1° seminário “Presenvando as Nascentes”

0

Começa amanhã, dia 23, o 1° Seminário dos Programas “Preservando Nascentes e Municípios” e “Adote um Manancial”. O evento será aberto às 8h30, no auditório da Sociedade Semear, pelo secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes.

Os programas são objetos de termo de parceria firmados entre Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e a Semear, desenvolvidos com recursos financeiros do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FUNERH).

As atividades dos dois programas contemplam planos de trabalho como coleta de sementes e produção de mudas; o plantio de espécies nativas em áreas de preservação permanente e ações de comunicação social e educação ambiental com as comunidades e representações sociais locais.

Preservando Nascentes

O “Preservando Nascentes e Municípios”, teve o seu termo de parceria iniciado em janeiro de 2009 e ainda se encontra no 2º ano de execução.

Esse programa tem por objetivo recuperar as nascentes e matas ciliares e o monitoramento da qualidade das águas nas Sub-bacias dos Rios Poxim, Cajueiro-dos-Veados e Siriri-Vivo, com investimentos na ordem de R$ 2.426.599,00.  A ação beneficia os municípios de Areia Branca, Itaporanga D”Ajuda, São Cristóvão, Malhador, Siriri e Nossa Senhora das Dores.

Já o Termo de Parceria do “Adote um Manancial”, projeto já concluído e iniciado em janeiro de 2008, teve como principal foco a recuperação da sub-bacia do Rio Piauitinga com intervenções em áreas de preservação permanente situadas nos municípios de Lagarto, Salgado, Boquim e Estância, com investimentos no valor de  R$ 419.847,75.

A execução das ações do programa contou com a participação do Ministério Público de Sergipe – Promotoria Pública de Lagarto, Universidade Federal de Sergipe, DESO, Prefeituras Municipais entre outras instituições.

Convidados

O Seminário terá como público participante, técnicos da Semarh, das superintendências de Biodiversidade e Florestas, Recursos Hídricos e Qualidade e Educação Ambiental (SBF, SRH e SQS) e da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) da área de licenciamento ambiental, além da equipe do OSCIP SEMEAR, envolvidos  com a execução dos de ambos projetos citados.

Fonte: Ascom/Semarh

Comentários