Agentes prisionais: nova assembleia decidirá sobre greve

0
Categoria está insatisfeita com a contraproposta do governo (Foto: arquivo/divulgação)

Os agentes penitenciários ficaram insatisfeitos com a contraproposta apresentada pelo governo do Estado durante reunião realizada na noite desta terça-feira, 13. De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Sergipe (Sindpen), Marcelo Soares, a categoria irá se reunir nesta quarta-feira, 14, para definir os próximos passos da categoria e avaliar se devem cruzar os braços.

“Fizemos uma avaliação preliminar com os diversos agentes que estavam presentes na reunião. Todos entenderam que a proposta apresentada pelo governo tem um valor menor do que a remuneração recebida por ele atualmente”, explica.

Ainda de acordo com Marcelo, uma nova greve não está descartada. “Iremos nos reunir para avaliar se devemos fazer a greve para  definir os termos das próximas manifestações, montar um calendário de mobilizações e decidir quais serviços serão paralisados”, detalha.

Os agentes prisionais reivindicam isonomia salarial e o plano de carreira. No mês de abril, os servidores entraram em greve, mas tiveram de suspendê-la, após liminar deferida pelo desembargador Cezário Siqueira Neto determinando a ilegalidade da paralisação. A ordem judicial também determinou que o estado de Sergipe apresentasse uma proposta concreta sobre os pleitos do sindicato, no prazo de 15 dias.

Por Verlane Estácio

Comentários