SE: Formação de quadrilha? Denúncia grave formulada em nível nacional

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E o blog foi informado que uma grave denúncia envolvendo uma importante instituição pública de Sergipe foi protocolada ontem, 17, em um importante órgão federal responsável , entre outras coisas, pela fiscalização. E também foi feita em um órgão em Sergipe e será feita também em outros dois órgãos em nível nacional, um deles que combate a lavagem de dinheiro.

A denúncia é tão grave que pode mexer em uma estrutura importante, por isso, o blog que recebeu uma cópia da denúncia, enviou para a assessoria jurídica para uma análise dos possíveis problemas que podem aparecer. Por isso, pede a compreensão dos leitores. Porém, quando a denúncia estiver formulada e protocolada em todos os órgãos certamente será noticia nacionalmente.

A denúncia mostra que a instituição vem descumprindo a Lei Nº 12.813, de 16 de Maio de 2013, que dispõe sobre conflito de interesses no exercício de cargo ou emprego do poder executivo federal e impedimentos posteriores ao exercício do cargo ou emprego. Além disso, descumpre a lei de licitações, fere os princípios da moralidade, impessoalidade e transparência, alicerces da administração pública. A lei, apesar de expressamente ser aplicável ao ente federal, tem aplicabilidade na esfera estadual e municipal, como já existem várias jurisprudências.

Pela denúncia, um diretor é também sócio de uma empresa que firmou contrato com a própria instituição onde ele é um dos responsáveis. O contrato foi feito sem ao menos obedecer a Lei das Licitações e envolve cifras milionárias.

Com isso – segundo a denúncia – ficou evidente que a relação pessoal do diretor da empresa pública e empresário citado e sua posição hierárquica o favoreceu em desfavor a diversas empresas, que estão no mercado, mas não tiveram a oportunidade de participar de uma ampla concorrência, a luz da Lei 8.666. A denúncia alerta que é “transparente também o conflito de interesses de outro dirigente da empresa pública, o que é combatido pela Lei Nº 12.813.” Como exemplo recente, a denúncia cita o caso do chefe da Secom do governo Bolsonaro que também é sócio de uma empresa que recebe recursos públicos dele mesmo.

Ao concluir , a denúncia faz diversos questionamentos sobre a relação do diretor da empresa pública e a contratação da empresa que é sócio sem ao menos realizar uma licitação, num contrato onde já foram pagos cifras milionárias. “Por mais que tenha justificativa de preço, que não sabemos, no mínimo, é imoral a conduta da atual diretoria…”, um trecho da denúncia.

O blog vai aguardar e tudo será noticiado. Aliás, os envolvidos nesta denúncia já são conhecidos por boa parte da sociedade sergipana que conhece os bastidores da política e da vida pública da província de Sergipe Del Rey.

Durante missa, padre faz apelo para governador e deputados mandarem tapar buracos de rodovia O pedido foi feito pelo padre Melchizedech de Oliveira Neto , na missa realizada no último domingo, 16,em Porto da Folha e repercutiu nas redes sociais e foi levada ao ar pelo radialista George Magalhães na FAN FM de Carmópolis. No vídeo, o padre, durante a missa, pede ao governador e aos deputados estaduais, principalmente os da região do Sertão, que mandem ajeitar a rodovia de Porto da Folha para Gararu.

O pedido “Já tem quase três meses parados. Quando foi na quinta-feira vieram com uma caçamba e taparam cinco buracos e foram embora. Por favor, seu governador olhe para os sertanejos porque ninguém aguenta mais pneus estourados, consertar aa suspensão dos carros e até problemas de colunas para os motoristas. O mais fácil é consertar, te peço humildemente”, disse.

Deso não conserta o que abre Ainda na missa, o padre lembrou que a Deso cava para consertar canos que estouram nas rodovias e depois não consertam corretamente. “Não estamos aguentando tal situação, por favor, olhe para nós e mande tapar os buracos da estrada de Porto da Folha para Gararu”, apelou o padre Melchizedech.

Assembleia com dinheiro sobrando quer criar gráfica. Não seria melhor repassar os recursos para a saúde? Ou para recuperar rodovias? Em Sergipe é assim: mania de copiar onde tudo funciona para gastar dinheiro. É o caso da Assembleia Legislativa de Sergipe. Com dinheiro sobrando quer criar uma gráfica/editora. Hoje, a editora da Segrase atende perfeitamente toda demanda, mas é preciso gastar, criar mais estrutura, alugar e, principalmente, cargos comissionados. Não tem um deputado para pedir que estes recursos sejam devolvidos para a área da saúde? Ou para recuperar as rodovias? O blog vai realizar uma campanha informativa, inclusive com out doors e panfletos para mostrar o que a Assembleia deseja fazer com o dinheiro dos sergipanos. Ai se Sergipe Del Rey tivesse órgãos fiscalizadores…

Antes tarde do que nunca: Sergipe começa a pensar até 2050 Em junho do ano passado com o título “Ceará pensa para 2050. Bahia para 2035. SE só até 2022. Governo perdido”, o blog cobrou do governo estadual a necessidade de um planejamento estratégico de longo prazo como a maioria dos estados vem fazendo. Ontem, 17, o governador Belivaldo Chagas participou da instalação do Comitê Gestor da Inciativa Sergipe 2050. O blog vai acompanhar de perto e torce que não fique apenas nos discursos.

Sem candidato O presidente do Diretório Estadual do Partido Novo, Luiz Cláudio Alves de Souza, informou que não procede a notícia publicada em um jornal da região de Estância e republicada neste espaço que o partido terá candidato naquele município. Luiz Cláudio informou que o partido não terá candidato a prefeito nem a vereador em Estância e nem qualquer outro município de Sergipe.

Justiça Sergipe: revólveres obsoletos Desabafo de um servidor: “O descaso com os novos Policiais Penais da Secretaria de Justiça só aumenta! Não bastasse a falta de organização ao não fornecerem a carteira funcional e a pistola em tempo hábil, nos forneceram revólveres obsoletos da Guerra de Canudos, sendo que não podemos portar, ou seja, só podemos usar em serviço (quer dizer: contrair tétano em serviço) e ainda temos que dividir com outros colegas recém concursados. Por quanto tempo ficaremos sem fuga com ações desastrosas como essa?”

Faixa de pedestre apagada pelo recapeamento E os moradores da proximidade da Avenida Rotary, no Bairro Atalaia já até protocolaram pedido na SMTT para que seja pintada novamente uma faixa de pedestre que foi apagada pelo recapeamento. É algo necessário para o local. E mesmo sendo necessária a urgência a SMTT não tem a mínima ideia de quando vai aparecer por lá.

Filha de servidora sob processo do TCE recebe salário acima de R$10 mil da SEMED Deu no blog O Papa Jaca: Em dezembro de 2019, O Papa-Jaca exibiu a denúncia de que uma servidora da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) está respondendo a um processo aberto pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), por receber dos cofres público-municipais ao menos três rendimentos simultâneos. Bárbara de Azevedo é filha de Salete, investigada por receber ilicitamente três proventos; seu marido também foi alocado na Educação, como contratado. Toda matéria aqui.

Cumbe: Luciano Pimentel afirma que adversários políticos se aproveitaram da interdição de balneário O balneário João Vieira, um dos principais atrativos do município de Cumbe, foi interditado por decisão judicial da Comarca de Nossa Senhora das Dores. A notícia repercutiu na cidade e foi usada por adversários políticos locais para vincular a imagem do deputado estadual Luciano Pimentel a não realização do carnaval no local. Para esclarecer o caso, o parlamentar comentou o fato em pronunciamento na tarde de ontem, 17.

Falsas informações “Infelizmente a política é feita por pessoas que encararam com seriedade as coisas e outras que se aproveitam das situações para alardear falsas informações. Tiveram conhecimento da decisão judicial que determina a interdição do balneário e estão alardeando pelo município que o deputado Luciano Pimentel proibiu o carnaval. Como se a não realização do carnaval no balneário fosse culpa minha e não de quem construiu um parque em uma área de servidão, sem respeitar as obrigações previstas em lei. Veja a que ponto chega a política e a falta de compromisso dessas pessoas com a segurança da população”, lamentou.

Rede de alta tensão Em 2018, o parlamentar expôs a situação do balneário e protocolou indicações direcionadas ao Ministério das Minas e Energia, ao Ministério Público (Estadual e Federal) e ao Governo do Estado solicitando a mudança na rede elétrica que atravessa a praça de eventos até o balneário. Nas indicações, Luciano Pimentel destacou a iminência de acidentes na localidade, devido a proximidade da rede de alta tensão, que abastece Nossa Senhora das Dores e Graccho Cardoso, e cruza o espaço onde os banhistas ficam.

Tragédia “Será que o poder público municipal pensou na possibilidade de um fio desses se partir e provocar uma tragédia? Uma tragédia talvez até maior do que ocorrida em brumadinho, em Minas Gerais. Quantas pessoas morreriam se um fio desses caísse?”, indagou Luciano Pimentel.

Decisão e laudo técnico De acordo com o deputado, a decisão judicial descreve o uso indevido da área onde está localizado o balneário, além de trazer um laudo técnico informando que o ambiente coloca em risco a vida das pessoas que o frequentam. “Mesmo com essa informação, ao invés de encontrarem meios para solucionar o problema, os políticos que não tem responsabilidade e preocupação com o povo, estão criando cenários falaciosos e atribuindo a mim uma culpa que não existe. É isso que uma gestão pública deve fazer? Não ter cuidado com os munícipes e jogar sua responsabilidade para quem apontou o problema?”, questionou.

Espaço de lazer digno “Quero dizer, aos meus amigos de Cumbe, que estou com a minha consciência tranquila, pois busquei resolver um problema que poderia causar uma tragédia sem precedentes em nosso estado. Continuarei atento a essa questão e cobrarei que todas as medidas cabíveis sejam tomadas para garantir que a população de Cumbe tenha um espaço de lazer digno, que respeite todas as normas de segurança”, finalizou Luciano Pimentel.

Notificação Em tutela de urgência, a decisão judicial estabelece a interdição do João Vieira, sob pena de multa diária no valor de R$ 5.000,00. Consta nos autos que o município foi devidamente notificado no último dia 12 e o processo está suspenso até o 1º de setembro, de modo que as obras para deslocamento das linhas de transmissão do balneário sejam

Audiências de custódia: TJSE reúne juízes de Comarcas do interior do Estado Ocorreu ontem,

Bruno César/ Dircom TJSE

17, mais uma reunião do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF), do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), com a finalidade de dialogar acerca da parametrização das audiências de custódia em todo o Estado.

Experiências O Desembargador Diógenes Barreto, Supervisor do GMF, os Juízes Auxiliares da Presidência, Ana Bernadete Leite de Carvalho e Marcos Pinto e Juíza Corregedora Brígida Declerc Fink se encontraram com os juízes de Estância, Itabaiana, Tobias Barreto, N. Sra. da Glória, Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Gararu, Monte Alegre, N. Sra. de Lourdes e São Miguel do Aleixo. A intenção da reunião foi comunicar e ajustar a experiência que será realizada a partir do dia 09 de março com as audiências de custódias.

Modelos “Ainda não existe um formato determinado e estamos em fase de testes, mas a nossa intenção é que tais modelos que serão testados a partir de 09 de março sejam exitosos. Nosso objetivo é criarmos uma sistemática de audiências de custódias que atenda a todos os flagrantes do Estado, equacionando as eventuais dificuldades dos órgãos parceiros que compõem o Sistema de Justiça”, discorreu o Des. Diógenes Barreto.

Central de Plantão Além da capital Aracaju, onde está localizada a Central de Plantão, serão realizadas audiências de custódias nos municípios de Estância, Itabaiana e Tobias Barreto. Estas Comarcas apenas realizarão as audiências de custódias dos flagrantes realizados em seus respectivos territórios. O outro modelo é o projeto experimental com o uso de videoconferências que atenderá a oito municípios do Alto Sertão sergipano, utilizando como cidade-polo Nossa Senhora da Glória.

XIII ENREHSE – Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade SEDURBS/Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente – SERHMA em parceria com ABRHidro – Associação Brasileira de Recursos Hídricos, a Universidade Federal de Sergipe, a Universidade Tiradentes – UNIT, a EMBRAPA Tabuleiros Costeiros, o Instituto Federal de Sergipe – IFS, realizará no Espaço da UNIT Campus Farolândia (Av. Murilo Dantas, 300 – Farolândia, Aracaju/SE), o XIII Encontro de Recursos Hídricos em Sergipe – XIII ENREHSE, no período de 18 a 20 de março de 2020, dentro das comemorações alusivas ao Dia Mundial da Água celebrado mundialmente no dia 22 de março, que este ano terá como tema Água Para o Desenvolvimento Sustentável.

Especialistas Aberto a todos os interessados, o XIII ENREHSE reunirá especialistas em um espaço aberto para troca de experiências e debates. Os objetivos são: divulgar a gestão dos recursos hídricos em Sergipe, dar visibilidade a ações de cooperação e mobilização para a boa gestão e uso sustentável da água e envolver a sociedade nas discussões sobre o crescente desafio para garantir água em quantidade e qualidade a todos. A programação incluiu a realização de minicursos, dias de campo, palestras, apresentação de trabalhos, sessão de pôsteres e exposição de tecnologias. Para efetuar sua inscrição:https://www.abrhidro.org.br/inscricao/?EVENTO=125

Fames reúne gestores e delibera ações sobre mudanças no Banese Um encontro realizado pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES), na manhã de ontem, 17, reuniu os prefeitos das cidades que serão afetadas com o possível fechamento das agências do Banese, que passariam a ser pontos de atendimento. A decisão atinge os municípios de Pirambu, Santo Amaro das Brotas, Rosário do Catete, Nossa Senhora de Aparecida, Malhador, Riachuelo, Areia Branca, Poço Verde, Siriri, Japoatã, Cristinápolis, Umbaúba, Indiaroba e Poço Redondo.

Comissão Após tomar conhecimento da decisão do banco estatal, a Fames convidou os gestores para que em conjunto tomassem uma única decisão, e após a conversa entre cada representante, chegaram a um único objetivo, e em comissão irão apresentá-lo ao presidente do Banese, Fernando Mota. “É com muita preocupação que recebemos a notícia do possível fechamento dessas agências nos municípios. Não podemos nos calar diante de algo que atinge diretamente a população”, pontuou o presidente da Fames, Christiano Cavalcante.
Retrocesso A presidente do Sindicato dos Bancários, Ivânia Pereira, diz que a decisão também preocupa e ameaça o quadro de funcionários das agências. “É uma atitude impensada que representa um retrocesso para toda classe bancária”. A existência de uma agência do Banese em um município proporciona parceria, empréstimo consignado e folha de pagamento. A iniciativa da Federação, busca tentar reverter esta decisão que atinge funções sociais relevantes no município.

Chapa “Interação” protocola inscrição para eleição da ACDS Cronistas desportivos da capital e do interior do Estado prestigiaram, na tarde de ontem, 17, a inscrição da chapa “Interação” para a eleição da ACDS – Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe. O registro para o pleito foi protocolado junto à secretaria da Federação Sergipana de Futebol.

 Nomes A chapa tem o radialista Biel Sobral como candidato a presidente. O vice é o jornalista Josafá Neto. Já o conselho fiscal é composto por Maurício Lobão, Eron Márcio e Anderson Machado – titulares – e Ribeiro Neto, Cristiano Prado e Nadjo Lisboa – suplentes.

Trabalho “Esta chapa representa a continuidade de um trabalho de resgate da nossa entidade que foi feito pelo nosso atual presidente Adel Ribeiro. Vamos trabalhar para unir cada vez mais capital e interior no fortalecimento da categoria”, destacou Biel Sobral, que atualmente é vice-presidente da ACDS.

 Eleição A eleição para a escolha da diretoria executiva e conselho fiscal para o próximo triênio está marcada para o dia 29 de fevereiro, na sede da ACDS, localizada no Complexo Lourival Baptista, na capital sergipana. “Estamos juntos com Biel e Josafá. Tenho certeza que o trabalho de reestruturação que iniciamos na entidade será continuado,” afirmou o atual presidente da ACDS, Adel Ribeiro.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Alguém sabe qual o motivo da SMTT não multar os veículos estacionados irregularmente na calçada da Avenida Barão de Maruim? Estão em todos os locais, depois que a SMTT fechou os olhos na frente da DEOTAP. Agora por toda avenida ( e também na Desembargador Maynard) tem carros estacionados e os pedestres, que já têm problemas para atravessar a avenida, agora têm que ficar atentos com os veículos em cima da calçada. Parabéns SMTT! Sua omissão está fazendo escola. Já na Praia Formosa, no Bairro 13 de Julho as vagas para idosos e deficientes são ocupadas irregularmente. Nenhuma fiscalização. Cadê o prefeito Edvaldo Nogueira que tanto fala na tal mobilidade urbana?

PELO E-MAIL E FACEBOOK

As Grandes Muralhas… Por Antônio Samarone

Em meados do século XX, Itabaiana era uma cidade de camponeses, artesãos e negociantes. Com a chegada da BR – 235 e do Colégio Murilo Braga, emergiram os caminhoneiros e os intelectuais. A cidade se desenvolveu, veio a riqueza.

Nesse primeiro período, havia uma acentuada igualdade: nem éramos muito ricos, nem muito pobres. A terra era bem dividida, o dinheiro também. A cidade era urbanisticamente misturada. O Beco Novo, onde moravam os pobres, terminava na Praça da Igreja, onde moravam os ricos.

Ricos, remediados e pobres, na hora das brincadeiras de prender e soltar, “pé em barra”, das peladas de futebol, dos banhos nos tanques, de roubar manga, íamos todos juntos, ou quase juntos. As festas eram as mesmas. Santo Antônio era dos pobres, mas também protegia os ricos. Todos torcíamos pelo Itabaiana.

Itabaiana cresceu, os ricos aumentaram e os pobres também. O talentoso Melcíades (o nosso Gaudí), criou uma arquitetura típica, um novo estilo urbano. Os ricos construíram o bairro Morumbi. Já não éramos mais a misturada comuna primitiva.

Recentemente, um criativo empresário segregou ricos de pobres, criou grandes condomínios. Dividiu a cidade com grandes muralhas. Muito muro, cerca elétrica e guardas. “Cada macaco em seu galho”, dizem os entusiastas dessa Itabaiana. Hoje uma parte da cidade está cercada!

Urbanisticamente, somos duas Itabaianas. Uma dentro dos muros e outra fora. A Itabaiana de dentro, pode circular livremente pela de fora. Mas a Itabaiana de fora, para circular nos condomínios cercados, precisa se identificar na portaria, dizer o que vai fazer, quem vai visitar e receber o sinal verde.

Não estou fazendo juízo de valor, apenas descrevendo uma realidade.

Dirão os mais apressados: “Mas esse apartheid não foi inventado em Itabaiana”.

Eu sei!

Ocorre em Itabaiana que, o idealizador das “grandes muralhas” quer ser Prefeito, será candidato e deve apresentar “propostas” para a Itabaiana do futuro. É o que se espera.

Todos dentro dos muros? Cercar tudo, como nas cidades medievais?

Eu não sei. Prefiro aguardar!

Que Itabaiana queremos construir e para quem? É essa a minha curiosidade.

DO BLOG ESPAÇO MILITAR (Matéria e fotos)

SARGENTO DO BATALHÃO DE CHOQUE DA PMSE PARTICIPA DO II DESAFIO BOPE EM SALVADOR/BA.

Neste domingo, dia 16, o 1º Sargento Alexinaldo Santos Borges, lotado no Batalhão de Choque da Polícia Militar do Estado de Sergipe, representou o Estado de Sergipe no II DESAFIO BOPE, realizado pela PMBA, na cidade de Salvador/BA.

O II DESAFIO BOPE consta de uma prova com 3.200 km, com 10 obstáculos, e para o citado policial militar foi um desafio, visto que vinha de uma série de enfermidades como diabetes, hipertensão e depressão profunda, encontrando forças através do grupo de corrida da Polícia Militar do Estado de Sergipe, criado pelo atual Comandante-Geral, Coronel Marcony Cabral, que preocupado com a saúde dos seus comandados, delegou ao Subtenente Edmo Oliveira, professor de educação física, teinar os militares que viviam sedentários e o resultado não poderia ser outro.

O Sargento Alexinaldo diz que não tem como agradecer a Deus por este projeto da Polícia Militar que mudou sua vida, fisicamente e mentalmente, e a vida de tantos outros companheiros militares que participam do grupo de corrida.

PELO TWITTER

www.twitter.com/ThalesBrandao Meu ócio criativo – idealizar terrários. Um ecossistema vivo – com plantas e miniaturas que simbolizam o Nordeste.

www.twitter.com/Fernando_Negrao Em resposta a @BlogClaudioNun
O problema do Banese não seria a cadeira da sala do andar mais elevado do prédio, aquela mais vetusta? Será que a cadeira é boa? É própria pra sala? Cadeiras são como gatos: quanto mais vidas possuem, menos se preocupam com a altura da janela de onde se arriscam a pular.

www.twitter.com/OrodrigoMachado “Cancelar fulano/fulana” me passa a impressão de matar/executar alguém. Não consigo me acostumar com isso. Toda vez que leio eu renovo meu estranhamento e minha antipatia com a expressão. Coisas de um tempo de ódio em todo canto.

www.twitter.com/BlogdoNoblat E os devotos do capitão celebram o fato de terem respondido que, sim, “dar banana” para jornalistas é um gesto à altura do cargo de presidente da República. Se tivesse perguntado se o presidente deveria mandar prender quem o criticasse, seriam capazes de responder que “sim”.

www.twitter.com/ultrajano Imprensa tem que deixar esse jumento falando apenas para o gado que é colocado ali. Jornalista que se preza não pode fazer escada para ele desferir ofensas e dizer falsas verdades.

www.twitter.com/anterogreco Se virem menos postagens minhas por aqui, não pensem que saí desta doideira de rede social. Continuarei a dar meus pitacos. Mas agora mergulharei em alguns projetos profissionais que vão absorver muito de meu tempo.

www.twitter.com/jorgearaujo55 A SMTT deu um “tachão no pé”, em função das críticas que vêm recebendo. Não seria o caso da SMTT desenvolver campanhas educativas como por exemplo “DÊ PREFERÊNCIA AOS ÔNIBUS”. TACHÃO NO PÉ – Tem um ditado popular que diz “deu um tiro no pé “ sempre que algum dirigente adota medida equivocada. É o que está acontecendo com as críticas e reclamações dirigidas a SMTT pela colocação de “tachões” na Av. Beira Mar para delimitar áreas exclusivas para ônibus.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“Que Deus nos proteja de nossos amigos, pois dos nossos inimigos podemos tentar nos proteger nós mesmos. (…) Existem amigos que visam o nosso bem, mas que agem de forma errada ou desastrada na defesa dos nosso objetivos.” Kant, 1799.

Comentários