Almeida fica de fora do programa eleitoral do PSDB

0

O senador Almeida Lima, ao que parece, continua tendo dificuldades para se entender com seus colegas de partido em Sergipe. Após o anúncio frustrado de que deveria assumir a liderança do PSDB no Estado, Almeida tem que lidar, agora, com o fato de ter sido deixado de fora do programa eleitoral do partido, que irá ao ar hoje à noite.

Segundo Almeida, ele não foi convidado a participar do programa, fato que considera uma falta de gentileza. “Não fui chamado mesmo sendo senador pelo Estado. Lamentavelmente não tiveram esta gentileza”, disse o parlamentar, que desconversou sobre o fato de se sentir discriminado, afirmando que o povo sergipano é quem deve decidir a este respeito.

TROCA DE PARTIDO – Interpelado a respeito de uma possível mudança de legenda, Almeida descartou a hipótese. Mesmo tendo confirmado a notícia de que, na semana passada, por duas vezes esteve conversando com Benedito Figueiredo (PMDB), o senador afirmou que em nenhum momento a pauta foi filiação partidária. “Conversamos a respeito de política. As questão debatidas giraram em torno de uma avaliação política. Não se tratou de filiação partidária em nenhum momento”, declarou Almeida.

O senador descartou, ainda, a possibilidade de retornar ao PDT, cuja liderança deixou para filiar-se ao PSDB. “Não retorno ao PDT em hipótese nenhuma. Saí do partido sem mágoa, sem rancor, mas não pretendo trocar de partido. O PDT é um partido querido, mas não vou voltar”, afirmou o parlamentar.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais