Adhons comemora 11 anos com atividades para a juventude

0
Chá Cultural da Juventude ocorreu nesta sexta-feira, 7 (Fotos: Portal Infonet)

A Associação de Defesa Homossexual de Sergipe (Adhons) comemorou 11 anos de existência nesta sexta-feira, 7, com um Chá Cultural da Juventude. O evento envolveu um concurso de novos talentos, além de apresentações de dança, transformismo e teatro.

De acordo com Marcelo Lima, presidente da Adhons, o evento tem o objetivo de fazer da cultura um instrumento de transformação social através das artes e do transformismo. Tudo isso por meio de atividades voltadas para a juventude. “Somos uma entidade que representa os gays, transexuais e travestis. Nossa intenção é que os transformistas mostrem, através de um cunho político e beneficente, seu trabalho em um espaço aberto”, diz. “Somos alegria e solidariedade, mas também queremos respeito e uma plateia cheia de gays e lésbicas, além de muitos heterossexuais”, completa.

Marcelo Lima, presidente da Adhons

Evento foi voltado para a juventude

Em um discurso emociado, Marcelo abordou também o beijo entre dois homens exibido em uma cena de novela. “A TV globo expos o beijo gay e isso é um avanço. Beijar é um ato de amor e respeito. Queremos amar independente de ser homem ou mulher, pois o amor não tem sexo e nem barreiras”, ressalta.

Para Marcelo, os números da violência expressada pelo homofobia ainda são alarmantes. “Não é justo que num país onde se defenda a vida, tantos gays sejam assassinados. Somos cidadãos, construímos a nação e pagamos impostos”, destaca.

A Adhons prepara ainda o lançamento de um documentário e de uma campanha com atividades envolvendo palestras com temas que abordarão homofobia, direitos humanos, saúde, educação e políticas públicas de combate ao vírus do HIV.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais