahia e é uma importante rota de passagem. Além de promover melhorias na mobilidade urbana, garantir a segurança de motoristas e pedestres e facilitar o acesso aos municípios de Poço Verde, Itabaianinha e Riachão do Dantas, a duplicação do trecho chega no momento em que o município vive uma grande expansão imobiliária, o que só ressalta a preocupação do Governo do Estado em preparar os médios centros urbanos para o futuro”, conclui.

I Fórum Gestão Transparente no próximo dia 17
O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) realizará no próximo dia 17, a partir das 8h, o I Fórum Gestão Transparente, voltado a todos os prefeitos e presidentes de Câmaras Legislativas. A programação irá destacar a importância do cumprimento da legislação atual referente à transparência, evitando que os gestores sejam penalizados e que os municípios fiquem impossibilitados de receber transferências.

Transparência
Presidente do TCE, o conselheiro Clóvis Barbosa de Melo foi o autor da propositura para realização do evento. Segundo ele, o objetivo será elevar o índice médio de transparência dos municípios. "Vamos esclarecer dúvidas e fomentar a cultura da transparência", afirmou o conselheiro.

Legislação
Embora a Lei Complementar nº 131/2009 (Lei da Transparência) determine que os entes federados brasileiros (União, Estados, DF e Municípios) devem ter sites na internet que disponibilizem as informações relacionadas à receita e despesa ocorridas na gestão, muitos municípios não a cumprem.

Ações judiciais
"É importante ponderar, inclusive, que muitos dos gestores municipais já estão respondendo a ações na Justiça Federal por improbidade administrativa, exatamente em virtude do não cumprimento do legalmente estabelecido quanto à transparência", acrescenta o conselheiro.A medida está em consonância com o estabelecido no Planejamento Estratégico da Casa, além de cumprir acordo de Cooperação Técnica e Operacional firmado com o Instituto Rui Barbosa, bem como ajuste realizado junto ao Ministério Público Federal.

Encontro de Procuradores do Município
Para marcar o Dia do Procurador do Município de Aracaju celebrado no dia 11 de agosto, data em que também é comemorado o Dia do Advogado, a Associação dos Procuradores do Município de Aracaju – APMAJU realiza no próximo dia 12 na capital, o ‘Encontro de Procuradores do Município’.

Temas
O evento terá como palestrante principal o presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Município, o procurador Carlos Figueiredo Mourão, que irá abordar temas pertinentes à Advocacia Pública, entre eles, a PEC 17 que está no Senado para votação e que defende a obrigatoriedade de concurso público para o cargo de procurador do município. Essa será a primeira visita oficial de Mourão a Sergipe, já que tomou posse como presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Município, no último dia 27 de julho, em Brasília.

Site
Durante o encontro, que acontecerá a partir das 12h no restaurante Porto Madero, na Orla da Atalaia, Zona Sul de Aracaju, também será lançado o novo site da Associação dos Procuradores do Município de Aracaju – APMAJU.

Patrocínio para o futebol sergipano
Ontem, 10, o governador Jackson Barreto, ao lado do presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, foi recebido em Brasília pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, para tratar de patrocínio do banco para o campeonato sergipano.

Apoio fundamental
Segundo o governador, esse apoio é fundamental para que os dez times que participam da primeira divisão do campeonato sergipano possam ser incentivados. “Nunca houve uma iniciativa nesse sentido em nosso estado. Se conseguirmos esse apoio, será uma grande vitória para nossos times de futebol e para nossos torcedores. O futebol é uma paixão do nosso povo e precisamos buscar formas de apoiar nossos times”, disse o governador.

Ampliação
Gilberto Occhi disse que havia uma política na Caixa que admitia apenas apoiar times da série A e que foi ampliada para haver patrocínio para times da série B. “A Caixa vê esses patrocínios como investimentos em mídia. Quando cheguei à Caixa, pedi pra se fazer um estudo pra ampliar isso pra todos os estados, desde que haja possibilidade jurídica pra isso. A ideia de Sergipe em fazer via Federação com a nossa. Os campeões que sobem para os campeonatos principais do país também poderão ser contemplados com nosso patrocínio, desde que seja via Federação. Dessa forma, a gente ajuda todos os times e também aqueles que se sobressaírem nos seus campeonatos locais”, disse Ochhi.

Preocupação
Milton Dantas disse que a iniciativa do governador em levar esse pleito para a Caixa é histórica e demonstra a sua preocupação com o futebol sergipano. "Os times de Sergipe só têm a agradecer esse empenho do governador Jackson Barreto", finalizou Dantas.

Sem patrocínio, mas com a ajuda dos amigos, Yoacan Jócelis vai ao Mundial de Caratê SKIF
O experiente atleta e sensei Yoacan Jócelis viaja no próximo dia 15 de agosto para o Mundial de Caratê da SKIF, na Indonésia. O campeonato será de 20 a 27 de agosto.O atleta vai desta vez sem patrocínio nenhum, mais leva no peito o nome do seu Estado e do país,

Experiência e confiança
Yoakan aos 38 anos, tem uma vasta experiência e confiança, participando de três mundiais. Será o único atleta do Nordeste na delegação brasileira.O Caratê sergipano sempre foi muito bem representar pelo atleta Yoakan em todos os tatames seja Nacional ou Internacional, com um profissionalismo que serve de exemplo para muitos.

Caratê será esporte olímpico
O garoto campeão no Caratê vai desta vez para Ásia e vira com mais experiência na bagagem e também com muitas novidades a respeito do Caratê  que será esporte olímpico a partir da Olimpíada da Rússia. Yoacan aproveita para agradecer a todos que o ajudaram na viagem: a imprensa sergipana, Ótica Carol, os clubes (Askase, Ronald Bruce, Kondo Dojo, Kamikaze), Sumã Surf Shop e aos alunos e amigos que contribuíram fazendo rifas e até num sorteio de uma torta, como fizeram os alunos do Colégio Master. “Serei sempre grato”, disse Yoacan reforçando que honrará Sergipe mais uma vez.

Sempre ativo no ar
Com o objetivo de falar de bem-estar, qualidade de vida e saúde da população idosa, estreou nesta quarta-feira, dia 10, o programa Sempre Ativo, na TV Câmara.  O programa será exibido semanalmente, às 18h30, nas quartas-feiras, além de reprises. Com dois blocos de reportagens especializadas, o programa também terá um quadro gravado em estúdio com análise  mais aprofundada de profissionais da saúde. O primeiro programa contou com a entrevista do competente geriatra Renato Prudente, da Clínica Espaço Ativo. A apresentação fica sob a responsabilidade da jornalista Tamires Franci.

PELO TWITTER

www.twitter.com/WilliamFonseca  Quer uma maneira eficiente de ficar imune aos invejosos? Opte por uma vida simples. #Humildade

www.twitter.com/lucianopazx  Liberdade demais significa anarquia! Quem  a defende sem limites, dê a seus filhos!

www.twitter.com/beltraomaria  Na Argentina, um homem morreu atropelado por um trem porque jogava Pokemon Go.

www.twitter.com/JorgeRibeiroSE  PT, PP e PMDB serão extintos pelo TSE. Lava Jato é devastadora!:

DO LEITOR

BM´s não suportam mais usar EPI de forma compartilhada. Uso indevido ferou problema de pele
Do Blog Espaço Militar: “Os Bombeiros Militares do Estado de Sergipe não suportam mais usar EPI( Equipamentos de proteção individual) de forma compartilhada, tais como: capas, botas, máscaras de oxigênio, em tamanhos inadequados, gerando prejuízo aos bravos soldados do fogo, pela insalubre, prejudicando inclusive os salvamentos, pois é necessário destreza e habilidade nos acidentes.
Como podem os bombeiros militares atenderem uma ocorrência com destreza e habilidade usando um equipamento pesado e maior ou menor de que o adequado a cada militar?  Tal fato pode gerar risco para as vítimas e também para os próprios bombeiros.
Segundo o blog Espaço Militar tomou conhecimento, várias solicitações foram feitas ao Comando do CBM/SE para resolver este problema, porém o problema persiste até a presente data.  Só para se ter uma ideia do problema, um bombeiro militar teve acautelado o seu EPI, por ordem médica, face a problema de pele contraído pelo compartilhamento dos equipamentos que deveriam ser individuais.”

ARTIGO

Velho Jairo – a constelação dos sonhadores se torna mais nobre  por Joseilton Nery Rocha

Ontem, um dia muito especial em minha vida, a concessão do título de cidadão aracajuano, pela Câmara Municipal de Aracaju. Ontem mesmo, após a solenidade de entrega do título, recebi a triste notícia do falecimento de Jairo de Araújo Andrade Jairo Andrade Velho Jairo – o Velho Jairo de tantas lutas pelo SINTUFS (Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação da Universidade Federal de Sergipe).

Hoje, estive lá na Colina da Saudade, para me despedir fisicamente do Velho Jairo (Veio Jairo para outros), como adorava ser chamado e reverenciado, bem lembrado pelo companheiro Luiz Eduardo Oliva, em seu discurso de homenagem post mortem. Vi no semblante dos seus amigos das diversas áreas (fotojornalismo, cinema, educação pública, cultura, política partidária e sindicalismo) a tristeza, pela partida do idealista e sonhador. Entretanto, vi também nos olhos e nos discursos de cada um, de cada uma, a gratidão e a satisfação por tê-lo conhecido e vivenciado os seus ensinamentos e as suas utopias.

Da mesma forma que, ontem, me orgulhei do título recebido, me orgulho por ter comungado os seus ideais e os seus sonhos por uma sociedade justa, por uma Universidade plural, por um jornalismo democrático. Eram os temas mais comuns e corriqueiros entre nós. Cinema e fotografia, joias que tanto entusiasmavam a sua personalidade, foram tratadas em eventuais ocasiões.

Conheci o Velho Jairo, em 1995, logo que ingressei na Universidade Federal de Sergipe, na condição de servidor técnico, e passei a militar no SINTUFS. Engajei-me num grupo de valorosos companheiros classistas do qual além dele era integrado por Fernando Oliveira, Jenival Ribeiro, Justino Lima, Bosco Araújo, Menilton Menezes, Eduardo Oliva, Messias de Jesus, José Rosa, Rubens Meneses, Edival Goes, Célia Santos, Fátima de Jesus, Marta Vieira, Jugurta Lima, Valdir Pimentel, Waldir Lima Lima, Lúcio Alves entre outros.

Logo me afeiçoei por Jairo e passei a conhecer a sua construção no próprio SINTUFS, onde havia sido seu presidente, nos meados de 80. E nos afinamos mais ainda, a partir do final dos anos 90, quando partilhamos um mesmo mandato em sua Diretoria Executiva – ele enquanto Diretor de Comunicação Sindical e eu como Diretor de Administração. Aprendi muito.

Além dos sonhadores, o cinema e o fotojornalismo perdem um grande entusiasta e mestre. A Universidade Federal de Sergipe, onde atuou como fotógrafo e professor, e o SINTUFS também sentirão a sua ausência. Todavia a constelação dos sonhadores, lá no céu, se enobrece mais ainda.

Muito obrigado, Velho Jairo! Vai com Deus, Velho Jairo!

Blog no twitter: http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Nunca perca de vista o seu ponto de partida”.Clara de Assis, santa católica, morreu em 11 de AGOSTO DE 1253 (n. 1193).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários