A Velha História do Gato: um surpreendente suspense psicológico

0

O canal Sergipe Cultural, do Portal InfoNet, acaba de lançar mais uma novela on-line: “A Velha História do Gato”, de Anderson Sant’Anna. Um surpreendente suspense psicológico de um jovem que testemunha um assassinato e é perseguido pelo assassino, que ao invés de matá-lo faz uma tortura psicológica, envolvendo-se com sua mãe, no intuito de enlouquecê-lo. “Ao escrever a novela, envolvi-me de tal forma que algumas cenas me esgotaram, envolvendo-me por demais. Não há momentos de agressões físicas, pois a agressão acontece mais com as palavras. Uma verdadeira tortura psicológica”, diz o autor. PORTAL INFONET – Como surgiu “A Velha História do Gato”? ANDERSON SANT´ANNA – A primeira versão foi um conto que escrevi por volta dos 11 anos de idade. Era uma esquete teatral para um trabalho escolar. A professora falou que era demais para minha cabecinha. Chegou a duvidar se tinha sido eu mesmo quem escreveu. Há uns dois anos reformulei o texto, procurando fazer um conto mais trabalhado, reforçando a parte da tortura psicológica. Um adolescente que tem duas tensões. A primeira delas é conviver com um cara que quer roubar o espaço de sua casa, que – na cabeça do jovem – quer roubar também o amor de sua mãe, com quem viveu sozinho durante anos. A outra é que o jovem testemunhou um assassinato promovido por esse seu “padastro”, que, além disso, vive ameaçando-o, dizendo que vai matá-lo logo após enloquecê-lo. PI – De onde vem o título da novela? AS – Não se diz sempre que o gato morreu de curiosidade? O assassino diz sempre, em diversas partes da novela, a frase: “é a velha história do gato, rapaz”. Foi daí que surgiu o nome da novela. PI – Você se inspirou em algo? AS – Depois de escrever o conto fiz uma terceira modificação sutil. Percebi que o assassino tinha uma personalidade parecida com a de um conto de Rubens Fonseca, “O cobrador”. Peguei algumas frases interessantes e inclui. Foi a partir daí que fiz algumas adaptações. PI – A novela imita a vida? AS – Sim. Os internautas poderão constatar as implicações de suas escolhas, do tipo: se eu tivesse tomado determinada decisão o que teria acontecido? Ou seja, a novela terá diversos finais diferentes e quem escolhe é o internauta. Tem uma frase de uma canção de Cat Stevens, “Sitting”, que retrata bem o espírito da novela: “A vida é como um labirinto de portas e elas se abrem para o lado em que você está. Apenas mantenha-se fazendo força, rapaz, tente o máximo! Você pode terminar onde começou”. PI – Foi por isso que você optou pelo uso do hiper texto? AS – Sim, mas o principal objetivo dessa interatividade é justamente fisgar os bons escritores que estão escondidos por aqui. Maiores informações pelo telefone (0xx79) 9141-1306 ou via e-mail: novela@infonet.com.br.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais