RIO, SOLTEIRO, PROCURA

0

Antes que algum candidato ou candidata manifeste algum interesse pelo assunto, necessário se faz esclarecer o inteiro teor do anúncio. De logo, esclareço ao interessado que não se trata de uma nota de classificado amoroso, daquele em que se busca compartilhar momentos ou uma vida inteira. Tampouco se busca alguém para dividir um apartamento, ainda que correndo o risco de reproduzir o eletrizante filme/suspense dirigido por Barbet Schroeder e estrelado por Bridget Fonda e Jennifer Jason Leigh.

Quem mandou publicar o aviso não é um homem ou uma mulher, assim como não se está buscando um consolo sexual ou economizar algumas despesas pessoais. A busca que se pretende é bem mais complexa e coletiva do que se possa inicialmente imaginar, da mesma forma em que é mais fácil de achar do que muitos ousam acreditar. Também não se pretende conquistar um único objeto ou pessoa, como se pode inicialmente induzir.

 

Mas não se pode negar, nesta altura do curso da narração, que alguém está buscando alguma coisa, mesmo porque não se trata de uma propaganda enganosa. É induvidoso, ainda, que a menção ao estado de solteiro de quem procura não fora feito ao acaso, mesmo porque o anunciante realmente mudar o seu estado civil. Evitando-se conclusões precipitadas, não se busca um casamento qualquer ou mesmo uma união civil cartorial.

 

Eu somente descobri o autor do anúncio depois que se recusou a entrar na minha casa, apesar de apelativamente convidado. Mais ainda, quando percebi que a recusa também ocorreu em outras residências, todas elas também querendo gozar de sua companhia. E não se pense, agora, que a recusa se deu por esnobismo ou pela contraditória personalidade de alguém que procura apenas pelo capricho da conquista desinteressada.

 

Não, a recusa do anunciante se deu pela mais absoluta impossibilidade física, embora visivelmente desejasse aceitar cada um dos convites. E não se poderia esperar outra conduta, pois durante décadas ele foi um freqüentador assíduo dos lares sergipanos, presença cativa em diversos momentos e situações especiais. Freqüentador masoquista, diga-se de mergulho, uma vez que sempre foi maltratado pelos moradores das casas, não excluindo do rol dos ofensores os seus convidados.

 

Não falo de agressões de pequena monta, se é possível ou politicamente correto graduar o desrespeito. Falo de gestos terríveis e imperdoáveis, a exemplo de jogar lixo sobre a sua cabeça, arremessar dejetos fecais em seu tronco e atirar objetos velhos e enferrujados em seus membros.  E não é só, fazendo-o ingerir produtos químicos altamente corrosivos, solver drogas redundantemente danosas e tragar venenos comprovadamente destrutivos.

 

O classificado, portanto, significa que o declarante procura radicalmente mudar a sua vida, pois não mais espera a compreensão daqueles que o conhece. Significa, ainda, que a declaração de solteiro tem como objetivo conquistar um tipo de parceiro que respeite o seu jeito de ser, contribuindo, inclusive, para que continue crescendo e vivendo por vários e vários anos. Simboliza, finalmente, que cansado está das humilhações sofridas e dos compromissos que não mais pode cumprimento, principalmente com aqueles que sempre lhe tratou condignamente.

 

Ficam claras, assim, as razões do Rio Poxim colocar o anúncio público, procurando parceiros para modificar o tratamento recebido. Quer ele continuar a sua missão divina de irrigar a vida e curar a ganância dos homens. Mas, solteiro, não consegue conter a fome destrutiva dos fazendeiros e industriais, a secura da indiferença de seus usuários e a enchente eleitoreira dos governantes que se beneficiam de suas águas.

 

O Rio Poxim quer voltar a fornecer água e vida aos ribeirinhos, por isso procura parceiros e amigos desesperadamente. Pede que os governantes sergipanos façam, cada um, a sua parte, construindo aterros sanitários e punindo quem destrói a suas margens, impede o seu curso e polui a suas águas. E que também assim façam com os irmãos-rios Japaratuba, Vaza-Baris, Real e Piauí, antes que seja tarde demais.

 

* Cezar Britto, é advogado e secretário-Geral da OAB
cezarbritto@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais