Propriá (SE): história, cortejo fluvial e banho de rio

0
Tradicional cortejo fluvial alusivo ao Bom Jesus dos Navegantes acontece neste domingo, 26.

Quando o último domingo de janeiro chegar, dia 26, a cidade de Propriá (SE), localizada na região do Baixo São Francisco, estará de braços abertos para acolher quem a escolher como destino. A cidade se enche de cor e alegria ao celebrar a tradicional Festa do Bom Jesus dos Navegantes. Localizada a cerca de 99km da capital, Aracaju, a Princesinha do Baixo São Francisco prepara o maior cortejo fluvial para saudar os 106 anos de tradição religiosa do Bom Jesus dos Navegantes. Os mastros e bandas de pífanos estarão a postos e a alegria dos ribeirinhos serão mais um ingredientes para te esperar.

Quem a escolhê-la como destino terá de recompensa as belezas do rio São Francisco, a imponente catedral diocesana –  um templo religioso católico de encher os olhos –,  passeios por uma feira livre bem típica do interior sergipano. Ah! No domingo, 26, a tradicional procissão fluvial do Bom Jesus dos Navegantes percorrerá em cortejo às águas do Velho Chico, atraindo para suas margens milhares de turistas e ribeirinhos.

Saudação ao Bom Jesus na ponte SE/AL

Uma salva de fogos acorda os munícipes logo nas primeiras horas de domingo. O pipocar avisa que a catedral diocesana devota a São Antônio, padroeiro da cidade, dá passagem para o Bom Jesus dos Navegantes, atraindo romeiros de Sergipe e Alagoas e também de outras partes do país.

A imagem é decorada por devotos e, após a grande missa, ao final da tarde, sai em cortejo até a beira do rio São Francisco para manter a tradição da procissão secular entre os estados de Sergipe e Alagoas.

Torres da igreja de Nossa Senhora do Rosário, mais antiga da cidade

A procissão é acompanhada por dezenas de embarcações, enfeitadas em tons festivos, passa por povoados e cidades e são saudadas por fogos e papel picado. Há demonstração de fé por todos os lados, em cânticos, louvores, saudações, agradecimento e tradições ribeirinhas. O cortejo também faz refletir sobre a situação do rio, por vezes, caudaloso para receber o Bom Jesus e hoje quase que sem condições de navegabilidade.

Na ponte sobre a BR 101 que liga os estados de Sergipe e Alagoas, uma multidão aguarda a imagem que é saldada com papéis picados, fitas e muito cântico. O louvor continua sob as águas do rio São Francisco e pelos estampidos dos fogos de artifícios, tradicionalmente estalados. Na sede municipal, a guerra de quem solta mais foguetes dos mastros é uma tradição, e quem faz mais barulho é sinônimo de prosperidade, de graça, de louvor e adoração ao Bom Jesus. A cidade vira uma festa em solo e no rio.

Templos religiosos –  Antes nos festejos, o visitante poderá conhecer um pouco mais da cidade que em idos de outrora foi considerada a mais importante do Estado, com suas fábricas de beneficiamento de arroz e de tecido e seu comércio pujante.

Catedral diocesana de Propriá em estilo gótico
Catedral diocesana de Propriá em estilo gótico

A dica é chegar à cidade no sábado que antecede a festa. Em Propriá há boas instalações de hospedagem, mas, por conta das festividades, o planejamento antecipado poderá garantir que ainda há vaga. O visitante poderá percorrer as ruas da cidade a pé. Não deixe de conhecer a catedral diocesana e seu entorno. Preste atenção aos casarões que desenham a praça e as torres em estilo gótico, raridade no interior de Sergipe.

Todos os caminhos a partir dali conduzem a restaurada igreja de Nossa Senhora do Rosário, um templo católico em estilo barroco colonial, típico bem tradicional. Desça para à beira-rio e observa o quanto a diminuição da vazão do rio São Francisco tem influenciada na paisagem local, aumentando a quantidade de ilhotas e a largura das margens.

Banho de água doce – Bom também é se tiver tempo para pegar o transporte e seguir em direção ao município vizinho de Telha. Antes de chegar a sede municipal há um acesso a direita que vai até a denominada praia da Adutora.

Prainha da adutora entre Propriá e Telha

O local tem infraestrutura suficiente para promover sombra e razoável serviço de bar, onde o visitante poderá apreciar um bom prato de camarão ou peixe de água doce.

Ás águas do rio São Francisco é um chamariz a contemplação e ao banho. Mas cuidado, por vezes o rio é traiçoeiro e suas águas podem ter corredeiras ou buracos. Com segurança o banho é SPA a céu aberto em contato com a natureza.

Águas quentes e claras nas ilhotas promovem um bom banho de rio

O sábado está completo com os sabores do Baixo São Francisco, o relax nas águas do rio e o contato com a hospitalidade dos ribeiros. O domingo será de agradecimento com as bênçãos do Nosso Senhor dos Navegantes. O que está esperando? O final de semana de tradições sergipanas lhe aguarda.

Dicas de viagem

Partindo de Aracaju há duas opções para se chegar até Propriá: no sentindo BR 235 e BR 101 ou pela ponte Construtor João Alves. A primeira opção e percorrer o trevo de saída de Aracaju pela BR 235 no sentindo Sul e recorrer à BR 101 no sentindo Norte, sempre adiante. A segunda opção é cortar o centro de Aracaju, acessar a ponte Aracaju-Barra e ir por Barra dos Coqueiros, Pirambu e Japaratuba até acessar a BR 101.

Há boas opções de hotel e pousada na cidade, mas por conta da festa, pode-se não achar mais vagas no adiantado da hora. Consulte um agente de viagem ou recorra a um bate e volta por transporte público.

Além da tradicional festa religiosa, a Prefeitura Municipal realiza a programação social com shows durante toda a semana. Este ano, a programação pode ser consultada no site oficial da Prefeitura Municipal de Propriá.

Gastroterapia

Camarão de água doce é facilmente encontrado

Sem sombra de dúvida, em visita a cidade não deixe de provar dos pratos à base de peixes e camarões de água doce. Os restaurantes que ficam na cabeceira da ponte sobre a BR 101 é uma pedida. O repaginado “O Mangaba” é tradição na cidade com uma bela vista do rio São Francisco, com boa infraestrutura. Os bares localizados na orla da cidade e na praia de Adutora também podem ser uma boa opção. Propriá também se destaca pela produção artesanal dos doces Jocélia.

 

Na Bagagem

De volta no nosso blog, as notícias do trade em rapidinhas.

  • A celeuma criada por um proprietário de helicóptero que sobrevoa a região do Cânion de Xingó, partindo do restaurante Karranca’s, em Canindé do São Francisco (SE), fez a MF Turismo e o Complexo Karranca’s lamentar o fato e repudiar as afirmações do empresário. A categoria dos guias de turismo agradece a nota pública.
  • No dia 31 de janeiro, às 8h, no auditório do NB Hotels, em Aracaju, a Abrajet/SE promoverá o primeiro workshop da entidade, com participação do deputado estadual por Santa Catarina, Ivan Nastz, e o arquiteto Rafael Corona, que explanará sobre os projetos de infraestrutura turística para captação de recursos. O investimento custa R$ 30 (estudante) e R$ 50 (não-estudantes).
  • No período de 21 a 24 de maio, Vitória (ES) será palco do XV Congresso Brasileiro de Guias de Turismo. São esperados cerca de 300 profissionais de todo o país. De Sergipe, partirá uma caravana de profissionais.
  • A capital sergipana receberá a etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude, relativa ao Nordeste, no período de 11 a 15 de setembro de 2020 e deve reunir mais de 1,3 mil alunos-atletas dos nove estados nordestinos, além da comissão técnica do Comitê Olímpico Brasileiro, de olheiros esportivos e especialistas das quatro modalidades olímpicas que serão disputadas: basquete, futsal, handebol e vôlei. O turismo agradece.
  • A orla Pôr do Sol Jornalista Cleomar Brandi, no Mosqueiro, é a região que mais se profissionalizou nos últimos tempos: tem recebido sinalização turística, os barqueiros passaram por qualificação e o aparelho turístico foi completamente reformado. O fluxo de turistas tem aumentado na região.
  • Parque Municipal do Poxim será mais uma área verde de Aracaju construída pela Energiza e que deverá ser entregue para gestão da Prefeitura Municipal de Aracaju. O projeto está saindo do papel e contempla uma área no conjunto Inácio Barbosa.
Fotos: Silvio Oliveira

Curta nossas redes sociais:   Insta      Facebook Silvio Oliveira       Tô no Mundo

Comentários