Apesar da liberdade sexual, eles decidiram esperar

0
Adolescentes e jovens no seminário (Fotos: Portal Infonet)

Neste sábado, 13, mais de 1200 jovens estão reunidos para um seminário que trata principalmente sobre relacionamentos. Temas como ‘Por que esperar em Deus?’, ‘Até quando esperar?’ e ‘Eu não esperei, e agora?’ Estão sendo abordados em uma igreja evangélica, localizada na Coroa do Meio.

Palestras realizadas por Nelson Junior, pastor desde 1998, formado em Teologia pelo IBAD, membro da Igreja em Vitória e membro da Associação de Pastores Evangélicos de Vila Velha no Espírito Santo. O pastor Nelson Júnior trabalha com jovens e adolescentes há pouco mais de 20 anos.

A campanha sobre o comportamento entre adolescentes e jovens percorre várias cidades do país. O resultado são milhares de adeptos que apesar da liberdade sexual, decidiram esperar. Sexo para eles somente após o casamento.

Palestras realizadas por Nelson Junior, pastor desde 1998

Pesquisa

De acordo com os idealizadores da Campanha o sexo fora do casamento não é um problema religioso, vai muito além disto. As consequências de praticá-lo fora do contexto do casamento são drásticas, evidentes e inegável: Alto índice de gravidez na adolescência, o crescimento descontrolado de doenças sexualmente transmissíveis, abroto tem sido uma prática crescente e cada vez mais comum, exploração e abuso sexual infantil e o alto índice de divórcios.

O movimento se baseia em pesquisas recentes que revelam que a cada quatro casamentos no Brasil pelo menos dois terminam em divórcio, ou seja, metade dos casamentos no Brasil. Em 2012 o IBGE divulgou o novo perfil social, o Brasil está se tornando o país de solteiros. As pessoas estão com medo de se casar e evitam viver uma vida a dois.

pastor Jeter Josepetti da Igreja Presbiteriana Renovada

Além da castidade

Um movimento que para o pastor Jeter Josepetti da Igreja Presbiteriana Renovada vai além da castidade. “Não é apenas um movimento que fala sobre virgindade e castidade é sobre como você esperar a vontade de Deus para o relacionamento. É interessante que você pode casar virgem e ainda assim casar com a pessoa errada, então o importante é os dois buscarem fazer a vontade de Deus e colocar isso no relacionamento”, acredita.

No site “Eu escolhi esperar” já são mais de um milhão de curtidas. Uma campanha que nasceu nas redes sociais e ganhou a simpatia de jovens de várias religiões no Brasil. “Hoje aqui na Igreja Presbiteriana Renovada nós temos a honra de receber jovens de várias igrejas, incluindo católicos que estão conosco para aprender da vontade de Deus para o seu relacionamento e não somente no namoro, mas na escola, na profissional e em todas as áreas da sua vida”, diz Jeter.

De acordo com os idealizadores da Campanha o sexo fora do casamento não é um problema religioso

A espera

Questionado sobre que tempo é esse e como saber o tempo certo para o envolvimento amoroso, o pastor de 26 anos é enfático ao declarar que o tempo vem de uma relação primeiro com Deus. “No livro bíblico de João fala sobre os prazeres que podemos ter se referindo a sentimentos passageiros, a paixões que não duram, mas ao mesmo tempo trata de algo duradouro que é nossa relação com Deus e colocar isso dentro da nossa casa e na nossa família”, refleti.

O pastor que não é casado fala ainda sobre como os jovens podem colocar os seus relacionamentos na vontade de Deus. “Eu tenho 26 anos e sou solteiro e acredito no tempo de Deus para a minha vida, sei que no tempo certo tudo vai acontecer segundo a vontade de Deus. A Bíblia diz que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, por isso nada melhor do que esperar em Deus”, fala.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais