Obra Av. Hermes Fontes:inquérito Promotoria MPE aguarda respostas PMA

0

                                        Blog Cláudio Nunes: a serviço da verdade e da justiça
            “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E após o artigo da última sexta-feira, 14, o MPE, através da 10ª promotoria de Justiça dos Direitos do Cidadão (que engloba o meio ambiente) repassou informações informando que o Ministério Público vem acompanhando por meio do Inquérito Civil 05.19.01.0259 ( que pode ser acompanhado no sistema do Ministério Público) todo andamento das obras da Avenida Hermes fontes e na Avenida Adélia Franco no tocante a parte ambiental.

No inquérito consta a informação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMA) do inventário total das árvores existentes no corredor corresponde a um conjunto arbóreo de 627 (seiscentos e vinte e sete) árvores, sendo  solicitada a remoção de 258 (duzentas e cinquenta e oito) para a realização das obras, incluindo, dentre estas, 40 (quarenta) que já estão comprometidas e que já estavam no plano de substituição. A Sema informou que já plantou até 390 (Av. Edelzio Vieira de Melo, Praça da Bandeira, Av. Etelvino Alves de Lima e rotatória da Av. José Carlos Silva (antiga Heráclito Rolemberg) mudas e que, após visita técnica, 314 permanecem vivas

Essa notícia de fato foi feita por Francisco Manuel Navarro Caldas e desde então o promotor do Meio Ambiente, Eduardo Lima de Matos, vem instruindo o inquérito inclusive no último dia 13 de janeiro o mesmo foi prorrogado e enviado ofício a Sema requisitando especificações em qual o estágio de execução do Projeto Paisagístico das obras de mobilidade urbana das avenidas Hermes Fontes e Adélia Franco de acordo com o cronograma físico-financeiro, incluindo a informação sobre a manutenção das mudas plantadas por parte da sociedade empresárias contratada.

Passeio público em frente ao Asilo Rio Branco

A 10ª Promotoria de Justiça recebeu notícias sobre a retirada da pavimentação do passeio público em frente ao bem imóvel do Asilo Rio Branco e a demora na sua restauração.

Por meio do Ofício n. 005/2020, o Instituto Águia de Consultoria e Perícia Forense (IACPF) afirma que o Secretário Nacional de Mobilidade Urbana, Jean Pejo, afirmou que não tramitou nenhum Projeto de Mobilidade Urbana para o Município de Aracaju a não ser o de n. 2646.0411704-04/2014 há 05 (cinco) anos atrás. Acrescenta que houve alteração técnica e financeira no projeto e, por isso, deveria ter retornado à Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, porém houve uma maquiagem na Superintendência da Caixa Econômica Federal em Sergipe. Afirma que não houve estudos de impacto, que houve uma dispensa de licenciamento ambiental e que o pagamento da ART no CREA/SE só foi realizado após 01 (um) mês de início das obras. Como consequência, houve invasão de área da União, levando a Ferrovia Centro-Atlântica S.A. (FCA S.A.) a ajuizar a Ação de Reintegração de Posse em 19/12/2019 na 12ª Vara Cível da Comarca de Aracaju.

Por fim, o IACPF afirma que o Ministério da Infraestrutura enviou o Ofício n. 1141/2020 – GAB-SNTT  e elenca que:

1 – não houve discussões com a comunidade sobre a implantação do projeto;

2 – vão ser reduzidos os números de paradas de ônibus;

3 – os abrigos de ônibus foram transferidos para o meio do corredor sem conferir segurança ao usuário;

4 – culturalmente os usuários não estão acostumados a atravessarem as faixas de rolamento para acessarem as paradas de ônibus

5 – os lombos pra migração dos usuários das calçadas aos abrigos estão com cotas acima de 30cm;

6 – a nova pavimentação foi superposta à antiga;

7 – postes de sinalização semafórica estão pichados com o símbolo do comunismo caracterizando crime eleitoral.

No inquérito estão contidas diversas manifestações ingressadas no MPE por cidadãos de Aracaju indignados com a retirada das árvores, a falta de ciclovias e o prejuízo para a mobilidade urbana dos pedestres.

Pelo jeito a obra do corredor das avenidas Hermes Fontes e Adélia Franco ficará marcada na gestão de Edvaldo Nogueira pela falta de transparência e diálogo com a comunidade e, principalmente, pela incompetência de um projeto cheio de falhas.

Parabéns Edvaldo! Você conseguiu a unanimidade contra uma obra de mobilidade urbana às avessas.

“Premiações” Virou piada nas rodas políticas, empresariais e dos profissionais de comunicação a quantidade de premiações que apareceram este ano em Sergipe. Tem melhor de tudo, para todo o gosto dos “cliente.” Tudo ao gosto ou “gostinho” de alguns narcisistas…

Cidadania traz o novo de verdade Manter boa vizinhança sempre foi um conselho dos antigos que os novatos custaram a absorver. Por duas vezes dando à delegada Danielle Garcia a condução do processo eleitoral, alçada aos cargos mais robustos e desejados da oposição, a oposição a desenvolveu velocidade na partida, mas derrapou no abismo nas experiências de 2018 e a de 2020. Não foram só perdas. Foram perdas que deixaram o grupo em larga distância e com poucas expectativas de futuras vitórias.

2º turno oposição definhou Sempre bem impulsionada nas pesquisas pelo marketing da moralidade, ao chegar ao segundo turno, momento em que a cabeça de chapa é impulsionada pela aglutinação de forças, a oposição perdeu fôlego e definhou. Foi o gol perdido nos últimos 5 minutos de jogo. Embora no primeiro turno o discurso da depuração política pareça o caminho mais fácil, – e que seduz fortemente o eleitor pelo arquétipo do herói -, na composição eleitoral para o segundo turno, a estratégia tem revelado um resultado contrário.

Discurso raivoso O apontar do dedo para o político, sem provas consistentes que o condenem, teve um preço alto e rendeu alguns efeitos colaterais adversos às pretensões. A oposição parece que descobriu que vitória majoritária se consolida na base no primeiro turno e se fortalece e cresce nas boas alianças partidárias no segundo. O perfil de consumo rápido e calculado de Dani Garcia, de candidata alfa, corajosa e destemida, – que levou de vereador a deputado para as raias de uma delegacia -, provou-se falido, realçado num discurso raivoso no horário eleitoral e vazio em apoios, quando a força extra de novos aliados poderia trazer o gás que a levaria à reta de chegada. Não é muito lembrar de que, tanto em 2018 quanto em 2020, a delegada disparou no primeiro turno e chegou enfadada e solitária à sessão de apuração do segundo.

Adir Machado: legitimidade para ser candidato ao Senado pelo Cidadania Tomando como lição as amargas experiências, onde aliados foram escondidos, os incipientes do Cidadania focam numa segunda cadeira no Senado e dão sinais de que pretendem rever as estratégias e desviar o grupo do discurso agressivo em rota de conflito com a classe política, escolhendo um nome preparado dentro do atual quadro do próprio partido. Em plena temporada de caça às composições visando ao pleito eleitoral de 2022, a nova ordem é baixar o tom do debate e começar a traçar um caminho de diálogo e pacificação, apostando no perfil amigueiro, diplomático e cauteloso do advogado Adir Machado Bandeira.

Resta saber se o Cidadania saberá vender o bom produto que tem Polido, de gestos comedidos, com trânsito livre em vários poderes e com bons contatos no Estado e no Município, o neófito circula com desenvoltura. A repercussão da indicação tem sido positiva, avaliam os estrategistas. Intelectuais da política trazem um indicativo de que parte da oposição passou a enxergar que a boa prática política pode caminhar em cima dos princípios da lei sem necessariamente ultrapassar a soleira da DEOTAP.

Adir parece que não vai esconder seu mentor Esse espaço já criticou muito Alessandro Vieira, mas parece que o Senador acordou e procurou um advogado preparado para o debate e conhecido por sua lealdade. A contar pelas redes sociais Adir parece que não vai esconder seu mentor. Aliás, Daniele já conhece a lealdade que hoje acompanha Vieira. Em 2020 o advogado apoiou seu irmão para vereador, mas se recusou a votar em Edvaldo. Ele é coerente e sempre foi oposição. No entanto, o maior acerto do Cidadania está no conteúdo. Este jornalista conhece de perto o indicado ao Senado Adir Machado e sabe o preparo dele para o debate. Resta saber se o Cidadania saberá vender o bom produto que tem. Será a novidade da eleição. Com qualidade. Pode surpreender. Anotem!

Chegou o momento do MPF e a PF apurarem o que ocorre em Sergipe com o jogo de azar Perguntar não ofende: Pelas redes sociais a Operação Padrão da polícia SE informa que a meta é combater o jogo de azar e fechar os pontos do Jogo do Bicho. E por quê não fecharam antes? Não é uma contravenção? Ou virou crime só agora? A sociedade quer saber! O que a cúpula da SSP tem a dizer? É preciso que o MPF e o PF desnude os tentáculos em vários poderes…

 

Comissão de Direitos Humanos da OAB acompanha ocorrência no bairro 17 de março Na tarde de ontem, 16, a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe, Lilian Jordeline, acompanhada do vice-presidente Erick Furtado Nunes, da secretária-geral adjunta da OAB/SE, Clara Arlene Ferreira, e do procurador de Prerrogativas da Ordem, Josefhe Barreto, esteve no bairro 17 de março, em Aracaju, para acompanhar de perto uma ocorrência policial que resultou na morte de um morador em sua residência.

 Apuração Os advogados ouviram os familiares e vizinhos sobre o ocorrido, informando que a Ordem irá acompanhar toda a apuração do caso. “Nós recebemos os vídeos que circularam nas redes sociais e localizamos a família. Conversamos com as pessoas e disponibilizamos a instituição para dar apoio nas investigações. Nosso objetivo é acompanhar os desdobramentos para verificar a legalidade da situação”, afirmou Lilian Jordeline.

Firmeza e presença “Atuaremos em todos os casos que forem necessários com firmeza e presença, sem omissões, e por vezes em conjunto com as demais comissões em assuntos multidisciplinares. O perfil da nova gestão da OAB é estar atento e acompanhando tudo de perto, de forma imediata e com todo respeito às instituições envolvidas. A Comissão de Direitos Humanos possui o discernimento necessário para realizar seu trabalho com equilibro e respeito a todas as instituições”, frisou a presidente.

Na contramão de Jesus Enquanto Jesus pregava o reino da justiça e da verdade, a cúpula da arquidiocese de Aracaju, para vergonha e tristeza do Papa Francisco, vai na contramão de tudo o que ensina Jesus. O arcebispo e chefe d. João Costa, seu 1º ministro, o chefinho sonso vigário-geral, o ministro da propaganda e o que chancela estão levando ao descrédito uma instituição que, talvez, já foi a mais respeitada em solo sergipano. 

Perseguição implacável Desde que d. João Costa assumiu definitivamente a arquidiocese, em janeiro de 2017, há 5 anos, um sistema inquisitorial foi instalado no bispado aracajuano. Padres foram expulsos, leigos perseguidos, funcionários moralmente assediados e bajuladores e pessoas moralmente duvidosas promovidas para paróquias e funções importantes. Dizem que para os subalternos e subservientes foram dadas as paróquias financeiramente melhores. Tudo é feito com o total consentimento do vigário-geral e do 1º ministro. Um leigo muito próximo do 1º ministro disse que o arcebispo passou a perseguir de maneira implacável quem não concordava com o seu jeito de conduzir o bispado e que sabia de algumas situações comprometedoras.

Farisaísmo Na realidade, o que se instalou na arquidiocese de Aracaju foi uma “raça de víboras”, um sinédrio farisaico, que tão fortemente foi combatido por Jesus. Parafraseando o competente João Fontes, “é um desastre”, para não dizer outra coisa, o que se instalou na Igreja católica em Aracaju. “O povo precisa saber quem é quem nesse conluio farisaico. Os fiéis precisam saber quem é cada personagem e as máscaras precisam cair para não serem mais enganados. É preciso que todos tomem conhecimento o que esses ditos religiosos fizeram no verão passado”, disse uma leiga muito próxima da cúpula. 

Pe. David Por fim, a população sergipana precisava tomar conhecimento da situação de penúria e humilhação enfrentada pelo padre David Vieira de Camargo, um sacerdote idoso e doente, de 84 anos de idade, que há anos sofre com um câncer e que se encontra hospitalizado. Desprezado pelo arcebispo, que só pensa 24 horas por dia em dinheiro, pe. David, que não possui família em Sergipe, foi acolhido por uma família residente em Aracaju e também amparado pelo pároco de uma cidade da grande Aracaju. Segundo uma pessoa da Barra dos Coqueiros, que esteve visitando o pe. David no hospital, certa vez o arcebispo teria dito a ele quando no início do tratamento de câncer: “use o seu dinheiro e compre os remédios, pois a arquidiocese não pode ajudar. Se isso é verdade demonstra o caráter desumano do arcebispo. Mas uma coisa é certa: o arcebispo só pensa em dinheiro e nada mais. O apelido dele no meio do povo é João cifrão” Misericórdia. 

Emenda de Fábio Reis para Centro de Hemodiálise do HNSC Na quinta-feira, 13, foi dia de inaugurar o Centro de Hemodiálise do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Lagarto. O deputado federal Fábio Reis (MDB) teve o privilégio de destinar recursos para a unidade e também de garantir a habilitação do serviço junto ao Ministério da Saúde. O evento contou também com a presença do governador Belivaldo Chagas (PSD), do ex-governador Jackson Barreto (MDB) e demais autoridades municipais e estaduais.

Sessões Um espaço amplo e equipado para atender mais de 200 pacientes que precisam de Terapia Renal Substitutiva (TRS). Serão 2.800 sessões de hemodiálise realizadas por mês no centro, atendendo pessoas que antes se deslocavam para a capital, mas que agora farão o tratamento perto de casa. “É uma alegria e uma satisfação que não tem como descrever. Você poder fazer parte de um sonho que está se tornando realidade para centenas de famílias é uma emoção muito grande”, destacou Fábio Reis.

Centro de Equoterapia O prefeito do município de Itabaiana, Adailton Sousa, ao conceder entrevista ao radialista Roosevelt Santana, no programa Jornal da Manhã, na FM Itabaiana, na sexta-feira (14), destacou várias obras importantes que estão acontecendo no município. Uma delas é o Centro de Equoterapia que está sendo publicado hoje no Diário Oficial. “Um lindo projeto e importante no âmbito social e da saúde. As pessoas especiais terão um local adequado para o tratamento a cavalo. É uma obra significativa. A administração planejou 2021 para execução de obras em 2022 e 2023”, disse o prefeito.

Piscina semiolímpica Outra obra mencionada pelo prefeito serrano foi a da piscina semiolímpica que está sendo construída no Centro de Integração ao Esporte, o que vai fazer de Itabaiana o município a ter o maior complexo esportivo do interior sergipano. “Vamos entregar a população para que os idosos possam fazer hidroginástica, para que os estudantes realizem a prática do esporte estudantil, como também para que sirva de fisioterapia às pessoas que necessitem”, garantiu.

Obras estruturantes Adailton Sousa ressaltou a evolução que os bairros dos municípios tiveram, a exemplo das Queimadas, que hoje conta com esgotamento sanitário, o que contribui com o meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas. Segundo ele, as quatro etapas do bairro serão revitalizadas ainda este ano. “Além dessas ações, a população das Queimadas vão contar com uma creche para deixar seus filhos durante o horário de trabalho sem nenhum tipo de preocupação. Oferecemos uma boa estrutura. Outro avanço para os moradores foi o horário estendido do posto de saúde, que hoje funciona das 07 às 22h devido ao alto índice de pessoas com síndrome gripal”, disse.

Recapeamento O gestor municipal também comemorou que hoje várias ruas do município estão sendo asfaltadas, o que proporciona um melhor tráfego para pessoas e veículos. “São mais de R$ 10 milhões que estão sendo investidos em recapeamento e pavimentação asfáltica. Uma grande conquista para nosso município”, reforçou.

Preparado para administrar Por fim, o prefeito Adailton Sousa ressaltou que a gestão tem compromisso com o povo e que foi eleito com o de evoluir Itabaiana ainda mais. “Eu estava preparado para gerir Itabaiana. Fazemos gestão com muito comprometimento, com muito equilíbrio. Existem cobranças, mas a gestão esta comprometida em resolver”, afirmou.

Socorro: vacinação infantil (comorbidades e deficiência permanente) começa nesta segunda-feira, 17 A vacina contra a Covid-19 para o público infantil começa hoje em Nossa Senhora do Socorro. nosso município. Se o seu filho tem entre 5 a 11 anos e tem comorbidades e deficiência permanente (confira na imagem a lista de comorbidades, de deficiências e os documentos necessários), separe a carteira de vacinação que, nessa segunda-feira, 17, das 13h às 16h, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá começar a vacinar esse público infantil especifico.

Locais Os nossos profissionais da saúde já estão preparados para receber e vacinar a criançada em três pontos especificos: nas Unidades Básicas de Saúde Gilton Resende, no Parque dos Faróis, Eduardo Vital, no Conjunto Jardim, e Maria Helena, no Marcos Freire I. Fiquem atentos em nossas redes sociais e ao Instagram da Secretaria Municipal de Saúde (@sms.socorro), pois será por esses meios que será divulgada as próximas datas e locais de vacinação. A vacinação das crianças é fundamental para garantir a segurança de toda a população. Não deixem de vacinar o seu bem mais precioso!

 

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO COBASF

O CONSÓRCIO PÚBLICO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E SANEAMENTOS BÁSICO DO BAIXO SÃO FRANCISCO SERGIPANO-CONBASF, através de seu Presidente FLAVIO FREIRE DIAS, apresenta DIREITO DE RESPOSTA a matéria “Da série: AJU tem prefeito? Obras inacabadas, IPTU e a atuação do MPE”, publicada às 04:40 dia 14.01.2022, no Blog Cláudio Nunes, portal Infonet, endereço https://infonet.com.br/blogs/da-serie-aju-tem-prefeito-obras-inacabadas-iptu-e-a-atuacao-do-mpe/.

DOS FATOS

O teor da matéria informa:

Conbasf precisa explicar ao MPF e a Justiça Federal. Ao invés de licitar fez contratação direta para empresa gerir transbordo do lixo da região. Empresa que “ganhou”, não tem os equipamentos e subcontratou os serviços O Consórcio Público da Região do Baixo São Francisco (Conbasf), que integra mais de 20 municípios, mais uma vez estará na mira do MPF e precisa da explicações, através da 9ª Vara Federal com sede em Propriá e toda sociedade ribeirinha porque optou por fazer uma “contratação direta” para uma empresa gerenciar o transbordo de responsabilidade do consórcio, ao invés de realizar de imediato uma licitação.

 Estranho, muito estranho! Será que o MPF sabe que o prefeito de Telha, Flávio Dias, optou por escolher” uma empresa que não tinha os equipamentos necessários e sublocou de outra empresa? Não seria mais barato uma empresa que têm todos os equipamentos? E como foi essa escolha? 

Transbordo meia sola Aliás, o transbordo construído pelo consórcio está sendo usado por conta de uma liminar da justiça estadual porque na verdade não atende a todos os parâmetros necessários para receber uma licença ambiental. Para quem não sabe num transbordo legal e sério o lixo jamais é colocado no chão ou os carros coletores ficam esperando para despejarem. Tem toda uma sistemática que não está sendo realizada.  O blog acredita que a ADEMA precisa interferir naquilo que é de sua competência. O blog acredita ainda que o MPF e a Justiça Federal vão colocar o feito à ordem. E, principalmente, multar o prefeito Flávio Dias, responsável por todo este imbróglio.

Inicialmente informo que a atual Mesa Diretora, eleita em 01.10.2021, apenas tomou posse efetivamente em 28.11.2021, e se deparou com diversos problemas de ordens técnica e financeira, a exemplo de fechamento de transbordos, dívidas vencidas e não pagas com transportadores e aterro sanitário, retorno das atividades nos lixões municipais, dentre outros.

Com este cenário, diga-se, devidamente informado ao Ministério Público Estadual, foi por este e pelos Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Especial (TCE), convocada Audiência Pública para o dia 29.11.2021, que se realizou com a presença do CONBASF, consorciados, cooperativas de catadores e Adema para solução do imbróglio, e, naquela oportunidade concedido prazo até o dia 07.01.2022 para retorno das atividades e encerramento dos lixões. Importante destacar que, naquela oportunidade, foi informado pelo MP a interposição de AÇÃO CIVIL PÚBLICA, processo n. 202111801968, em tramite na 18ª Vara Cível da Comarca de Aracaju/SE, que culminou na decisão datada de 09.12.2021 que culminou na suspensão das atividades e dos processos de licenciamento ambiental das CTRs Itabaiana, Itaporanga D’Ajuda e Estância.

Diante do exíguo prazo e necessidade de retomada das atividades nos transbordos, restou caracterizada a urgência para atendimento de situação que põe em risco bens e valores tutelados como “sagrados” no ordenamento jurídico, a exemplo do direito à Saúde e Meio Ambiente equilibrado.

Assim, refutamos informação de contratação direta de empresa para gerenciar UT (Unidade de Transbordo), até porque o gerenciamento das unidades é do CONBASF, sem qualquer terceirização. Entretanto, quanto ao transporte, foi realizada contratação emergencial de empresa para prestação de serviços de transporte para destinação final de resíduos sólidos dos municípios integrantes do CONBASF para aterro sanitário devidamente licenciado. Por certo, a referida contratação foi precedida de procedimento administrativo que obedeceu aos ditames legais.

Quanto a parte da matéria que diz “Transbordo meia sola”, informamos que a UT de Propriá detém as autorizações e licenças para o seu regular funcionamento, com acompanhamento diário da equipe técnica do CONBASF. Logo, trata-se de mera tentativa de manchar a imagem do CONBASF e, tumultuar a administração da atual Mesa Diretora.

 

CONCLUSÃO

 

O CONBASF continuará cumprindo sua missão, agindo com transparência, respeito e zelo pelo erário público, praticando seus atos em estrita observância aos ditames legais e em consonância com as recomendações dos órgãos fiscalizadores, daí, nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos deste portal e sociedade.

 

PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br  E FACEBOOK

ARTIGO

 Um grito de liberdade  Por Isaque Cangussu

 Policiais e bombeiros sergipanos foram esquecidos pelo governo durante anos a fio. A pseudo-justificativa de que o Estado estava “quebrado” bastava para ignorar qualquer clamor da categoria.

 Após quase uma década sem sequer a correção inflacionária dos seus subsídios, num país onde a inflação segue galopante, os policiais migraram de classe social. Sim, é verdade. As moradias não são mais as mesmas; os carros (para quem ainda os tem) são de modelos inferiores; os colégios dos filhos não são mais os que eram; os planos de saúde, para quem ainda consegue ter, são os mais simples; viagens de lazer: “o que é isso”?

 Enquanto isso, outras classes de servidores privilegiados viram benefícios se acumularem. Se não pode mais ter aumento, cria-se um auxílio e pronto, resolvido.

 Durante um ano e meio, os policiais e bombeiros sergipanos, através de um movimento inédito no país, o Polícia Unida, tentaram dialogar com o governo do Estado. Foram cozinhados lentamente em fogo brando. Cientes de que em menos de três meses não será mais possível qualquer concessão de melhoria salarial, partiram para luta proletária raiz. A única língua que o patronato entende.

 Ocorre que, com menos de uma semana de luta, o Império contra-ataca se valendo de seus canhões. Primeiro, uma ação judicial visando proibir as paralisações legítimas da categoria. Ao mesmo tempo, várias ações da corregedoria com o intuito de reprimir e punir os manifestantes. Não prosperará.

 Não se trata mais apenas de valorização salarial. Os antigos súditos despertaram e não mais se renderão à vontade do soberano. Foi dado o grito de liberdade.

 Cada ação dos senhores feudais gerará uma reação proporcional da classe trabalhadora. Se pensam que a paralisação é o único instrumento de luta, estão redondamente enganados. Verão muito em breve.

 

*Presidente da Adepol/SE.

 

ARTIGO

MORTE MATADA: ARMA E MODO DE AGIR por Clarkson Moura

 

— A NOVA PRAXE CRIMINOSA —   

 DE ANTEMÃO, LONGE DE PRECOGITAR E PRETENDER PÔR EM DÚVIDA A LISURA, A IMPARCIALIDADE, A ÉTICA PROFISSIONAL E A EXPERTISE FUNCIONAL DE QUEM QUER QUE SEJA, EIS QUE DE REPENTE, ACHEI POR BEM SUSCITAR, PARA NOSSA OPORTUNA REFLEXÃO SOBRE O TEMA PROPOSTO, O CASO INTRINCADO, EMBLEMÁTICO, CANDENTE E SUSPEITOSO DE “JOÃO TARANTELLA”, QUE ACABOU PERDENDO A VIDA PREMATURAMENTE, EM CIRCUNSTÂNCIAS AINDA NEBULOSAS E QUESTIONÁVEIS PARA AS AUTORIDADES COMPETENTES E, POR TABELA, PARA TODA A SOCIEDADE ARACAJUANA.

 ALIÁS, LAMENTAVELMENTE, NOS ÚLTIMOS ANOS, NESTE NOSSO PAÍS — ONDE JÁ SE FAZ OSTENSIVA APOLOGIA À CULTURA DO ARMAMENTO CIVIL — UM VEÍCULO AUTOMOTOR E UMA SIMULAÇÃO DE REAL ACIDENTE DE TRÂNSITO TÊM SIDO O MEIO E O MODO DE AGIR MAIS FREQUENTES E PRÁTICOS DE MATAR OU LESIONAR GRAVEMENTE DESAFETOS, COM OS QUAIS OS DELIBERADOS DELINQUENTES — ALÉM DE FAZÊ-LO — OUSAM ELIDIR, OCULTAR OU DISSIMULAR PROVAS E/OU INDÍCIOS DE CULPABILIDADE (MORMENTE, DOLO), BEM COMO DE EVIDENTE OU PRESUMÍVEL AUTORIA, COM VISTAS A SE HOMIZIAR DA “PERSECUTIO CRIMINIS” E, CONSEQUENTEMENTE, A SE TORNAR INDENE DO “JUS PUNIENDI”, ATRIBUIÇÕES INSTITUCIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA ESTATAL, CONSISTENTE DE POLÍCIA JUDICIÁRIA, MINISTÉRIO PÚBLICO E ESTADO-JUIZ.

 “PROH JUSTITIA HOMINIS, UBI ES CUR NON AUDIS MIHI?”

 Ó JUSTITIA DOS HOMENS, ONDE ESTÁS QUE NÃO ME ESCUTAS?

 “FIAT JUSTITIA, PEREAT MUNDUS!”

 FAÇA-SE JUSTIÇA, AINDA QUE O MUNDO SE ACABE!

 

PELO TWITTER

www.twitter.com/ayres_britto A Vida sempre beija a mão de quem mantém a honra de pé.

www.twitter.com/braynerr O Brasil está ficando um País triste. Hoje a alegria é à idiotia do BBB.

 www.twitter.com/J_LIVRES  @cuecademesa Djokovic está fora do Australian Open.  Governo australiano argumenta que tenista endossa uma posição antivacina e que sua presença no país pode influenciar o movimento antivacina.

#djokovic #tennis #australiaopen #antivax #vacinajá

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

www.twitter.com/RobsonlimaAjuSEAcabou de chegar em Sergipe  o jogo de azar. A polícia, unida, está combatendo…

 

Siga Blog Cláudio Nunes: 

 Instragram

 Facebook

 Twitter

 

 

 

Frase do Dia

“Digo que minha música vem da natureza, agora mais do que nunca. Amo as árvores, as pedras, os passarinhos. Acho medonho que a gente esteja contribuindo para destruir essas coisas.” Tom Jobim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ouça a reportagem com a voz do Papa Francisco: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2022-01/papa-francisco-manifesta-proximidade-brasil-inundacoes-vitimas.html

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais