Sai atirando

0

Fiel ao seu estilo barulhento, o advogado João Fontes deixa o PSDB atirando: “O partido era amante do DEM e agora vai ser concubina do PSC”, fustiga o ainda vice-presidente tucano, referindo-se ao fato de o comando da legenda ter sido entregue ao senador cristão Eduardo Amorim. Fontes também se queixa da quebradeira vivida pelo diretório sergipano do PSDB, sem dinheiro até para comprar vale-transporte e pagar os salários dos empregados. Ouvido pela jornalista Rita Oliveira, ele desabafou: “Quem pariu Mateus que balance, não vou entrar em barco furado, permanecer num negócio que não tem futuro”. Diante desse quadro desolador pintado por João Fontes, bem faz o vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, que está de malas prontas para também bater asas do desarrumado ninho tucano.

Reunião comunista

O PCdoB promove hoje um debate sobre “Aracaju, novos desafios”. Tendo como debatedor o ex-prefeito da capital, Edivaldo Nogueira, o evento vai acontecer, a partir das 18h30, no Sindicato dos Bancários de Sergipe.

Grana alheia

Repercutiu muito mal o saque feito pelo governo de Sergipe de R$ 174 milhões referentes a precatórios da Prefeitura de Aracaju, Tribunal de Justiça, e Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Segundo o secretário estadual da Comunicação, Sales Neto, o erro foi do Banese que, em vez de liberar os depósitos judiciais, liberou os precatórios, devolvidos ontem com juros e correção. Ainda bem!

Geladeira

E quem anda preocupado com o PMDB é o deputado estadual Zezinho Guimarães. O peemedebista se queixa da falta de interesse do partido com as eleições municipais de 2016. “O PMDB tem privilegiado as questões administrativas e deixado a política de lado. Aliás, neste quesito a legenda está congelada”, brinca o peemedebista. Zezinho defende que a sigla comece logo a discutir uma possível candidatura própria à Prefeitura de Aracaju.

Fogo amigo

“A Prefeitura de Aracaju está fatiando o Plano Diretor para beneficiar alguns grupos”. A grave acusação é do vereador governista Agamenon Sobral (PP). Embora seja um ardoroso defensor da administração municipal, o parlamentar criticou o prefeito João Alves Filho (DEM) por ainda não ter enviado para a Câmara o Projeto do Plano Diretor. “Essa demora não se justifica”, reclama Sobral.

Ameaça no mar

A Petrobras e o Ibama estão sendo responsabilizados pela presença do Coral-Sol nas plataformas instaladas na costa sergipana. Em ação judicial, o Ministério Público Federal cobra que a petrolífera e o Ibama promovam o controle e a erradicação da espécie invasora e oportunista, capaz de provocar sérios riscos ao ecossistema recifal. Também exige que todas as embarcações relacionadas à exploração/prospecção de petróleo sejam inspecionadas visando evitar novas invasões.

Cadê o reajuste?

Servidores estaduais promovem hoje cedo uma manifestação em defesa do reajuste salarial e pela efetivação do Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos (PCCV). Será em frente ao Palácio de Despachos e terá a participação de 22 sindicatos representantes do funcionalismo. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil em Sergipe (CTB/SE), por exemplo, defende que o próprio governador Jackson Barreto (PMDB) assuma as negociações sobre o reajuste e o PCCV.

Inimigos do povo

Você ainda lembra os nomes dos vereadores que, em 2013, votaram pela criação da Taxa de Iluminação Pública de Aracaju? Para refrescar a memória da população, segue a relação dos inimigos do povo: Agamenon Sobral (PP), Anderson de Tuca (PRTB), Augusto do Japãozinho (PRTB), Doutor Agnaldo (PR), Doutor Gonzaga (PMDB), Robson Viana (PMDB), Pastor Jony (PRB), Jailton Santana (PSC), Manoel Marcos (DEM), Renilson Félix (DEM), Pastor Roberto Moraes (PR), Max Prejuízo (PSB), Ivaldo José (PSD), Adriano Taxista (PSDB) e Valdir Santos (PTdoB). Embora favorável ao indecente projeto, o presidente da Câmara, Vinicius Porto (DEM), não votou, pois pelo regimento ele só vota em caso de empate.

Mais caro

Está mais caro consertar o “puxadinho”: as vendas de materiais de construção aumentaram 4,1% em agosto na comparação com julho passado. Comparado à igual período do ano passado, os negócios caíram 10,9%. Também há um recuo de 10,1% no acumulado de janeiro a agosto. Nos últimos 12 meses, o setor registrou queda de 8,7%. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção, essa alta não foi suficiente para recuperar o desempenho de um ano atrás.

Eleição marcada

Será no dia 8 de outubro a eleição para escolher a nova diretoria da Federação Sergipana de Futebol. Reunidos ontem, os dirigentes de 24 clubes alteraram o estatuto da entidade. Ficou estabelecido que o futuro presidente só terá direito a uma reeleição. Com a modificação, a FSF passa a ter quatro vice-presidências: Administrativa, Financeira, Jurídica e Técnica. Na reunião, o presidente Carivaldo Souza anunciou a “aposentadoria” e o apoio à candidatura de Milton Dantas a presidente da entidade.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã em 30 de março de 1914

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários