Bairro novo apresenta velhos problemas

0

Conjunto recém inaugurado demanda transporte e segurança para os moradores (Fotos: Portal Infonet)
Com menos de duas semanas de inaugurado o bairro 17 de Março já apresenta velhos problemas de outros bairros de Aracaju. Dentro do bairro, o Conjunto Sebastião Celso de Carvalho tem 522 imóveis e problemas como falta de transporte e segurança. Os moradores contam que para pegar um ônibus tem que andar até três quilômetros. Somente o microônibus da linha ‘Novo/Zona Sul – 506’ atende ao bairro, mas funciona apenas até às 18h30.

De acordo com a autônoma Rosa Maria, que todos os dias traz suas duas filhas da escola municipal Professor Diomedes Santos Silva no bairro Santa Maria, não existe transporte. “Eu nunca vejo passar ônibus aqui, venho da escola das meninas e ando 30 minutos a pé. Fora que aqui não tem segurança, não vejo a polícia, só passa uma viatura quando alguém liga solicitando”, contou.

Rosa Maria diz que anda cerca de 30 minutos a pé para trazer filhas da escola
Segundo o comerciante André Luiz, o ônibus passa três vezes ao dia no bairro, mas só até as 18 horas. “Tem um ônibus que entra aqui três vezes ao dia, mas só até 18 horas. Tem muito trabalhador que sai do serviço depois das 20h, então fica difícil ter que vir andando de pontos distantes. O acesso ainda é deficiente, o principal é o caminho das Mangabeiras, mas lá ainda não é asfaltado e diariamente ocorrem assaltos. Quando chove os acessos ao bairro ficam todos alagados, a única saída pavimentada é pelo Conjunto Franco Freire”, disse.

O vigilante Fábio Adriano lamentou que o ônibus tenha como único destino o terminal de integração da Atalaia (Zona Sul), já que a maioria dos moradores que usam o transporte público necessitam ir até o terminal do DIA.

André e Fábio disseram que quando chove acessos ao bairro ficam intransitáveis
“Nós queríamos que tivesse um ônibus para o terminal DIA, pois o único que passa aqui vai para o Zona Sul. A maioria aqui morava na Getimana, Morro do Avião, Santa Maria, Porto Dantas, então todo mundo trabalha para esse lado da zona sul”, cobrou.

Segurança

De acordo com o Coronel Jackson do 1º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na área, duas viaturas atendem toda a região da zona de expansão. “Nós temos duas viaturas para a zona de expansão que atendem a região do Mosqueiro, Costa Nova e agora o bairro 17 de março. Ainda vamos ter uma conversa com a comunidade para ver a possibilidade da criação de um conselho de segurança no bairro. Além disso, queremos colocar uma viatura avançada para atender ao bairro”, informou.

Transporte

Acesso pelo Conjunto Franco Freire é o único pavimentado
O assessor de Comunicação da SMTT, Jairo Alves disse que a demanda do bairro ainda é pequena. “O bairro ainda está sendo povoado e não existe tanta demanda, mas assim que a população for aumentando, nós iremos fazer pesquisas para aumentar os horários, o número de ônibus e até fazer a mudança do destino para o terminal DIA”, falou.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais